MENU

29 de setembro de 2014 - 18:13Motocross

França é campeã do Motocross das Nações

Podium1_MXoN_LV_2014

Allons enfants de la patrie! A França de Frossard, Paulin e Ferrandis é campeã do Motocross das Nações

RIO DE JANEIRO - Nem a Itália de Antonio Cairoli, muito menos os EUA de Ryan Dungey: a França de Gaultier Paulin, Steven Frossard e Dylan Ferrandis, todos com motocicletas Kawasaki, é a nova campeã do Motocross das Nações, considerada pela FIM a Olimpíada da modalidade sobre duas rodas. É um título que os “Bleus” não conquistavam desde 2001, quando David Vullemin, Yves Demaria e Luigi Seguy levaram o título então inédito na lendária pista belga da Citadela de Namur.

A competição, disputada no último fim de semana em Kegums, na Letônia, teve a participação de 34 países, incluindo o Brasil, que ficou pelo caminho nas baterias classificatórias – na companhia inclusive da Espanha de Jose Butron. Thales Vilardi foi 9º colocado na Final B, enquanto Rodrigo Selhorst chegou em 21º e Rosevelt Assunção em trigésimo.

Nas finais principais, divididas em três baterias, Paulin deu show e foi o grande destaque do evento. Venceu a prova #1, englobando MXGP e MX2 e também a prova #3, a decisiva, mesclando as máquinas das classes MXGP e Open. A soma dos pontos perdidos pelos três pilotos de cada país deu à França o título com 17 pontos perdidos – dez a menos que a Bélgica, vice graças à vitória de Kevin Strijbos na corrida #2, das motos de MX2 e Open.

Os EUA, favoritos destacados à vitória, acabaram relegados ao terceiro lugar com os mesmos 33 pontos perdidos da Grã-Bretanha – mas o 2º posto de Ryan Dungey na primeira prova deu o pódio aos ianques. Já a Itália do multicampeão Antonio Cairoli foi relegada ao sexto lugar entre os times: o melhor resultado foi um modesto 10º posto de Davide Guarneri na prova #1. Cairoli, que foi inscrito com uma MX2, foi apenas o décimo-nono colocado na prova #2 e abandonou a primeira.

O resultado final do Motocross das Nações:

1º França – 17 pontos perdidos
2º Bélgica – 27
3º EUA – 33
4º Grã-Bretanha – 33
5º Alemanha – 72
6º Itália – 73
7º Suíça – 74
8º Rússia – 75
9º Estônia – 77
10º Holanda – 80
11º Suécia – 92
12º Letônia – 97
13º Portugal – 99
14º Austrália – 108
15º Dinamarca – 124
16º Finlândia – 131
17º Canadá – 149
18º Porto Rico – 149
19º Irlanda – 167
20º Eslovênia
21º Espanha
22º Japão
23º Nova Zelândia
24º Lituânia
25º República Tcheca
26º Hungria
27º Brasil
28º Polônia
29º Eslováquia
30º Ucrânia
31º Grécia
32º Croácia
33º Luxemburgo
34º Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>