MENU

22 de maio de 2014 - 12:27GP2 Series

Enquanto isso, na GP2…

4476720140522171626.jpg (533×300)

Jolyon Palmer conquistou a pole para a corrida principal da GP2 em Monte-Carlo

RIO DE JANEIRO (atualizado às 16h15) - Sim, o GP de Mônaco já começou. Quinta-feira foi dia de treinos livres da Fórmula 1 (aquela chatice de sempre) e de qualificação para a corrida #1 da GP2 Series, a prova mais longa do fim de semana e que dá mais pontos no campeonato, com largada às 6h15 da manhã de amanhã, pelo horário de Brasília.

E já que a moda é deitar e rolar, quem deitou e rolou foi Jolyon Palmer, da Dams. Único a baixar de 1’21″, foi quatro décimos melhor que qualquer outro piloto em ritmo de classificação. O melhor do Grupo B, já que os 26 pilotos foram divididos em grupos pares e ímpares para 15 minutos de treino cada, foi o indonésio Rio Haryanto, da Caterham – e ele ficou a sete décimos do filho do Jonathan Palmer.

Tem mais: o tempo do britânico no treino livre o teria deixado em 17º… no primeiro treino livre da Fórmula 1. A categoria máxima virando tempos ao nível de GP2 em Monte-Carlo. A que ponto chegamos…

Felipe Nasr, recém-saído de vitória na Catalunha, certamente tinha esperanças de vir bem em Mônaco. No primeiro treino, mais cedo, foi 8º. Estava em segundo no seu grupo de classificação, mas nos instantes finais faltou o algo mais que precisava para manter-se no pelotão da frente. Amargou o oitavo posto entre 13 pilotos e teria que largar da 8ª fila, na décima-quinta posição. Mas o piloto da Carlin foi considerado culpado por atrapalhar uma volta rápida de – quem diria – Johnny Cecotto. Perdeu três posições e larga em 18º.

Nasr não foi o único punido: o 2º colocado Rio Haryanto atrapalhou Stéphane Richelmi. Cai para quinto. E a dupla da Hilmer deu-se igualmente mal: Facundo Regalia despencou para 23º e Daniel Abt sai de décimo. Com as penalizações, Mitch Evans é quem divide agora a primeira fila com Jolyon Palmer.

Regressando à categoria após uma ausência forçada na rodada da Catalunha, André Negrão entrou na pista no mesmo grupo de Felipe Nasr. Acabou em 12º com o carro da Arden, na frente apenas do japonês Takuya Izawa. Largando da 22ª posição com a punição a Regalia, terá que fazer uma corrida de paciência nesta sexta-feira.

O grid completo:

1. fila
Jolyon Palmer – Dams – 1’20″774 – Grupo A
Mitch Evans – Russian Time – 1’21″188 – GA
2. fil
a
Stephane Richelmi – Dams – 1’21″444 – GB
Johnny Cecotto – Trident – 1’21″361 – GA
3. fila
Rio Haryanto – Caterham – 1’21″433 – Grupo B (*)
Stoffel Vandoorne – ART – 1’21″508 – GB
4. fila
Stefano Coletti – Racing Engineering – 1’21″649 – GB
Raffaele Marciello – Racing Engineering – 1’21″917 – GA
5. fila
Julian Leal – Carlin – 1’21″752 – GB
Daniel Abt – Hilmer – 1’21″760 – GA (*)
6. fila
Alexander Rossi – Caterham – 1’22″146 – GA
Sergio Canamasas – Trident – 1’21″926 – GB
7. fila
Simon Trummer – Rapax – 1’22″296 – GA
Arthur Pic – Campos – 1’22″207 – GB
8. fila
René Binder – Arden – 1’22″270 – GB
Kimiya Sato – Campos – 1’22″588 – GA
9. fila
Adrian Quaife Hobbs – Rapax – 1’22″277 – GB
Felipe Nasr – Carlin – 1’22″381 – GA (*)
10. fila
Tio Ellinas – MP – 1’22″681 – GA
Conor Daly – Lazarus – 1’22″997 – GA
11. fila
Daniel De Jong – MP – 1’22″488 – GB
Andre Negrao – Arden – 1’23″178 – GA
12. fila
Facundo Regalia – Hilmer – 1’22″473 – GB (*)
Nathanael Berthon – Lazarus – 1’22″632 – GB
13. fila
Takuya Izawa – ART – 1’23″259 – GA
Artem Markelov – Russian Time – 1’23″347 – GB

1 comentário

  1. Leonardo disse:

    Impressiona negativamente o que fizeram com a Formula 1. Categoria de acesso virando volta mais rápido do que vários carros da categoria rainha. Os dirigentes bem que poderiam ser brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>