MENU

18 de maio de 2015 - 19:11Fórmula Indy, Vídeos

CRASH!

RIO DE JANEIRO - Pois é… Hélio Castroneves, Josef Newgarden, Pippa Mann e Ed Carpenter saíram ilesos de acidentes nos treinos das 500 Milhas de Indianápolis. Mas James Hinchcliffe, não.

O piloto canadense da equipe Schmidt Peterson Motorsports conseguira o 23º lugar no grid com seu Dallara Honda e acabou por se machucar no acidente do vídeo acima. James foi operado no Hospital Metodista de Indianápolis com uma lesão na coxa esquerda.

Certamente temos um desfalque na corrida e a escuderia terá que se socorrer de um substituto às pressas. O carro #5 largará da última posição do grid, pois pelo regulamento, quem se classifica é o carro e não o piloto.

11 comentários

  1. Emerson asato disse:

    Bruno Junqueira como supersub.

  2. Alvaro Ferreira disse:

    Pelo visto, as mudanças decididas de última hora funcionaram na classificação, com um carro só na pista. Mas com mais carros… Achei que, no vácuo, ele perdeu a frente e foi pro muro. Perda de sustentação aerodinâmica?
    Tô preocupado com essa corrida.

  3. Fernando Lima disse:

    Sendo falha mecânica ou não, ocorre que esses novos kits estão fazendo os carros decolarem ao bater ou rodar…imaginem o que possa acontecer caso haja um pelotão de 3, 4 ou 5 carros trocando vácuo…a Indycar tem apenas alguns dias para tomar providências ou poderemos ver um show de horrores no domingo…

  4. Vinicius disse:

    Se em Indianapolis já está ocorrendo isso,imagina o que poderia acontecer naquele oval monstruoso do Texas.

    Da até medo pensar em uma repetição do ocorrido com Kenny Brack em 2003.

    • Gustavo Oliveira disse:

      Exatamente, Vinicius. A inclinação da pista de Fort Worth é absurda – pista desenhada para a Nascar – vale lembrar que a CART já teve que cancelar uma etapa lá por temer que os pilotos simplesmente desmaiassem dentro do carro.

      • Vinicius disse:

        Bem lembrado Gustavo.

        Foi lá que o Gugelmin teve dois acidentes muito feios e o Da Matta também bateu muito forte lá em 2001.

  5. Jose Wesley disse:

    Sei que é difícil para os fãs dizer isso. Mas acho que essa corrida deve ser cancelada ou adiada até que se encontre solução.
    Acabo de ler que o Hinchcliff correu risco de morte por ter a perna perfurada pelo braço de suspensão (isso é muito grave! o automobilismo é perigoso, mas não deve se tornar uma matadouro à disposição do entretenimento). Ter aumentado a velocidade dos carros com os kits não parece ter sido uma decisão segura, os carros estão decolando com muita facilidade, se algum dele voar em direção ao alambrado poderemos ter outro acidente grave.
    Não sei o que dizer como contornar o problema, talvez voltar aos kits anteriores ou instalar proteções de acrílico à frente do alambrado … sei lá…

    Será um domingo tenso…

    • Fernando Lima disse:

      Segundo o site Grande Premio, Hinchicliffe correu mesmo o risco de morrer e está fora do resto da temporada. Por este e pelos outros acidentes, ou a Indycar toma providências, mesmo que seja voltar ao conjunto aerodinâmico utilizado até o ano passado, ou este domingo vai ficar marcado na história da categoria…negativamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>