MENU

3 de janeiro de 2014 - 23:04United Sports Car Championship

Roar Before The Rolex 24: Corvettes dominam primeiro dia de treinos

marshallpruett_roar_before_the_524887

RIO DE JANEIRO - Como previsto, os antigos Daytona Prototypes da Rolex Sports Car Series deram as cartas no Daytona International Speedway durante o primeiro dia de treinos para o Roar Before The Rolex 24, preparatórios para a abertura da temporada 2014 do Tudor United SportsCar Championship.

Mais cedo, o Corvette DP #5 da Action Express foi o mais veloz da sessão inaugural, com a marca de 1’38″630 – tempo que não foi superado à tarde, quando a melhor marca foi de outro Corvette DP – no caso o #90 da Spirit of Daytona, que já tem confirmados três pilotos para a corrida inaugural – Michael Valiante, Richard Westbrook e o campeão de 2013 no DTM Mike Rockenfeller.

O carro azul fechou o treino virando em 1’38″898, apenas trinta milésimos abaixo do #5 da AXR. A terceira marca da sessão da tarde foi do #99 da Gainsco-Bob Stallings Racing, que não disputará toda a temporada, concentrando-se somente nos eventos de Endurance. Partilhado por Memo Gidley/Darren Law/Alex Gurney/Jon Fogarty, o Corvette DP fez 1’39″286.

A boa surpresa foi o quarto tempo do HPD ARX-03b LMP2 da Extreme Speed Motorsports, graças a um excelente trabalho do experiente David Brabham. O filho do velho tricampeão de F-1 Jack Brabham cravou a melhor volta do carro em 1’40″006. O parâmetro entre o DP mais rápido e os protótipos do regulamento IMSA/ACO melhorou favoravelmente em um segundo de um treino para outro. A priori, parece que as diferenças não serão tão gritantes quanto se pensava – mas isso também depende do potencial do piloto que estiver a bordo, claro.

marshallpruett_roar_before_the_524763

Após o carro de Brabham/Sharp/Dalziel, o segundo LMP2 na folha de tempos veio com o 9º tempo – no caso, o Morgan Nissan de Olivier Pla/Roman Rusinov/Gustavo Yacamán. Esse protótipo veio logo depois do Riley Ford EcoBoost da equipe Chip Ganassi Racing que teve Tony Kanaan a bordo. A equipe anunciou hoje, de forma oficial, as tripulações de seus dois carros para as 24 Horas – Scott Pruett e Memo Rojas terão a companhia de Jamie McMurray e da revelação Sage Karam, campeão da Indy Lights. O brasileiro dividirá o #02 com Marino Franchitti, Scott Dixon e Kyle Larson.

O #60 da Mike Shank Racing teve um dia difícil. Com muitos problemas, o Riley Ford EcoBoost de Ozz Negri, John Pew, Justin Wilson e AJ Allmendinger teve que encerrar os trabalhos mais cedo em virtude de problemas com um eixo de transmissão rompido. Pior que eles, só mesmo os protótipos Mazda Skyactiv-D, que ainda precisam de desenvolvimento e pouco andaram: o #07 de Tristan Nunez/Joel Miller/Tom Long foi o último na folha de tempos do segundo treino e o #70, do patrão-piloto Sylvain Tremblay acidentou-se mais cedo e passou toda a segunda sessão de treinos na garagem, sendo reconstruído para regressar à pista sábado.

marshallpruett_roar_before_the_524631

Entre os carros da divisão Prototype Challenge, a honra do melhor tempo do segundo treino coube ao #87 da BAR1 Motorsports partilhado por Chapman Ducote, Doug Bielefeld e pelo novo contratado de Brian Alder, o promissor Sean Rayhall. O carro ficou com o 15º tempo geral à tarde – 1’43″322, pouco mais de quatro segundos pior que o Corvette líder.

marshallpruett_roar_before_the_524691

Com três brasileiros – Júlio Campos, Gabriel Casagrande e Raphael Matos – se revezando com Jon Brownson e Ryan Booth, o #38 da Performance Tech conseguiu a segunda marca da subclasse, apenas 0″020 pior que o bólido da BAR1 e um décimo abaixo do #25 da 8Star Motorsports, que foi conduzido por Tom Kimber-Smith e Enzo Potolicchio. Em quarto ficou o #54 da CORE Autosport e o #52 da PR1 Mathiasen marcou o quinto melhor tempo do treino. As equipes RSR e Level 5 Motorsports, embora inscritas, não apareceram no Roar Before The Rolex 24, cabendo os últimos tempos da divisão à Starworks de Peter Baron.

marshallpruett_roar_before_the_524747

Entre os bólidos da GTLM, o Corvette C7-R começou muito bem de manhã, mas quem fechou à frente foi um dos Porsche oficiais de fábrica da Porsche North America, com a supervisão da CORE Autosport. O #911 figurou no topo da folha de tempos com um convincente 1’45″564, deixando para trás não só os Vettes como também os dois SRT Viper. O #91 de Dominik Farnbacher/Marc Gossens/Ryan Hunter-Reay ficou quase meio segundo acima do tempo do Porsche, enquanto o #93 de Kuno Wittmer/Jonathan Bomarito/Rob Bell veio logo a seguir. Os dois Vettes viraram na casa de 1’46″ e ficaram respectivamente em quarto e quinto.

marshallpruett_roar_before_the_524655

Por fim, na numerosa classe GTD, quem riu por último hoje foi o Audi #45 da Flying Lizard Motorsports. O carro que será conduzido por Nelson Canache Jr./Spencer Pumpelly/Markus Winkelhock/Tim Pappas registrou 1’47″981, quase meio segundo abaixo do Porsche #71 de Craig Stanton/Jim Norman/Norbert Siedler. Outros dois Audi R8 LMS, das escuderias GMG e Fall-Line vieram logo a seguir, com o SRT Viper GT3-R em quinto e o Porsche #28 da Dempsey-Konrad em sexto. Ainda em busca de quilometragem, a BMW Z4 GT3 da Turner Motorsport que terá o brasileiro Augusto Farfus na tripulação ficou com o 25º tempo do grupo, 55º na geral.

marshallpruett_roar_before_the_524759

Neste sábado, os carros voltam ao Daytona International Speedway para quatro períodos de treinos coletivos das máquinas do Tudor United SportsCar Championship. A última sessão, inclusive, terá um trecho noturno.

Os tempos da segunda sessão de treinos estão aqui.

Fotos: Marshall Pruett/Racer Magazine

13 comentários

  1. Milton Eller disse:

    Fox Sports transmite???

  2. Luciano Barcelos disse:

    Cara, a Turner tem que aproveitar o máximo a presença do Farfus! Colher todo tipo de informação, acerto… Deixar ele sentar o dia inteiro de sábado pra acertar esse Z4! Não dá pra ficar tomando mais de 1 segundo como tá tomando! No mais to feliz com a competitividade entre DP´s e LMP2´s! Temos que dar o braço a torcer a IMSA (tá de parabéns mesmo), apesar de ainda preferir que as categorias deveriam ser separadas!

  3. Fernando Lima disse:

    Até que está equilibrado, na medida do possível, a perfórmance entre os DP’s e os LMP2. Boto fé na melhora deles, e também nos Ford Riley novos, apesar de estarem tomando tempo dos Corvettes, acho que vão evoluir e na corrida vão incomodar bastante…principalmente o #02 com Kanaan.

    • geraldo101 disse:

      Hoje, no primeiro treino livre, os LMP2 melhoraram ainda mais e a diferença foi ainda menor. O que me chama a atenção é o número 5 da Action Express: foi bem em todos os treinos.

  4. Cuca Beludo disse:

    Será que não é o caso de após o Roar a IMSA liberar um pouco mais o restritor de ar dos LMP2 para poderem disputar pau a pau com os DP em Daytona ? Li em um gráfico que os DP nas retas estão até 10 milhas mais rápidos que os LMP2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>