MENU

23 de agosto de 2015 - 11:53Rali

Tricampeonato encaminhado

000b0372-642

Absoluto: Ogier venceu pela sexta vez no ano e encaminhou mais um título, o terceiro consecutivo

RIO DE JANEIRO - Finalmente! Após dois anos sofrendo derrotas em seu próprio território, a Volkswagen triunfou – e em grande estilo – no Rali da Alemanha, 9ª etapa do WRC. Sébastien Ogier e seu navegador Julien Ingrassia passaram por cima dos problemas enfrentados no ano passado e dominaram a competição desde seu início, até o último dia de provas. Com a vantagem que tinham sobre Jari-Matti Latvala/Mikka Anttila, nem precisaram vencer o Power Stage em Dhrontal para levar os três pontos extras referentes ao melhor tempo do SS21. Os finlandeses foram os mais rápidos no percurso e terminaram 23 segundos atrás dos vencedores da prova.

Latvala mantém a vice-liderança do campeonato com 114 pontos, mas muito atrás do rival e companheiro de equipe: Ogier soma 207 pontos – são 93 de vantagem. Com 112 pontos em jogo, nada impede que Sébastien conquiste o tricampeonato antecipado. Se não na próxima etapa do campeonato, bem possivelmente em casa, no Rali da Córsega, na França.

A equipe chefiada por Jost Capito conquistou uma vitória sem qualquer tipo de contestação por parte dos rivais. E ainda fez 1-2-3 no pódio, porque Andreas Mikkelsen se manteve sólido em sua posição até o final, com cerca de dois minutos de desvantagem. A quarta colocação foi de Dani Sordo, um fato raro na temporada do experiente espanhol até aqui – terminando à frente do companheiro de Hyundai Thierry Neuville. O vencedor da prova ano passado não teve nenhuma possibilidade de bisar o feito e se contentou com mais 10 pontinhos no campeonato.

Nas demais posições, poucas surpresas: Elfyn Evans solidificou seu 6º posto e Mads Østberg não pôde ir além do sétimo lugar com seu Citroën. Kris Meeke, sem pontuar (pois chegou em 12º na geral), deu tudo de si no Power Stage e foi o segundo mais rápido do último trecho cronometrado. Insuficiente sequer para passar o Hyundai de Kevin Abbring. Ött Tanak, Hayden Paddon e Stéphane Lefevbre fecharam os dez melhores do Rali da Alemanha.

Na divisão WRC2, vitória de Jan Kopecky – mais uma, aliás, para a equipe oficial da Skoda, que com seu modelo Fabia desafia Ford, Citroën e Peugeot com grande autoridade. Eric Camilli, com seu carro preparado pela Oreca, chegou em segundo, seguido por Yuriy Protasov, Quentin Giordano e Nasser Al-Attiyah. Teemo Suninen, com um Citroën, levou a melhor na divisão WRC3/JWRC.

A próxima etapa do campeonato é o Rali da Austrália, no mês de setembro.

Resultado final do Rali da Alemanha:

1. Ogier-Ingrassia (VW Polo Wrc) – 3.35’49”5
2. Latvala-Anttila (VW Polo Wrc) – 23”0
3. Mikkelsen-Floene (VW Polo Wrc) – 1’56”6
4. Sordo-Marti (Hyundai i20 Wrc) – 2’09”3
5. Neuville-Gilsoul (Hyundai i20 Wrc) – 2’33”8
6. Evans-Barritt (Ford Fiesta RS Wrc) – 2’52”1
7. Ostberg-Andersson (Citroen DS3 Wrc) – 3’12”5
8. Tanak-Molder (Ford Fiesta RS Wrc) – 4’26”6
9. Paddon-Kennard (Hyundai i20 Wrc) – 4’46”8
10. Lefebvre-Prevot (Citroen DS3 Wrc) – 4’54”5

Classificação do campeonato após 9 etapas:

1. Sébastien Ogier – 207
2. Jari-Matti Latvala – 114
3. Andreas Mikkelsen – 98
4. Mads Østberg – 90
5. Thierry Neuville – 80
6. Elfyn Evans – 61
7. Kris Meeke – 56
8. Ött Tanak – 54
9. Dani Sordo – 52
10. Hayden Paddon – 46
11. Martin Prokop – 33
12. Khalid Al-Qassimi – 9
13. Juho Hänninen e Yuriy Protasov – 8
15. Nasser Al-Attiyah, Abdulaziz Al-Kuwari, Robert Kubica e Sébastien Loeb – 6
19. Esapekka Lappi, Diogo Domínguez e Paolo Andreucci – 4
22. Nicolás Fuchs, Pontus Tidemand, Gustavo Saba e Jan Kopecky – 2
26. Jari Ketomäa, Stéphane Lefevbre e Lorenzo Bertelli – 1

1 comentário

  1. Vinicius disse:

    Kubica aprontou alguma nesse rali?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>