MENU

7 de janeiro de 2015 - 22:25Rali Dakar

Al-Attiyah vence de novo e mantém ponta nos carros

dakar15301_flavien_06012015001

RIO DE JANEIRO - Nasser Al-Attiyah é mesmo o homem a ser batido na disputa do Rali Dakar na categoria dos carros. O catari da equipe Mini foi de novo o melhor nas trilhas, agora em território Chileno. Nos 315 km cronometrados de Chilecito a Copiapó, o piloto derrotou os principais rivais mais uma vez para ampliar sua liderança na classificação geral.

Com o bom trabalho de seu navegador Matthieu Baumel, Nasser percorreu a especial em 3h09min18seg. Por grande parte do percurso, ele esteve perto inclusive de não ser o mais rápido: o holandês Bernhard Ten Brinke, buscando a recuperação, não aliviou no início e outro que chegou a pontear a etapa foi Stéphane Peterhansel. O francês da Peugeot andou muito bem, mas no final perdeu terreno e foi batido por 5min48seg.

A segunda posição foi de Nani Roma, o campeão de 2014 que agora se conforma em ser “apoio” para os outros pilotos oficiais da Mini. Uma situação com a qual o espanhol jamais sonhou em se sujeitar. Mesmo assim, ele vem disputando o Dakar com total dignidade. Nesta quarta-feira, perdeu por apenas 2min40seg na trilha. Já o principal antagonista de Al-Attiyah, o sul-africano Giniel De Villiers, não deixa o rival descansar. Perdeu quase três minutos, mas ainda está muito no páreo, com muito Rali pela frente.

O saudita Yazeed Al Rajhi continua fazendo um Dakar simplesmente soberbo. A bordo do seu Toyota, chegou em 4º na etapa, resultado que o deixa justamente atrás de Al-Attiyah e de Giniel De Villiers na classificação geral. Ele também foi beneficiado pelos problemas que vitimaram o argentino Orlando Terranova (que no km 72 da etapa pegou uma pedra no meio do caminho) e o espanhol Carlos Sainz, cujo turbo do seu Peugeot 2008 DKR falhou, deixando “El Matador” na mão.

A etapa foi mesmo boa para a Toyota: cinco picapes do construtor japonês terminaram entre os dez mais rápidos do dia, inclusive os carros de Christian Lavieille e Leroy Poulter, outros que seguem na luta para terminar no top 10 do Rali Dakar. Os brasileiros foram bem-sucedidos na tarefa de terminar a etapa: 18º lugar para Guiga Spinelli/Youssef Haddad, com o tempo de 3h39min12seg e 34º para Ricardo Leal dos Santos/Eduardo Sachs, que completaram a especial em 4h00min49seg. A dupla do Nissan Navara alcançou o vigésimo-segundo posto no agregado dos tempos. Já Guiga e Youssef subiram para a 28ª posição.

O resultado da etapa #4 nos carros:

1º #301 Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel (Mini) – 3h09min18seg
2º #300 Nani Roma/Michel Périn (Mini) – 3h11min58seg
3º #303 Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota) – 3h12min15seg
4º #325 Yazeed Al Rajhi/Timo Gottschalk (Toyota) – 3h12min43seg
5º #302 Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Peugeot) – 3h15min06seg
6º #315 Bernhard Ten Brinke/Tom Colsoul (Toyota) – 3h15min28seg
7º #320 Ronan Chabot/Gilles Pillot (SMG) – 3h20min41seg
8º #309 Christian Lavieille/Pascal Maimon (Toyota) – 3h26min24seg
9º #322 Leeroy Poulter/Robert Howie (Toyota) – 3h26min35seg
10º #314 Erik Van Loon/Wouter Rosegaar (Mini) – 3h26min49seg

Classificação geral:

1º #301 Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel – 12h30min44seg
2º #303 Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz – 12h38min59seg
3º #325 Yazeed Al Rajhi/Timo Gottschalk – 12h54min17seg
4º #315 Bernhard Ten Brinke/Tom Colsoul – 13h13min16seg
5º #307 Krzysztof Holowczyc/Xavier Panseri – 13h14min14seg
6º #314 Erik Van Loon/Wouter Rosegaar – 13h15min28seg
7º #306 Carlos Sousa/Paulo Fiuza – 13h30min10seg
8º #309 Christian Lavieille/Pascal Maimon – 13h31min28seg
9º #329 Aidyn Rakhimbaev/Anton Nikolaev – 13h35min07seg
10º #320 Ronan Chabot/Gilles Pillot – 13h42min14seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>