MENU

11 de dezembro de 2013 - 09:49Carros, Indústria Automobilística, V8 Supercars

Holden anuncia fim das operações na Austrália

374px-Holden_logo.svg

RIO DE JANEIRO - Uma bomba recai sobre o mercado australiano de carros. Presente naquele país desde 1908, a General Motors, através da sua subsidiária Holden, vai encerrar a fabricação de automóveis em 2017. A notícia afeta também o futuro do International V8 Supercars, posto que a Holden é a principal marca na competição, tendo vencido a maioria das corridas neste ano e o título de pilotos com Jamie Whincup.

Segundo informações, com o fim das operações da Holden na Austrália, quase 3 mil postos de trabalho serão afetados nos próximos quatro anos. A alta do dólar australiano, o mercado pouco fragmentado e o alto custo de produção dos veículos terão sido apontados como os principais responsáveis por esta decisão que trará graves consequências para a economia australiana.

O primeiro-ministro Tony Abbott diz que é um “dia negro” para a produção industrial do país. “Teremos melhores dias pela frente”, declarou em comunicado ao Parlamento. O político está na África do Sul, participando do memorial a Nelson Mandela, que faleceu na última quinta-feira.

O setor de autopeças sofrerá também com a decisão do fim das atividades da Holden na Austrália. Serão 33 mil empregos em risco até 2017. E a Toyota, que pelo visto deverá ficar como única montadora com fábrica no país, afirma que colocará uma “pressão sem precedentes” para incrementar a sua capacidade de construção de veículos para atender à demanda da população.

3 comentários

  1. Creio que alguma gigante deve preencher essa lacuna, senão até a V8 pode ficar seriamente afetada.

  2. Agora me preocupei com a V8, já que a Ford já anunciou que não produzirá o Falcon depois de 2016. Será que o futuro será com a Nissan, Mercedes e Volvo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>