MENU

14 de janeiro de 2015 - 17:34Rali Dakar

Coma mantém Gonçalves sob controle; Barreda vence 10ª etapa

joan-barreda-dakar-2015-stage-9

No retorno do Rali Dakar 2015 ao território argentino, Joan Barreda Bort ganhou mais uma especial nas motos

RIO DE JANEIRO - O Rali Dakar voltou à Argentina. Nesta quarta-feira, a caravana com os sobreviventes nas quatro categorias atravessou a fronteira com o Chile e chegou a Salta. A etapa para os pilotos em duas rodas teve 371 km cronometrados e houve competidores que desistiram da 10ª etapa logo no trecho de ligação. Um deles é o austríaco Matthias Walkner, cuja KTM teve problemas e obrigou o estreante a desistir. Walkner pelo menos deixou sua marca vencendo sua primeira especial num Dakar.

Durante a etapa, quem enfrentou problemas mais sérios foi o espanhol Juan Pedrero Garcia, com uma Yamaha semi-oficial. Uma falha mecânica deteve o piloto na altura do km 303, tirando-o de qualquer possibilidade de fechar o Rali Dakar 2015 entre os dez primeiros. E após os problemas enfrentados há dois dias, o também espanhol Joan Barreda Bort resolveu apertar aquele “famoso” botão e acelerar o quanto puder para descontar terreno e terminar com uma colocação honrosa: o piloto da Honda venceu a 10ª etapa com o tempo de 4h07min11seg.

Marc Coma manteve Paulo Gonçalves e Pablo Quintanilla sob controle: conseguiu um excelente 2º lugar a 1min39seg de Barreda, resultado que o deixa ainda na liderança geral, com 7min35seg de frente para o português da Honda. Por falar em português, Ruben Faria, da KTM, foi o terceiro na especial desta quarta-feira.

Toby Price mantém seu excelente 4º posto geral com mais uma quarta colocação, enquanto Gonçalves perdeu um pouco de terreno ao longo do dia para terminar em quinto, seguido por Stefan Svitko, Hélder Rodrigues e Pablo Quintanilla. Ivan Jakes concluiu em nono e o holandês Hans Vogels emplacou seu segundo top 10 neste Dakar.

O brasileiro Jean Azevedo confirmou seu melhor resultado na competição. Terminou em décimo-oitavo, com o tempo de 4h23min45seg, o que lhe fez subir para 23º na classificação geral.

O resultado da etapa #10 nas motos:

1º #2 Joan Barreda Bort (Honda) – 4h07min11seg
2º #1 Marc Coma (KTM) – 4h08min50seg
3º #11 Ruben Faria (KTM) – 4h09min08seg
4º #26 Toby Price (KTM) – 4h09min25seg
5º #7 Paulo Gonçalves (Honda) – 4h09min57seg
6º #18 Stefan Svitko (KTM) – 4h13min33seg
7º #5 Hélder Rodrigues (Honda) – 4h13min37seg
8º #31 Pablo Quintanilla (KTM) – 4h13min40seg
9º #21 Ivan Jakes (KTM) – 4h16min10seg
10º #37 Hans Vogels (KTM) – 4h17min30seg

Classificação geral:

1º #1 Marc Coma – 38h13min50seg
2º #7 Paulo Gonçalves – 38h21min25seg
3º #31 Pablo Quintanilla – 38h45min32seg
4º #26 Toby Price – 38h45min56seg
5º #18 Stefan Svitko – 38h59min09seg
6º #9 David Casteu – 39h55min04seg
7º #11 Ruben Faria – 39h55min30seg
8º #29 Laia Sanz Pla-Giribert – 40h18min50seg
9º #21 Ivan Jakes – 40h29min31seg
10º #3 Olivier Pain – 41h04min01seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>