MENU

14 de fevereiro de 2014 - 17:20Memorabilia, Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (172)

BgdGZKrCAAAYxSPRIO DE JANEIRO - Interlagos botando gente pelo ladrão na corrida que marcou a reinauguração do traçado paulistano após uma reforma que colocou o Brasil nos trilhos da Fórmula 1. A foto é uma cortesia do mestre Ricardo Divila, que a postou no twitter e resolvi compartilhar com vocês.

Em março de 1970, a revista Quatro Rodas (nos bons tempos da publicação) fez uma bela cobertura do Torneio BUA de Fórmula Ford, que foi disputado em cinco finais de semana entre 1º de fevereiro e 1º de março, com duas corridas em Jacarepaguá, uma em Curitiba, outra em Fortaleza – digna de um post só falando das peripécias para que acontecesse o evento – e finalmente, Interlagos.

Emerson Fittipaldi, então campeão inglês de Fórmula 3, guiava um Lotus da equipe de Jim Russell e estabeleceu a pole position com o tempo de 3’11″5, média superior a 154 km/h. De quebra, venceu as duas baterias, levando o povão à loucura para faturar o título do torneio, promovido por Antonio Carlos Scavone.

O resultado final da última rodada do Torneio BUA de Fórmula Ford apresentou Emerson Fittipaldi em primeiro, Wilson Fittipaldi Jr. em segundo, Ian Ashley em terceiro, Ray Allen em quarto, Chiquinho Lameirão em quinto e Peter Hull em 6º lugar. Na classificação final, Emerson somou 42 pontos, contra 27 do vice-campeão Ian Ashley. Ray Allen foi o 3º colocado com 20, Wilsinho Fittipaldi chegou em quarto com 18, o quinto foi Luiz Pereira Bueno com quinze e o sexto foi Marivaldo Fernandes, que somou sete pontos.

Há 44 anos, direto do túnel do tempo.

5 comentários

  1. Zé Maria disse:

    Uma imagem que vale mais que mil palavras!!
    Zé Maria
    PS: Rodrigo, promessa é dívida, no bom sentido: aguardando a “Aventura Cearense”! Abs.

  2. Joaquim disse:

    Já abordei a confusão da prova cearense no meu blog. Mas seria descortesia para com o amigo Mattar acabar com o suspense. Aguardaremos o post e aí complemento nos comentários

  3. Fernando Lima disse:

    Pela lotação das arquibancadas, da para ver que foi uma corrida sensacional…

  4. Nino Achcar disse:

    - Acho que a primeira prova no Rio, foi em janeiro.
    - Se pensarmos bem, 5 provas em um mês, tendo que ir ao nordeste e ao médio sul ?…
    - Mas o que nunca se evidenciou , é como o carro Lola T200 que era do Ricardo Achcar (que era piloto oficial de fabrica) está aí com o Luiz Pereira Bueno que era piloto da SMART (Stirling Moss Automobile Racing Team).
    -Achcar estava com a continuidade de sua brilhante carreira internacional, assegurada através de sua competentemente conquistada contratação pela tradicional fabrica inglesa.
    - Mas muitos acontecimentos obscuros foram determinantes em inviabilizar tudo de promissor que deveria acontecer .
    - (Aí teve muita história ! ).

  5. Roberto Bijarta Martinez disse:

    Nossa Rodrigo, perdi essa postagem na época…estava pesquisando sobre esse torneio , pois foi minha primeira corrida in loco no Templo, gracas a um tio que morava numa das casas vizinhas ao autódromo, entre a 1 e a 2….foi a familia toda e lembro de um congestionamento monstro para sairmos de la rsrsrs.
    Parabens, bem atrasado, pela matéria….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>