MENU

8 de abril de 2015 - 18:50Automobilismo Nacional

Oito categorias na pista: é o Endurance Brasil 2015

7021335_orig

O MCR da Satti Racing deve participar do Endurance Brasil na categoria P3

RIO DE JANEIRO - Se você quer bom automobilismo no Brasil, vá ao Rio Grande do Sul. A gauchada mais uma vez dá exemplo e transforma o seu regional de Endurance quase num certame nacional, pelo grande interesse que a competição vem despertando em equipes e pilotos de fora daquele estado. Neste domingo, vai começar em Tarumã o “novo” campeonato Endurance Brasil, um Gaúcho ‘vitaminado’, podemos dizer assim.

Até porque o regulamento aprovado para este ano prevê a participação de oito subclasses, divididas por características dos carros e cilindrada dos motores. Protótipos, carros de Grã-Turismo e de Turismo derivados de produção em série e até com chassis gaiola podem participar do Endurance Brasil, assim subdivididos:

GP1 – É a principal categoria, para GTs nacionais e importados e protótipos com motor turbo até 2,1 litro e aspirados com cilindrada superior a 2,1 litro.

P2 – Categoria para Esporte-Protótipos com motor aspirado até 2,1 litro multiválvulas (16V).

P3 – Categoria para Esporte-Protótipos com motor aspirado até 2,1 litros com quatro cilindros e 8 válvulas.

GT1 – Agrega os modelos “bolha” como os Stock Car e o Fiat 500 da Metalmoro, por exemplo, além dos modelos GT3 FIA fabricados até 2008 e os modelos GT4. O regulamento prevê equalização entre os modelos, com o uso de restritores de admissão, limite de peso, largura dos pneus e altura em relação ao solo.

GT2 – Categoria exclusiva dos Maserati Trofeo que ainda sobrevivem após a disputa do Trofeo Maserati e do Brasileiro de GT na categoria GT4.

TS – Categoria destinada aos modelos Turismo Força Livre, como os Linea T-Jet, com cilindrada limite em 2,2 litros.

T1 – Categoria dos modelos Turismo até 2,1 litros, com alterações permitidas na carroceria.

T2 – Categoria dos modelos Turismo até 1.650cc, sem modificações no desenho de suspensão e longarinas, câmbio original com retrabalho permitido, freios originais e rodas com máximo de 15″ de aro.

Mais de 50 carros são aguardados para a etapa inaugural, mas algumas ausências já se fazem sentir: o piloto Claudio Ricci avisou pelas redes sociais que o MR 18 Audi Turbo que ele divide com os gêmeos Felipe e Vinícius Roso não vai à pista neste fim de semana.

A lista provisória de inscritos para a 1ª etapa do Endurance Brasil é esta:

GP1

Protótipo MRX Audi Turbo #28 – Juliano Moro
Protótipo MC Tubarão X Corvette – Tiel de Andrade/Oswaldo Scheer
Protótipo MRX Nissan V6 #80 – Alexandre Finardi/Felipe Bertuol/Nelson Silva Jr.
Protótipo Predador Opel #20 – Jair Bana/Duda Bana
Protótipo MR18 #91 – Jorge Machado
Protótipo MRX #75 – Henrique Assunção/Ronaldo Kastropil
Lamborghini Gallardo LP560 – Fernando Poeta/Andersom Toso/Guilherme Daudt

P2

Protótipo Tornado Hayabusa – Guaracy Costa/Rafael Costa
Protótipo MRX Ford Duratec #65 – Nilson Ribeiro/José Cintra Ribeiro
Protótipo MRX #17 – Emílio Padron Ianez
Protótipo Tornado Hayabusa #3 – Cali Crestani

P3

Protótipo Spyder #2 – Igor Eberle/Sandro Loff
Protótipo Spyder #8 – Rogério “Baretta” Xavier
Protótipo Spyder – Jansen Bueno
Protótipo MCR – Marco Bernardes
Protótipo Spyder – Roberto Lacombe
Protótipo Spyder – Rafael Simon/Gustavo Simon
Protótipo Tubarão VII #78 – Franco Pasquale
Protótipo MCR #96 – Marcelo Vianna/Hardy Kohl/Lucas Kohl
Protótipo Spyder – José Antonio Sala
Protótipo Spyder #144 – Jefferson Leandrini
Protótipo Spyder – Gustavo Tomazini

GT1

Chevrolet Montana – Humberto Giacomello
Peugeot 307 #86 – Gustavo Frigotto/Guto Matiazzi
Ferrari 430 Challenge #21 – Valter Rossete
Ferrari F430 – Ricardo Mendes/Carlos Kray
Chevrolet Vectra – Neuy Faustini
Maserati Granturismo – Ricardo Kastropil
Lamborghini LP520 – Wilson Jr./Elias Azevedo
Fiat 500 – Celso Schuler

GT2

Maserati Trofeo – Luis Augusto Bassani
Maserati Trofeo – Claudio Ricci
BMW M3 – Rui Machado Filho
Maserati Trofeo – Vicente Daudt/Severino Oppelt/Adriano Alves
Maverick V8 #302 – Leovaldo Petry
Fiat Linea #69 – Kauê de Souza/Júlio Martini

TS

Volvo C30 #177 – Rodrigo Bacher/Cícero Paiva/Júlio Martini
VW Gol #41 – Alexandre Romanzini/Bruno Romanzini
Ford Escort #51 – Telmo Júnior

T1

VW Gol #7 – Aldoir Sette/Marçal Müller
VW Gol #45 – Aírton Diehl
VW Passat – Rodrigo Bonora
VW Fusca – Leonardo Flores
VW Fusca #64 – João Pedro Coelho/Marcelo Miranda
VW Passat – Cleiton Krause/Niltão Amaral
VW Gol #88 – Juarez Terres/Ricardo Terres
VW Golf – Gustavo Dal Bosco
Chevrolet Celta #531 – pilotos a confirmar
VW Gol #25 – Eduardo Pandolfo/Fabiano Troian

T2

Chevrolet Corsa #121 – Jean Elias/Luiz Carlos Prado
Chevrolet Corsa #52 – Tamar Peretti/Pedro Ávila
Ford Fiesta #63 – Giancarlo Scomazzon/Edi Postal
VW Gol – Márcio Martins
Ford Fiesta #45 – César Cardoso
VW Gol #146 – Fernando Miranda/Ricardo Hoitman

8 comentários

  1. Otávio disse:

    Alguém sabe se essa corrida será transmitida pela internet pelo menos?

  2. Fernando Lima disse:

    Esta categoria prova o óbvio: Quando a coisa é feita com dedicação e seriedade, dá certo. Pena a CBA e certos promotores, que se acham os em seus eventos ocorrem lambanças como as vistas em Ribeirão Preto, não sigam este exemplo.

  3. Paolo reis disse:

    - Legal quando o jornalista dá o crédito ao fotógrafo … Att Paolo Reis

  4. Vai ter livetime da cronomap e transmissão ao vivo pelo site http://www.endurancebrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>