MENU

14 de novembro de 2013 - 14:32Fórmula 1

Mais um Magnussen na Fórmula 1

F1 Young Driver Tests - Silverstone

RIO DE JANEIRO - Mais de quinze anos após a passagem nada emocionante de Jan Magnussen pela Fórmula 1, a segunda geração da família se garante na categoria máxima. O filho do antigo piloto de McLaren e Stewart, Kevin Magnussen, foi anunciado hoje pelo time de Ron Dennis e Martin Whitmarsh como piloto titular para a temporada 2014, ao lado de Jenson Button, substituindo o mexicano Sergio Pérez, que publicara ontem uma carta de despedida do time britânico.

Tal como Daniil Kvyat, Magnussen é mais um piloto que chega à Fórmula 1 sem passar pela GP2 – que, por sinal, deve ter o segundo ano consecutivo em sua história onde o campeão da temporada (primeiro Davide Valsecchi e agora o suíço Fabio Leimer) não tem a oportunidade de ser titular – nem nas nanicas Marussia e Caterham. Kevin, de 21 anos de idade, foi o verdugo do português Antônio Felix da Costa, o favorito à vaga que Kvyat abocanhou na Toro Rosso e também do belga Stoffel Vandoorne, que começou a World Series by Renault como o principal candidato ao título e acabou sucumbindo ao rival e companheiro de equipe.

O nórdico é mais uma aposta da McLaren (leia-se Ron Dennis), que investiu pesado primeiro em Lewis Hamilton e agora traz um piloto jovem e sem muita experiência para as suas fileiras. A responsabilidade de Kevin Magnussen como titular em 2014 vai ser grande, mas a equipe precisa também lhe dar subsídios para que possa mostrar o que sabe e vale. Sergio Pérez foi vítima da pouca competitividade do carro neste ano, mas também não fez a sua parte: dono de um péssimo temperamento, o mexicano raramente dava ouvidos ao que lhe diziam e foi aos pouquinhos sendo “fritado” dentro da equipe. Quando percebeu que a situação estava ruim para seu lado, já era tarde demais.

Enquanto as portas da Fórmula 1 se abrem para um possível talento futuro como Kevin Magnussen, pode ser que elas se fechem com estrondo para Sergio Pérez. Interessante observar que muita gente – e me penitencio por estar entre eles – se iludiu com as performances do piloto pela Sauber, clamando que o mexicano fosse ocupar um lugar de piloto titular na Ferrari.

Talvez os italianos não estivessem de todo errados. Até porque a Ferrari hoje tem, mesmo que não na F-1, o melhor piloto da dupla da equipe suíça na categoria no ano passado…

Foto: Kevin Magnussen em Silverstone no teste dos jovens pilotos da Fórmula 1 (Fox Sports Asia)

3 comentários

  1. Gustavo Oliveira disse:

    Pois é, a Gp2 continua assim, firme e resoluta em seu caminho a irrelevância.

  2. GP2 é o lugar onde esta trazendo os pilotos para o nada e os levando a lugar nenhum

  3. Zé Maria disse:

    E o Perez foi vítima de si mesmo, com sua postura de menininho mimado e cheio de mimimi. . .e que não pensem que isso tenha servido de lição, até porque em sendo piloto pagante, se acha no direito.
    Fail total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>