MENU

5 de janeiro de 2015 - 13:52Rali Dakar

Barreda vence e assume liderança nas motos

4 (1)

Joan Barreda Bort assume a liderança geral do Dakar nas motos (Foto: Eric Vargiolu/DPPI)

RIO DE JANEIRO - O velocíssimo piloto espanhol Joan Barreda Bort (Honda) venceu nesta segunda-feira a etapa #2 do Rali Dakar 2015. Disputada entre Villa Carlos Paz, nas proximidades de Córdoba e a cidade de San Juan, cujos vinhos são espetaculares, a especial totalizou 518 km de percurso, com variações de altitude (nos primeiros quilômetros, até 2000m acima do nível do mar) e de terreno, em que a maioria do trecho cronometrado misturava pedra e areia.

Barreda conquistou sua 11ª especial da carreira, fazendo o melhor tempo do dia em 5h46min06seg, uma confortável vantagem de mais de seis minutos para Paulo Gonçalves, outro piloto da equipe oficial Honda. Com o resultado de hoje, o português sobe também para segundo na geral, com desvantagem de 4min37seg para Barreda.

A melhor das KTM dessa vez não foi a do campeão Marc Coma: o espanhol teve problemas com a mousse de um dos pneus de sua motocicleta e sofreu significativo atraso na trilha. Ele perdeu 12min32seg em relação a Barreda e terminou o dia apenas em oitavo lugar. O piloto está agora em 6º na geral. O melhor representante do construtor austríaco foi Ruben Faria, que chegou na terceira posição, mesma que ocupa na soma dos tempos.

B6mzT3vCIAAUkYb

Uma das boas surpresas do dia, o australiano Toby Price se refresca com uma água bem gelada: em San Juan, o calor chegou a 42ºC

As boas surpresas do dia foram o quinto posto do australiano Toby Price, que chegou a liderar a etapa num dos waypoints e o sexto lugar obtido pelo austríaco Matthias Walkner, do time oficial KTM. Este é o primeiro Dakar dos dois pilotos, que começam muito bem na disputa. Só não podem se deixar levar em demasia pelo entusiasmo… Até este momento, Price é o quinto na geral e Walkner vem em sétimo.

Em contrapartida, o vencedor de ontem Sam Sunderland se perdeu completamente: saiu da rota, atrasou-se e já fica com as esperanças comprometidas em obter um resultado decente ao fim da aventura em Buenos Aires. O britânico conseguiu se reencontrar faltando 70 km para o fim do trecho cronometrado. Mas agora é tarde.

A trinca da Yamaha também não vem bem: Michael Metge foi apenas o 17º na etapa, seguido por Alessandro Botturi e Olivier Pain. Na geral, Pain vem à frente dos dois companheiros de equipe no time oficial da marca dos três diapasões.

O brasileiro Jean Azevedo concluiu a especial na 30ª colocação com sua Honda CRF450, com o tempo de 6h37min51seg. No acumulado, ele ocupa o 28º posto, com 56min40seg de atraso em relação ao líder geral.

O resultado da etapa #2 nas motos:

1º #2 Joan Barreda Bort (Honda) – 5h46min06seg
2º #7 Paulo Gonçalves (Honda) – 5h52min19seg
3º #11 Ruben Faria (KTM) – 5h55min22seg
4º #4 Jordi Viladoms (KTM) – 5h55min26seg
5º #26 Toby Price (KTM) – 5h55min48seg
6º #27 Matthias Walkner (KTM) – 5h57min31seg
7º #5 Hélder Rodrigues (Honda) – 5h57min41seg
8º #1 Marc Coma (KTM) – 5h58min38seg
9º #12 Jeremias Israel Esquerre (Honda) – 6h01min55seg
10º #10 Juan Pedrero Garcia (Yamaha) – 6h02min51seg

Classificação geral:

1º #2 Joan Barreda Bort – 7h06min44seg
2º #7 Paulo Gonçalves – 7h11min21seg
3º #11 Ruben Faria – 7h17min21seg
4º #4 Jordi Viladoms – 7h18min08seg
5º #26 Toby Price – 7h18min16seg
6º #1 Marc Coma – 7h18min47seg
7º #27 Matthias Walkner – 7h19min10seg
8º #5 Hélder Rodrigues – 7h20min10seg
9º #12 Jeremias Israel Esquerre – 7h23min08seg
10º #10 Juan Pedrero Garcia – 7h26min18seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>