MENU

29 de junho de 2015 - 13:08WTCC

López volta às vitórias – com polêmica – no WTCC

RIO DE JANEIRO - Campeão do ano passado no Mundial de Carros de Turismo (WTCC), o argentino José María López fez as pazes com as vitórias. Após um jejum de seis provas, o piloto do Citroën C-Elysée #37 faturou uma das duas provas disputadas neste domingo no circuito de Paul Ricard, na França – não sem antes com uma boa dose de polêmica.

O problema se deu na 8ª volta, metade das 16 voltas previstas na segunda corrida, quando o argentino não afinou na disputa com o português Tiago Monteiro, da Honda. Valia a 2ª posição e López não hesitou em tirar o rival do seu caminho, como vocês poderão ver no vídeo abaixo.

A direção de prova entendeu que não houve dolo na manobra e López, que perdera uma posição para o chinês Ma Qing Hua, logo ultrapassou o companheiro de equipe e após isto, o húngaro Norbert Michelisz para conquistar a quinta vitória dele em 2015 e 15ª do sul-americano no WTCC. Yvan Muller, que vinha de três vitórias nas últimas seis provas, terminou em 4º lugar na prova #2 e em segundo na primeira. Com isso, “Pechito” voltou a ampliar vantagem na liderança do campeonato. Agora, 39 pontos separam o líder do vice-líder (282 a 243).

Sébastien Loeb também deixou sua marca: fez a pole position com grande autoridade e venceu a prova #1, sem qualquer susto. Foi a quinta vitória do multicampeão de Rali no WTCC e a terceira dele no campeonato deste ano, liderando a quadrifeta dos C-Elysée oficiais de fábrica. Mesmo sem pontuar na segunda prova, logo abandonando na quarta volta, o piloto está sólido no campeonato em 3º lugar, com 208 pontos. Tiago Monteiro segue em quarto, mas com Ma Qing Hua e Norbert Michelisz agora bem próximos dele na classificação.

A próxima etapa, no circuito português de Vila Real, é a última em solo europeu neste ano. Após isto, carros e equipamentos serão transportados de navio para o Oriente, onde a categoria disputa provas no Japão, China e Tailândia, por fim seguindo para o Catar e a corrida final, no circuito de Losail.

O resultado da corrida #1 em Paul Ricard:

1. Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée) – Citroen – 16 voltas em 24’38″108
2. Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 6″020
3. José Maria Lopez (Citroen C-Elysée) – Citroen – 7″147
4. Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée) – Citroen – 9″102
5. Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – Roal – 12″638
6. Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo –16 “032
7. Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda Jas – 16″286
8. Gabriele Tarquini (Honda Civic) – Honda Jas – 20″888
9. Mehdi Bennani (Citroen C-Elysée) – SLR – 27″191
10. Jaap Van Lagen (Lada Vesta) – Lada – 31″589

O resultado da corrida #2:

1. José Maria Lopez (Citroen C-Elysée) – Citroen – 16 voltas em 24’50″700
2. Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 1″449
3. Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée) – Citroen – 2″156
4. Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 3″165
5. Gabriele Tarquini (Honda Civic) – Honda Jas – 12″071
6. Hugo Valente (Chevrolet Cruze) – Campos – 16″645
7. Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – Roal – 16″681
8. Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – Roal – 16″792
9. Mehdi Bennani (Citroen C-Elysée) – SLR – 22″667
10. Rickard Rydell (Honda Civic) – Honda Sweden – 24″009

Classificação do campeonato:

1. José María López – 282 pontos
2. Yvan Muller – 243
3. Sébastien Loeb – 208
4. Tiago Monteiro – 114
5. Ma Qing Hua – 113
6. Norbert Michelisz – 112
7. Gabriele Tarquini – 110
8. Tom Chilton – 76
9. Hugo Valente – 63
10. Rob Huff – 55
11. Mehdi Bennani – 50
12. Tom Coronel – 33
13. Stefano D’Aste – 16
14. Nicky Catsburg – 13
15. Jaap Van Lagen – 12
16. James Thompson – 6
17. John Filippi – 5
18. Rickard Rydell – 4
19. Grégoire Demoustier – 2
20. Sabine Schmitz e Néstor Girolami – 1

2 comentários

  1. Yann disse:

    Concordo com a direção de prova, não vejo intenção na batida.
    No replay de frente o argentino esta com o carro inteiro na zebra, ou seja, ele deu espaço para o portuga.

  2. Leandro disse:

    Só assisti a primeira corrida, a segunda eu nao consegui ver.
    Acho o Pechito um monstro, o que ele fez em Nurburgring por exemplo foi assombroso, mas ai mesmo tempo é macante ver ele ganhar todas rsrsrs.
    Mas não achei sujeira dele não essa manobra. O Pechito tava praticamente fora da pista, o português exagerou na “espalhada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>