MENU

13 de dezembro de 2014 - 22:52Automobilismo Internacional

Numa batalha estratégica, AF Corse fatura as 12h de Abu Dhabi

Dagys_-2014_346790

Com a Ferrari #3 da AF Corse, Michele Rugolo, Steve Wyatt e Davide Rigon são os novos campeões das 12h de Abu Dhabi (Foto: John Dagys/Sportscar365.com)

RIO DE JANEIRO - A melhor estratégia venceu. A AF Corse traçou o plano perfeito na disputa da quarta edição das 12h de Abu Dhabi e por isso derrotou a Black Falcon, campeã da prova no ano passado e a Von Ryan Racing, na estreia do novo McLaren 650S GT3. Foi uma ótima corrida, dividida em dois segmentos de 6h cada e que teve os três primeiros completando o mesmo total de 315 voltas. Ao fim da soma dos tempos, a Ferrari F458 GT3 de Michele Rugolo/Steve Wyatt/Davide Rigon levou a melhor com apenas 3″058 de vantagem para a Mercedes-Benz SLS AMG GT3 de Khaled Al Qubaisi/Jeroen Bleekemolen/Bernd Schneider.

O grande erro da Black Falcon, que defendia seu título, foi a escolha dos stints dos pilotos no segundo turno de 6h de prova. Erradamente, optou-se por colocar Jeroen Bleekemolen no primeiro turno e Bernd Schneider no segundo, cabendo a Khaled Al Qubaisi, que não tem a mesma experiência da maioria, segurar a Ferrari da equipe italiana, com Michele Rugolo a bordo na parte final. A AF Corse pôs Steve Wyatt, o gentleman driver do trio, para fazer o segundo turno e com isso, na parte final da disputa, tinha o piloto certo na hora certa para discutir a vitória.

Dagys_-2014_346770

O novo McLaren 650S GT3 resistiu bem à disputa e conquistou um pódio na estreia (Foto: John Dagys/Sportscar365.com)

Pole position, o novo McLaren 650S até que resistiu bem: chegou em 3º lugar, com Rob Bell/Álvaro Parente/Kévin Estre, a apenas 5″741 dos vencedores. A Mercedes #2 da Black Falcon guiada por Richard Muscat/Abdulaziz Al Faisal/Hubert Haupt acabou num bom 4º lugar, vencendo a disputa na classe Pro-Am, a mais numerosa do grid. E a AF Corse ainda pôs outra Ferrari entre os cinco primeiros, para Filipe Barreiros/Marco Cioci/Piergiuseppe Perazzini.

Na categoria Cup, a equipe alemã MRS-GT Racing venceu com seu Porsche 991 GT3 Cup guiado por Christian Englehart/Ralf Bohn/Ilya Melnikov/Siegfried Venema, que completaram a disputa em 13º na geral. O Wolf GB08 da Avelon Formula tripulado por Fabio Emanuela/Gianluca Pizzuti/Simon Stoller foi o melhor na classificação entre os protótipos da CN2. E na Gentlemen, mesmo após um acidente sofrido por Jorge Lorenzo, bicampeão mundial de MotoGP, a Kessel Racing completou nove voltas a mais que a Villorba Corse, a outra escuderia que compunha esta divisão. A batida do espanhol, inclusive, foi responsável pela única entrada do Safety Car na pista, durante o segundo segmento de disputa em Abu Dhabi.

O resultado final está aqui.

1 comentário

  1. FAB1000 disse:

    Pensaram em botar o “financiador” para cruzar a linha de chegada na frente e fazer bonito, mas não deu certo por pouco.
    Olhando agora, depois do resultado final, dá pra ter certeza de que a escolha foi errada, mas os pilotos da AMG sabendo que a perna fraca seria a última, desde o início, deveriam ter forçado mais e aberto uma diferença maior, já que o que conta é o somatório final.
    Na natação é sempre assim em provas de revezamento, cada um escolhe um caminho, com relação a seus atletas, e nem sempre dá pra afirmar que a escolha foi certa ou errada, independente do resultado final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>