MENU

7 de junho de 2013 - 11:03Instantâneos, Memorabilia, Mundial de Endurance

Carrossel

tumblr_mmhs23wRsr1rinzkso1_500RIO DE JANEIRO - Mil Quilômetros de Nürburgring, 1973. Genuíno 1-2 da Ferrari com Jacky Ickx à frente liderando, ao que parece ser, pelo capacete branco, o italiano Arturo Merzario, no lendário Karrussel do Nordscheleife.

Linda foto, não? Bom dia.

11 comentários

  1. Jaime Boueri disse:

    Bom dia, amigo! Belíssima foto mesmo! Aliás, todas as dessa época nesse lugar o são.

    A propósito, a minha miniatura mais preciosa (em escala 1:18) é justamente a dessa 312PB do Ickx. Um esculacho.

  2. Fábio Nunes disse:

    Bom dia.
    Resultado desta prova:
    1 – Jacky Ickx/Brian Redman/Ferrari 312PB/Spa Ferrari SEFAC/5h36m53.4
    2 – Carlos Pace/Arturo Merzario /Ferrari 312PB/Spa Ferrari SEFAC/5h36m53.5

  3. Fernando disse:

    Alguma razao para a tomada de ar diferente nos dois carros “identicos”?

  4. luiz alberto disse:

    Eu creio que o modelo 312 P(mais antigo)usava um V 12,talvez derivado dos usado na 512 M com redução de cubica,e o modelo 312 PB(mais recentes) já usavam o motor boxer que também seria usado na F1,por isso a diferença de entradas de ar, o carro do belga ,assassino de Bellof) e sacaneador de Airton Senna(GP de Monaco 1984) e que era 1* piloto da casa usava o modelo mais moderno (o #1)e que deveria ser ligeiramente melhor de estabilidade e acelerações por ter o centro de gravidade mais baixo e tambem por provavelmente já estar usando o câmbio transversal, que díminuia o balanço traseiro,o que melhorava a resposta em aceleração e também contribuia na estabilidade e consumo de pneu

  5. Zé Maria disse:

    Pessoal, seguinte: pelo post do Fábio Nunes os 2 são do mesmo modelo (312PB).
    O do Ickx eu diria que é a versão mais tradicional, com as duas tomadas de ar em separado, cada uma servindo a sua bancada de cilindros. Foi assim que todas começaram o ano, apenas mudando as cores das faixas, espelhos, tomadas e asa para facilitar a identificação das duplas.
    A do Merzario/Pace era digamos uma tentativa de evolução, tanto de tomada de ar como de asa traseira, testaram na corrida mesmo visto ser uma prova longa e sem concorrência aparente, tanto que fizeram “1-2″ chegando colados um ao outro.
    É isso.
    Abs.
    Zé Maria

  6. Zé Maria disse:

    Detalhe legal é perceber as baratas literalmente esfregando o lado direito do bico no contorno do Karussell, desbastou um pouco até. . .
    Zé Maria

  7. Fernando disse:

    Discussao joia, obrigado ao Rodrigo pela atencao e aos demais pelas contribuicoes – de fato, epoca boa essa onde a gente podia ficar procurando detalhes “a olho nu”!
    Bem, aqui segue um detalhado artigo (em Italiano) da Autosprint sobre essas lendas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>