MENU

12 de maio de 2014 - 16:15Rali

O voo de Latvala

476820140511192406

RIO DE JANEIRO - Incontestável: Jari-Matti Latvala foi dominante no Rali da Argentina e venceu a 5ª etapa do WRC, disputada na região de Córdoba. Líder da prova desde o primeiro dia, ele aumentou a cada segmento sua vantagem para o rival, atual campeão, líder da temporada e companheiro de equipe Sébastien Ogier – que continua sem vencer esta corrida, aliás – para levar o segundo triunfo do ano, quinto da Volkswagen em 2014.

Latvala completou os três dias de provas especiais com quase 1’30″ de avanço para Ogier, que venceu o Power Stage de quase 15 km em El Condor – uma etapa dificílima, dadas as péssimas condições do tempo: frio, chuva e névoa intensa que tornaram a última especial bem complicada – mas não menos do que a primeira volta no mesmo trecho. Vários pilotos, inclusive, melhoraram suas marcas em cerca de 18 a 20 segundos, a título de comparação.

Mikko Hirvonen, que foi o segundo no Power Stage, levou mais dois pontos extras, que ajudaram a diminuir o prejuízo deste Rali da Argentina. O piloto da M-Sport Ford batera num muro logo no primeiro dia, perdendo imenso tempo. Acabou em 9º na geral, quase 20 minutos atrás de Latvala.

O irlandês Kris Meeke, após uma sequência de maus resultados, voltou ao pódio: foi 3º colocado, mantendo a Citroën entre os primeiros na prova argentina há uma década. Os franceses tiveram uma sequência de nove vitórias seguidas trucidada pelo domínio dos VW Polo em Córdoba.

Andreas Mikkelsen conseguiu um razoável 4º lugar, seguido por Thierry Neuville, que pouco a pouco vai tornando o i20 da Hyundai mais competitivo a cada prova. A surpresa do Rali da Argentina foi que, finalmente, Robert Kubica terminou inteiro uma etapa: o polonês chegou em sexto lugar e fez o quinto melhor tempo no Power Stage. Era visível o alívio do polaco em terminar a corrida. “Tiramos um peso dos ombros”, disse.

Em sua primeira participação na prova, Elfyn Evans chegou em 7º, seguido por Martin Prokop, mais uma vez o melhor dos pilotos não-oficiais. Nasser Al-Attiyah venceu mais uma vez na divisão WRC2 e obteve o décimo posto geral. Foi o segundo triunfo do catari, que alcançou o 3º lugar na classificação dos pilotos com 50 pontos, dez a menos que o líder Yuriy Protasov.

O peruano Nicolas Fuchs foi o melhor entre os sul-americanos, seguido pelo paraguaio Diego Dominguez. Ilo Diehl/Eduardo Soneca, que disputaram a prova com um Mitsubishi Lancer EVO IX, abandonaram no SS13 com problemas mecânicos.

Classificação geral do Rali da Argentina:

1. Latvala-Anttila (VW Polo WRC) em 4.41’24”8
2. Ogier-Ingrassia (VW Polo WRC) a 1’26”9
3. Meeke-Nagle (Citroen DS3 WRC) a 5’54”7
4. Mikkelsen-Markkula (VW Polo WRC) a 6’18”3
5. Neuville-Gilsoul (Hyundai i20 WRC) a 8’25”8
6. Kubica-Szczepaniak (Ford Fiesta RS WRC) a 10’08”0
7. Evans-Barritt (Ford Fiesta RS WRC) a 10’32”2
8. Prokop-Ernst (Ford Fiesta RS WRC) a 12’03”9
9. Hirvonen-Lehtinen (Ford Fiesta RS WRC) a 19’54”8
10. Al-Attiyah-Bernacchini (Ford Fiesta RS WRC) a 23’10”2

Classificação do campeonato após 5 etapas:

1. Sébastien Ogier – 112 pontos; 2. Jari-Matti Latvala – 88; 3. Andreas Mikkelsen e Mads Östberg – 48; 5. Mikko Hirvonen – 40; 6. Kris Meeke – 32; 7. Thierry Neuville – 31; 8. Elfyn Evans – 26; 9. Martin Prokop – 22; 10. Bryan Bouffier – 18; 11. Henning Solberg – 16; 12. Ött Tanak – 10; 13. Robert Kubica  e Benito Guerra – 8; 15. Chris Atkinson – 6; 16. Pontus Tidemand, Juho Hänninen e Jaroslav Melicharek – 4; 19. Nasser Al-Attiyah – 3; 20. Matteo Gamba, Craig Breen e Yuriy Protasov – 2; 23. Jari Ketomäa – 1 ponto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>