MENU

28 de julho de 2015 - 15:41Automobilismo Nacional, Stock Car

Bulha na Stock

RIO DE JANEIRO - Palavra de honra que eu tento ficar sem falar mal do automobilismo brasileiro. Aí eu faço que nem o Raphael Claus em Chapecoense x Fluminense. Voltei atrás e desisti.

A Stock Car é a bola da vez, com o anúncio da suspensão de Cacá Bueno para a etapa deste fim de semana da categoria. O piloto despejou alguns epítetos contra a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), na etapa de Ribeirão Preto da categoria. As palavras pouco elogiosas do pentacampeão da categoria foram gravadas e exibidas na transmissão da emissora que detém os direitos da categoria.

199199_337446_08_10_caca_0002-800x533

Suspenso: Cacá Bueno não corre em Curitiba pela Stock e vê o sonho do 6º título mais difícil. (Foto: Diário Motorsport/Reprodução)

O piloto tivera a punição anunciada no mês passado, acompanhada de uma multa pecuniária, mas a equipe Red Bull Racing, chefiada por Andreas Mattheis, conseguira efeito suspensivo para que o piloto disputasse a rodada de Santa Cruz do Sul. Preventivamente, Cacá não disputou também os 1000 km de Paul Ricard, válidos pelo Blancpain Endurance Series.

A pá de cal veio hoje. A CBA confirmou o afastamento de Bueno na rodada de Curitiba e a equipe tratou de anunciar sua substituição pelo belga Laurens Vanthoor, considerado hoje um dos melhores pilotos de Grã-Turismo do mundo. Servindo à Audi na equipe WRT, ele disputa as séries Blancpain, além de ter participado da corrida de duplas da Stock neste ano em Goiânia junto a Valdeno Brito (o que certamente foi decisivo na escolha) e das 24 Horas de Le Mans num protótipo Ligier JS P2 HPD LMP2 da OAK Racing.

Como diz o ditado, se conselho fosse bom não se dava, vendia-se. Mas me coloco à vontade para dar um conselho a Cacá Bueno, mesmo que não receba um tostão por ele – e nem faço a menor questão disso: com tantos títulos conquistados no automobilismo brasileiro, pegue toda sua experiência acumulada, meu caro, e concentre-se na carreira internacional. Com 39 anos recém-completos, você tem um caminho longo e frutífero pela frente lá fora em categorias de Grã-Turismo, Turismo e Protótipos. A menos que o dinheiro pago pela Red Bull para que fique na Stock (e com certeza é um bom salário) lhe obrigue a continuar por aqui.

Por essas e outras é que o automobilismo brasileiro vai mal, obrigado. Quando um bom profissional como Cacá diz algumas verdades que incomodam, é hora de nos indignarmos. A punição é ridícula, um dos maiores atos de arbitrariedade já vistos na história do esporte no país – comparável talvez ao episódio em que Chiquinho Lameirão foi “suspenso” por seis meses por um dirigente da entidade lá pelos idos de 1975, num imbróglio ocorrido na etapa da extinta Fórmula Super Vê em Brasília.

Já já, o blog traz outra postagem que sem dúvida vai suscitar muita discussão.

29 comentários

  1. Carlos Eduardo Nogueira disse:

    O mundo é cruel! Ayrton Senna teve de pedir desculpas públicas ao presidente da FIA, Jean Marie Balestre para ter sua superlicença na F 1 renovada e não ofendeu a FIA nem Balestre. Roger Penske demitiu seu piloto na Cart, Paul Tracy por ele ter ofendido os mecânicos da equipe pelo rádio. Roger também demitiu seu piloto na Nascar Kurt Busch por ele ter ofendido jornalista em entrevista na TV. Educação e respeito é algo fundamental na família, na escola, em relacionamentos e no trabalho.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Concordo que educação e respeito é algo fundamental. Mas como ter respeito por uma entidade que não respeita absolutamente ninguém?

      • Carlos Eduardo Nogueira disse:

        Se ele tivesse dito: erraram, absurdo ou algo assim passaria sem punição. No esporte mundial existem sim punições em todas as modalidades. Se jogador de futebol xinga juiz, é punido na hora. Me lembro de antiga corrida na stock car onde Cacá teve toque em curva com Christian Fittipaldi, após a corrida Cacá declarou na TV: Ele não é ninguém, nunca foi nada. Na época Cacá era Campeão do Argentino de Turismo, BI Vice Campeão de Giuliano Lossaco Na Stock Car, e o Fittipaldi ninguém já tinha sido Campeão de F3 Brasileira, Campeão Mundial de F 3000, Corrido 3 anos na F1, Vitoria na Cart e vencido 24 H Daytona, os seja muito mais do que Cacá sempre foi arrogante e não respeita as pessoas, no exterior também teria sido punido.

    • Antonio Vidal disse:

      Concordo!

  2. André Fonseca disse:

    Confesso que tinha certa antipatia pelo Cacá, no passado, devido ao “papi Bueno”.

    Mas acompanhando a carreira dele lá fora, isso acabou e por diversas vezes me fiz essa mesma pergunta: pq “saporra” não passa a mão nas coisas deles e se manda para correr onde realmente vale a pena???

    Ficar na Estoque (como escreve o FG) só se a grana for muito boa mesmo!!!

  3. Carlos Eduardo Nogueira disse:

    Vale lembrar que o STJD que julgou o recurso da Equipe Red Bull, mantendo a punição imposta pela CBA nada tem a ver com a Entidade. Os ofendidos foram a Fiscal de Prova que não conseguiu dar a bandeirada, o Diretor de Prova e a CBA como um todo.

  4. Antonio Vidal disse:

    Sr. Rodrigo Mattar: Sim….uma coisa é uma coisa, outra coisa, é outra coisa. Vi a corrida. A qualidade e competência de Cacá Bueno é indiscutível, isso é umas coisa. A outra, é sua postura, diante de seus fãs e amantes do automobilismo. A PUNIÇÃO foi justa e merecida. Ele não é “intocável”….

    • André Fonseca disse:

      Antônio,

      E quando seu time perde devido a algum erro da arbitragem, vc não fica puto da vida???

      Não xinga tudo e todos???

      Agora imagina o cara dentro da bolha da Estoque quase perdendo a corrida pq a Organização não foi “tão organizada” assim…

      • Carlos Eduardo Nogueira disse:

        Antonio Vidal, concordo 100% contigo, Não podemos misturar a incompetência da atual gestão da CBA que nada faz pelo Automobilismo Brasileira, com medidas disciplinares devidas. Quando Pelé esqueceu der dar bandeirada no GP de F1 em Interlagos, o vencedor Schumacher relevou a importância do assunto. Houve também a invasão da torre de cronometragem feita pelo colérico e alterado Cacá Bueno após a corrida, tendo sido retirado pelos Seguranças conforme descreve o Diretor de Prova em entrevista na TV sobre o trabalho da Direção de Prova no automobilismo em geral

    • Rodrigo Mattar disse:

      Antonio, tem certeza que a punição foi justa e merecida? Os fiscais colocam todos os pilotos em risco e ninguém pode reclamar? Todo mundo tem que aceitar passivamente?

      Também assisti à corrida, acho que todos erraram, mas o Cacá não merecia ser reprimido dessa forma que considero injusta. Não sou advogado dele, não preciso de procuração pra defendê-lo e tenho minhas reservas com a família Bueno. Mas nesse episódio ele foi prejudicado.

      • Antonio Vidal disse:

        RodrigoenduranceMattar: Você tem sim razão quando fala do “amadorismo” de determinados “fiscais” de prova….corretíssimo!…questiono a impulsividade das palavras do piloto…da forma como ele externou a sua revolta. Cacá Bueno é uma pessoa pública, tem lá os seus fãs, portanto, deveria agir de outra maneira. Ressalto: A CBA é uma coisa, a “fala” de Cacá Bueno, é outra…usou termos inadequados…punição justa e merecida.

      • Rodrigo Mattar disse:

        Continuo sustentando a tese que a punição foi injusta. Na hora da raiva, a gente fala qualquer coisa, não é mesmo? E ele falou a mais pura verdade. Quer dizer que falar a verdade é errado? Então tá, Antonio.

      • Aline disse:

        “Perguntado se achou injusta a punição a seu piloto, Mattheis contestou o tribunal usar uma conversa do piloto com a equipe para aplicar suspensão e multa:
        - Não vou responder diretamente, mas acho que o piloto tem o direito de desabafar com o seu amigo-engenheiro-chefe de equipe, depois de não receber a bandeirada, sofrer a pressão do concorrente por mais uma volta, ver mecânicos atravessarem a pista e os carros de resgate na sua frente. A corrida termina na bandeirada. E ela não apareceu! O erro foi do Cacá? Será que estão penalizando a pessoa certa? Ele não desacatou ninguém, ele desabafou comigo, só isso!”

  5. Fernando Lima disse:

    Seguinte, senhores:

    Nunca tive simpatia pelo piloto como pessoa, e não por ser filho do “É tetra, é tetra, é tetra…”, mas sim por sua postura antes de se campeão em 2006…Cacá sempre dava declarações pesadas, inclusive contra companheiros de equipe, tudo e todos conspiravam contra ele porque era filho de quem é e tal….quando na verdade, ele tinha mais atenção e holofotes da emissora que transmite (muito mal) as corridas. Admito que ele melhorou isso e é sem dúvida o melhor piloto nacional, mas não nutro simpatia por ele assim mesmo…
    Sobre a punição, um completo absurdo, sem sentido e desnecessária…e abre uma nova discussão: Até que ponto é correto a tv expor as conversas, que são privadas, entre piloto e equipe via rádio??
    E se eu fosse ele teria largado a Stock logo no final de 2012. Seria bom para ambos, pois já é o segundo maior campeão da categoria, mas ainda muito longe do Ingo, já fez história…a Stock há muito já está pequena para ele. Se entrasse de cabeça no GT, iria longe…mas se prefere revesar, comprometendo seu campeonato na Europa por conta de encontros de datas com a Stock brasileira, vai ficar sujeito a isso. A escolha é dele.

    • Carlos Eduardo Nogueira disse:

      A corrida teve seus problemas sim, Cabe aos Pilotos e Equipes protestarem contra a CBA, Vicar, Organizador da prova e quem mais seja. No entanto Isso não abre precedente para a partir desse pensamento considerar a punição de Cacá Injusta. Na hora da raiva, o bom profissional se contém e não fala besteira em rede nacional de TV a sua conversa no rádio não é privada, assim como todas as categorias mundiais. Traçando uma analogia , como disse o Blogueiro em post anterior sobre comentário meu, SIC: Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Os fatos são mutuamente excludentes e não devem ser misturados, Houve a punição por ofensa, e isso é passível de punição em qualquer categoria mundial, não justificando a partir daí o Piloto considerar qualquer coisa!

      • Fernando Lima disse:

        Respeito seu ponto de vista, mas não concordo…coisas muito mais graves já aconteceram sem que houvesse punição desta natureza a pilotos ou quem quer que seja. Ficou nítido que ela foi dada porque o piloto, sempre falador e polêmico, desta vez voltou seu “canhão verbal” contra a CBA. inclusive nem estou aqui para advogar em favor do piloto…como já disse anteriormente em outro comentário, nem gosto dele…apenas duvido de verdade se essa punição ocorreria se a ofensa fosse contra algum adversário, reporter ou apenas à figura que deveria dar a bandeirada e, por algum motivo, não o fez .

      • Carlos Eduardo Nogueira disse:

        Obrigado Fernando Lima, também respeito a sua opinião.

    • Aline disse:

      Fernando,
      Não é que o Cacá prefira a Stock. Ele ama o que faz e faz bem feito. Os campeonatos mundiais ( não só ele corre lá fora! ), é o reflexo do trabalho dele aqui.
      O Ingo é uma lenda, é história viva!
      A era tecnológica evoluiu e tomou conta do automobilismo!
      A Stock não é pequena pra ele, uma vez que evoluem juntos. Simples, olhe os resultados!
      Ele está onde tem que estar, na equipe q está e fazendo seu trabalho!
      Não pense que a Europa é um mar de rosas, que vc tem estabilidade e integração com sua equipe.
      Escrevo com propriedade.
      Grata

  6. Pessoal,

    Como piloto amador da Copa Classic RS, pilotando um Ford Galaxie, devo dizer que com os custos que se paga para ter uma coisa organizada e se preocupar só com acelerar, frear, dobrar e usar a cabeça durante a corrida, é extremamente frustante e de extrema revolta quando acontecem erros por parte de quem deveria não errar, numa coisa simples ao meu ver que é baseada em dados de cronometragem e aspecto visual. Ainda mais quando quem executa isso tem no mínimo 15 anos fazendo isso.

    Todos são seres humanos, podem errar sim, e gerar uma baita confusão.

    Extravasar no momento do ocorrido, de cabeça quente, no calor da coisa, é do jogo…

    Para mim, o correto deveria ter sido dar uma advertência para o Cacá por ofender uma pessoa que errou ou foi levada ao erro por outras pessoas ou outros fatores ( cronometragem e falta de atenção de outros ).

    Eu no lugar do Cacá, bem possivelmente teria dito ” Mas que é o animal que está na torre ?!!!! ” ou ” tem que mandar embora um vadio destes”. Porém, isso no calor de cruzar a reta e tal…

    Já aconteceu comigo este tipo de situação onde presto serviço, com peças e atualizações de Engenharia que não foram feitas num novo lote de peças e esbravejei e xinguei ao vento tudo e todos que deveriam ter realizado o serviço. Porém depois descobri que a confusão tinha sido feita por outra pessoa, que nada tinha que ver com problema pois a soma de fatores e pessoas do SISTEMA TODO, levaram esta pessoa que nada tinha que ver com o problema a somente cumprir o serviço que sempre cumpriu, separando peças do lote anterior por falha de comunicação entre pessoas do SISTEMA TODO.

    Agora o que tem que ser feito é, se já não fizeram, analisar a causa raíz e bolar mecanismos para evitar outras situações assim.

    Sem mais…

    Falou !

    • Carlos Eduardo Nogueira disse:

      Parabéns Fabiano por competir com o Ford Galaxie, Me lembro de apenas mais um Galaxie no automobilismo brasileiro, na extinta Fórmula 5.000 disputada no extinto oval externo de Interlagos, usado na prova 500 Quilômetros de Interlagos onde competiam charutos da Mecânica Continental, Mecânica Nacional e os F Júnior Landi-Bianco. Havia Galaxie da AutoMotor pilotado por Batistinha. Nessa categoria também competiu o Ford Maverick 4 portas, que diferentemente de todos os 4 portas derivados de 2 portas, ou vice-versa tinha a distância entre eixos maior do que o Maverick 2 portas, o que proporcionava um desempenho melhor em curvas de alta velocidade

  7. Sr. Carlos,

    Muito obrigado ! Eu tinha o Galaxie desde 2000 e sempre quiz correr. Claro, que sempre quiz ter um Galaxie vermelho com o teto branco e foi aí que descobri o Galaxie da NASCAR de 1965 do Curtis Turner #41… Isso em 2001 mais ou menos. Mas só iniciei em 2008 com o Galaxie preto e praticamente original em tudo…

    Depois em 2009 a categoria se federou a FGA e os carros de passeio precisaram se enquadrar no anexo J e tudo mais. Aí transformei tudo e o resultado está no meu blog http://www.fordlandaunascar.blogspot.com.

    Tenho a reportagem sobre o Galaxie Agromotor do Batistinha que só não venceu o campeonato na última prova pois arrumaram uma desculpa por baixo dos panos se lembro bem do texto…

    Mas é isso. Agradeço novamente e aproveito para recomendar que procurem os vídeos da NASCAR de 1965 em Riverside 500… é de chorar com os banheirões batendo porta e saltando barranco…. heheheheheh

    Desde já aproveito pra deixar convidados todos vocês, em especial o Rodrigo e equipe FOX SPORTS para as 12 Horas de Tarumã no final do ano, sempre na primeira semana de Dezembro.

    Espetáculo e churrasco garantidos, seja nos boxes, seja no barranco do Tala ou na cerca da Curva 1.

    Grande abraço !

    • Carlos Eduardo Nogueira disse:

      Fabiano, fico contente com sua dedicação em competir com esse ícone da Ford Brasileira. Inicialmente o carro era da Equipe Agromotor, na época, já extinta como Concessionária Willys Overland do Brasil. O titular da marca Agromotor, que ainda hoje é loja de peças na Rua Ana Nery, na Móoca aqui em Sampa protestou pelo uso da marca, O Sr. Batista, pai do Batistinha que também foi funcionário da Agromotor, acatou a decisão judicial e mudou para o nome AutoMotor, no entanto mantendo o grafismo e logotipia da AgroMotor. Obrigado pelo convite e sucesso nas suas disputas. Grande Abraço!

    • Aline disse:

      Cool!!!!
      Parabéns pelo carro!
      O Cacá estava falando com meu pai no radio e não ao publico!
      Engraçado…. só o nosso radio vive aberto… É Mattheis Bueno!

  8. Fernando Lima disse:

    Só uma última coisa sobre este episódio: Esta corrida, se não estiver enganado, foi exatamente num mesmo fim de semana da etapa inaugural do Blancpain Sprint Series, em Nogaro…como se não bastasse, a Stock, de certa forma, atrapalha o progresso da carreira européia do Cacá Bueno, uma vez que a ausência em um de seis eventos afeta diretamente o campeonato de pilotos.

  9. Marcelo Carloviche disse:

    ´Quem é o adversário direto dele no campeonato ?
    Há ok, obrigado !

    • aline mattheis disse:

      Marcelo,
      Os adversários são o Marcos Gomes e Daniel Serra.
      OK !

      O problema do brasileiro é ficar procurando cabelo em ovo….

      Alguma irregularidade entre Marquinhos, Daniel e Cacá?

  10. Raphael disse:

    Sabemos que foi um erro humano e isso pode acontecer ( no caso, pra mim foram vários erros) mas acho que o calor e adrenalina do momento o Cacá descascou. Punição injusta, o STJD não pode punir a “entidade” CBA também? Pelas m…… que fizeram ou deixaram que fizessem com Brasília, Rio de Janeiro, etc…..

Deixe uma resposta para Aline Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>