MENU

17 de junho de 2015 - 13:04Mundial de Endurance

WEC: 34 carros confirmados para as 6h de Nürburgring

dl-le-mans-race-07

Campeã em Le Mans, a Porsche assumiu a liderança do Mundial de Construtores do WEC entre os protótipos

RIO DE JANEIRO - Le Mans já faz parte do passado e é hora de olhar para a frente, pelo menos para as equipes do Mundial de Endurance (FIA WEC). Por isso, sem demora, os organizadores do campeonato já trataram de divulgar a lista completa de inscritos para a 4ª etapa da temporada, mesmo sabendo que ela acontece somente no último domingo de agosto. As 6 Horas de Nürburgring, que fazem parte do calendário do certame pela primeira vez, terão um total de 34 inscritos.

Lista completa de inscritos das 6h de Nürburgring

São onze protótipos LMP1, nove LMP2, sete LMGTE-PRO e também sete LMGTE-AM no evento que deverá atrair enorme mídia principalmente para a Audi, ganhadora das duas primeiras etapas do WEC e também para a Porsche, líder do Mundial de Construtores pela primeira vez após o triunfo de Le Mans, que elevou a casa de Weissach ao total de 140 pontos, contra 124 dos rivais de Ingolstadt, 71 da Toyota e nenhum da Nissan.

audi_motorsport-150614-3392

Tréluyer, Fässler e Lötterer chegam a Nürburgring na liderança do Mundial de Pilotos, com o 3º posto nas 24h de Le Mans

Apesar da glória recente em Sarthe, a liderança geral do Mundial de Pilotos é da trinca do Audi #7 guiado por Marcel Fässler/Andre Lotterer/Bénoit Tréluyer. Com o 3º lugar nas 24h de Le Mans, eles passaram ao total de 80 pontos, contra 60 do britânico Nick Tandy e 58 de Earl Bamber e Nico Hülkenberg. O brasileiro Lucas Di Grassi e seus parceiros Oliver Jarvis e Loïc Duval ocupam a 6ª colocação com 40.

Nas 6h de Nürburgring, a Nissan tentará buscar os primeiros pontos em 2015 após a estreia mais do que atribulada dos seus GT-R LM Nismo com motor dianteiro. O protótipo será guiado por apenas quatro pilotos na Alemanha: o #22 terá Harry Tincknell/Max Chilton e o #23 vai com Olivier Pla/Jann Mardenborough. Fica claro que Marc Gené não deverá mais voltar ao posto de piloto titular – será que ele realmente sabia o quão difícil seria o carro concebido por Ben Bowlby? Vai saber…

dl-le-mans-race-19

A KCMG terá Nick Tandy de volta para ajudar Richard Bradley e Matt Howson a manter a ponta na classe LMP2; Pipo Derani quer recuperar a liderança do campeonato

Vencedor em Le Mans, Nick Tandy vai voltar à classe LMP2 em Nürburgring para ajudar Richard Bradley e Matt Howson a conservar a liderança do FIA Endurance Trophy para os pilotos desta categoria. Com o triunfo em Sarthe, os pilotos do Oreca Nissan #47 superaram a trinca formada por Pipo Derani/Ricardo González/Gustavo Yacamán, que chegaram em 4º lugar nas 24 Horas e levaram os pontos da terceira posição. São quatro pontos (78 a 74) separando as tripulações que brigam pela dianteira. Nicolas Lapierre, que salvo qualquer eventualidade não volta a disputar uma corrida neste ano, é o 3º colocado com 66. Nas outras equipes da categoria, nenhuma novidade.

A divisão LMGTE-PRO chega à Alemanha com a Ferrari comandando com tranquilidade a classificação do Mundial de Construtores: 144 pontos, contra 99 da Porsche e 84 da Aston Martin. Gianmaria Bruni/Toni Vilander, da AF Corse, lutam para manter a liderança na classificação entre os pilotos. Eles têm 61 pontos, contra 57 de Davide Rigon/James Calado e 52 de Aleksej Basov/Viktor Shaitar/Andrea Bertolini – lembrando que no World Endurance Cup para os pilotos de Grã-Turismo, as classes LMGTE-PRO e LMGTE-AM pontuam juntas.

2015-24-Heures-du-Mans-Adrenal-Media-ND5-7214_hd

Após uma estreia difícil em Le Mans, Fernando Rees busca a segunda vitória em 2015 na LMGTE-PRO

Fernando Rees, que venceu as 6h de Spa-Francorchamps com os parceiros Richie Stanaway e Alex MacDowall, ainda está no páreo: com 39 pontos, o brasileiro ocupa o 5º lugar na tabela e se o Aston Martin tiver a mesma performance das provas anteriores, a chance é grande de acontecer a segunda vitória na temporada.

Na LMGTE-AM, Shaitar/Basov/Bertolini aproveitaram bem o azar da trinca do Aston Martin #98 e aparecem na liderança entre os pilotos, com um total de 80 pontos – catorze à frente de Emmanuel Collard/François Perrodo/Rui Águas. Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Mathias Lauda caíram inclusive para a 4ª posição, com 53 pontos. Como curiosidade, um dos carros inscritos para as 6h de Nürburgring vai competir no fim do mês em Watkins Glen – o Corvette #50 da Larbre Competition, mesmo ainda sem marcar nenhum ponto neste ano, vai para a corrida do Tudor United SportsCar Championship como paliativo para substituir o C7-R destruído no acidente em Le Mans. Como não há tempo hábil para a reconstrução do chassi, o #50 será despachado para os EUA e vai correr com Jan Magnussen/Antonio Garcia na próxima etapa do certame estadunidense. Depois, como previsto, volta para a França – certamente com alguma melhoria by Pratt & Miller.

Coisas do automobilismo…

11 comentários

  1. Fernando Lima disse:

    Inicialmente, torcerei para que duas coisas aconteçam: Que os Porsches mantenham os esquemas de cores de Le Mans, que ficou muito legal, vermelho para o #17 e preto para o #18, e a transmissão da corrida no Fox Sports.
    Mattar, sei que não cabe a você esta informação, mas tem alguma novidade sobre a volta do WEC ao Brasil, como etapa inaugural ano que vem? De qualquer forma, se Maome não vem até a montanha…estou me programando para ir a Le Mans em 2017.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Novidade sobre o WEC no Brasil? Nenhuma por enquanto, Fernando. Zero.

      • Fernando Lima disse:

        Pois é, Mattar…minha torcida é para que retorne, mas tenho a impressão que as reformas de Interlagos visam atender única e exclusivamente à F1…por isso, mais ainda estou me programando para a realização de um sonho: Ir a Le Mans…2017 me aguarde…valeu!!

    • Tarcísio Frascino Fonseca disse:

      Se você puder ir na edição 2016, vai coincidir com a Eurocopa 2016 a ser disputada na França.

  2. Nick Nagano disse:

    O Michael Krumm desistiu de continuar entre os pilotos do GT-R LMP1 ou é só pra essa etapa? Porque ele não tem outro compromisso, pois ele trocou a SGT pelo programa da NISMO no WEC. Se ele tiver desistido, que pena…

  3. Cuca Beludo disse:

    Acho estranho em pleno Junho não ter nada sobre as 6 Horas de São Paulo sendo que o Pierre Fillon falou em letras garrafais ao Marc Arnoldi minutos antes da largada no ano passado que o evento voltaria ao Brasil em 2016 e teria uma reunião para decidir o futuro do evento no inverno europeu, o que convenhamos, já se foi a bastante tempo.

    • Rodrigo Mattar disse:

      O que eu sei é que a organização do evento, caso continue, dificilmente volta às mãos do Emerson Fittipaldi.

      • Fernando Lima disse:

        Só espero que não vá para as mãos da Vicar…não acho tudo isso as competições (Stock Car, Marcas, Mercedes…) hoje promovidas por eles.

  4. Fabio disse:

    Pra você qual seria o número de carros ideal de LMP1, LMP2, GT-PRO e GT-AM para as 24 horas de Le Mans? Achei um pouco desproporcional como foi esse ano.

  5. Michel disse:

    Rodrigo, passa alguns links pra podermos assistir aos treinos e à prova…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>