MENU

14 de dezembro de 2012 - 00:53Miniaturas

Pequenas maravilhas – Mercedes-Benz CLK LM (1998)

ce08e6f24ac33a15a5a9b419ac8a893f_4_DSC_4997RIO DE JANEIRO - Peça especial da coleção de miniaturas do Wilson Carpini Jr., este carro da foto acima é parte da história de conquistas dos pilotos brasileiros no exterior. Trata-se da Mercedes-Benz CLK LM com que Ricardo Zonta, ao lado do veterano alemão Klaus Ludwig, levou o título de campeão mundial do FIA GT em 1998.

A marca de Stuttgart, aliás e a propósito, dominou todas as dez provas daquela temporada. Enfileirou uma vitória atrás da outra e foi campeã entre os construtores com 146 pontos, contra apenas 49 da Porsche.

O calendário teve nove corridas com 500 km de duração e a disputa dos tradicionais 1000 km de Suzuka, no Japão, como a corrida de maior distância da temporada. A Mercedes, além de Zonta e Ludwig, tinha no carro #1 a dupla tida como favorita e formada por Bernd Schneider e pelo australiano Mark Webber, então uma promessa do automobilismo, assim como Zonta.

Foi o brasileiro, em dupla com seu experiente parceiro, que começou à frente no campeonato vencendo em Oschersleben, na Alemanha. Schneider/Webber, que começaram a primeira etapa com um 3º lugar, venceram em Silverstone e Hockenheim, enquanto Zonta/Ludwig ficaram em quarto e segundo, respectivamente, após estas duas corridas.

A Mercedes disputou as 24 Horas de Le Mans com o modelo CLK-LM, uma evolução da CLK-GTR que começou o ano. Os carros padeceram com falta de resistência em Sarthe, mas o CLK-LM foi aprovado e seguiu até o fim do ano no FIA GT. Foi com ele que Zonta e Ludwig venceram a 4ª etapa em Dijon-Prenois, enquanto Webber/Schneider amargaram a 11ª posição.

A dupla do carro #1 emplacou três vitórias consecutivas em Hungaroring, Suzuka e Donington Park, em dobradinha com Zonta/Ludwig, que àquela altura tinham 47 pontos na classificação do campeonato. E na reta final, os dois rumaram para o título, vencendo de forma consecutiva a etapa de A1 Ring, na Áustria, e a perna estadunidense realizada em Homestead, na Flórida e Laguna Seca, na Califórnia, onde o brasileiro faturou o título, após cinco vitórias e quatro pole positions, com 77 pontos contra 69 de Webber/Schneider.

3 comentários

  1. Claudio Paes Leme disse:

    Rodrigo, bom dia!

    Parabéns pelo novo blog, leitura obrigatória de todos os dias. Sucesso grande, do tamanho de teu talento na nova empreitada e nas novas coisas que, com certeza, virão. Duro é perder, ainda que temporariamente tue talento na telinha.

    Sobre o post o Cidão tinha um lá na Capuava e eu vi um “racha” entre ele e o Emerson sendo que o Rato estava no Lister. No mesmo dia o Rubinho também andou, já no final da tarde com os “toys for big boys” manda o contato que te mando fotos já que fui um dos três privilegiados “clicantes” autorizados no dia.

    Abraço grande e sucesso sempre meu amigo!

    Claudio Paes Leme

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>