MENU

20 de setembro de 2015 - 18:28United Sports Car Championship

TUSC: 60 vezes Scott Pruett

2015 TUDOR United SportsCar Championship Austin

Scott Pruett e seu parceiro Joey Hand chegam à primeira vitória no TUSC em 2015 (Foto: IMSA)

RIO DE JANEIRO - Aos 55 anos de idade, Scott Pruett continua em forma e ainda é capaz de feitos como o do último sábado. O veterano piloto da Chip Ganassi Racing venceu com Joey Hand a Lone Star Le Mans, penúltima etapa do Tudor United SportsCar Championship, disputada no Circuito das Américas (COTA), em Austin. Pena para a dupla do Ford EcoBoost Riley DP #01 que o triunfo tenha sido tão tardio, pois as chances deles são diminutas quanto a título. Mas a vitória teve um significado especial: foi a 60ª conquista de Pruett nas provas de longa duração nos EUA.

Largando da pole position num grid de 36 carros, Pruett dominou no primeiro stint e fez sua parte até entregar o volante para Hand. A estratégia de três paradas funcionou a contento e, apesar da corrida ter tido uma grande variedade de líderes (sete ao todo, inclusive o insólito DeltaWing e até um dos Prototype Challenge), o protótipo azul e branco da CGR não foi contestado. A dupla recebeu a quadriculada com pouco menos de 17 segundos de vantagem para os irmãos Ricky e Jordan Taylor, que após uma péssima classificação fizeram uma excelente corrida e terminaram em segundo.

Resultado final da Lone Star Le Mans

Oswaldo Negri largou na segunda fila e fez mais uma ótima apresentação ao lado do parceiro John Pew, porém sem conquistar um lugarzinho no pódio: a dupla do #60 da Michael Shank Racing terminou em quarto lugar, superada pelo Corvette DP dos líderes do campeonato Michael Valiante/Richard Westbrook. A dupla da Spirit of Daytona tem grandes chances de conquistar o título e evitar o bicampeonato de Christian Fittipaldi/João Barbosa. Basta a eles completar uma distância mais do que suficiente na última etapa, a Petit Le Mans, em Road Atlanta, para chegar lá.

Por falar na dupla do Corvette DP #5 da Action Express Racing, embora tenham liderado a disputa por duas voltas, por conta da estratégia, Barbosa e Fittipaldi terminaram num modesto 10º lugar na geral e sexto na Prototype, por conta de uma penalização por infração ao regulamento nas paradas de box. O resultado no COTA deixa o luso e o brasileiro seis pontos atrás dos líderes, empatados com os companheiros de equipe Eric Curran/Dane Cameron, que terminaram em 5º lugar.

2015 TUDOR United Sportscar Championship Austin

Perto do bicampeonato: Jonathan Bennett/Colin Braun ganharam mais uma na Prototype Challenge (Foto: IMSA)

Na Prototype Challenge, Colin Braun/Jonathan Bennett deram o passo decisivo para conquistar o título da temporada – aliás, para o bicampeonato. A dupla do Oreca FLM09C da CORE Autosport chegou em 5º lugar na geral e se mostrou imbatível no Texas. A vantagem para o segundo da classe, o protótipo da RSR Racing guiado por Chris Cumming e pelo brasileiro Bruno Junqueira foi de cerca de 25 segundos. Mike Guasch/Tom Kimber-Smith completaram em 4º na categoria, resultado que dá a Bennett/Braun uma confortável vantagem de 12 pontos antes da última etapa da temporada.

A Porsche dominou nos treinos da GTLM, mas quem riu por último foi a rival germânica BMW, numa das últimas apresentações do modelo Z4 GTE. Numa corrida repleta de alternativas, o carro #25 de Dirk Werner/Bill Auberlen superou nos minutos finais a Ferrari de Pierre Kaffer/Giancarlo Fisichella para chegar à vitória em sua categoria. Líder do campeonato, Patrick Pilet salvou um pódio com o 3º posto, correndo em dupla com o britânico Nick Tandy. Em contrapartida, Antonio Garcia/Jan Magnussen terminaram num apagado 6º lugar e praticamente perderam suas chances de chegar à Road Atlanta para tentar o título de 2015. O triunfo na etapa do COTA agora deixou a dupla da BMW #25 em segundo lugar – com chance, portanto, de ainda superar o ponteiro Pilet. O francês soma 279 pontos contra 276 dos pilotos do time bávaro. Magnussen/Garcia têm agora 269 pontos e a dupla Kaffer/Fisichella está em quarto, com 266.

GTD_Big_091915

Festa para Ben Keating e Jeroen Bleekemolen (à esquerda) no pódio da GTD em Austin (Foto: IMSA)

Na GTD, triunfo para o SRT Viper GT3-R de Ben Keating/Jeroen Bleekemolen, naquela que é a segunda vitória do #33 da Riley Technologies nas últimas três corridas do campeonato. E não foi fácil, porque conseguiram recuperar depois de uma penalização stop & hold de 60 segundos por conta de uma infração, para derrotar o BMW Z4 GT3 de Michael Marsal/Markus Palttala, outro que veio em excelente performance após largar de 10º no grid da categoria.

Igualmente punido por infração no box, o Audi R8 LMS de Christopher Haase/Dion Von Moltke conquistou um importante resultado: chegaram em 3º lugar, o que mantém a dupla do #48 da Paul Miller Racing na batalha pelo campeonato. O melhor Porsche foi o de Ian James/Mario Farnbacher, que concluiu em quarto, à frente de Spencer Pumpelly/Patrick Lindsey.

Apesar de não ter tido um grande resultado no COTA, a dinamarquesa Christina Nielsen segue líder na GTD. A piloto da TRG-AMR chegou em 8º em dupla com o parceiro Kuno Wittmer, resultado que deixou a nórdica com 256 pontos, um à frente de Haase/Von Moltke. Townsend Bell/Bill Sweedler completaram a prova de sábado em sexto e seguem em 3º na tabela, com 252 pontos.

O brasileiro Pierre Kleinubing e seu parceiro Ray Mason terminaram mais uma vez entre os 10 primeiros em sua divisão. Acabaram justamente em décimo e em 31º na geral. Após quatro corridas, somam 93 pontos, ocupando a 14ª colocação na classificação.

Os relógios Tudor despedem-se como primary sponsor do United SportsCar Championship na última etapa do campeonato, marcada para 3 de outubro. A Petit Le Mans será disputada em sua 18ª edição – segunda da história com duração fixada em 10h de disputa.

6 comentários

  1. Victor de Mattos disse:

    Depois do BoP promovido pela IMSA nos últimos GPs, os Corvettes estão inferiores em questão de pista…. assim fica mais fácil para os europeus… a desculpa da IMSA foi a dita “missão verde”… quem perde e público… o campeonato ficou difícil, mas a possibilidade de vencer em Road Atlanta pode coroar o ano espetacular, vencendo as 4 endurance mais importantes do calendário.

  2. Hugo Gomes disse:

    Rodrigo, só uma pergunta a Chip Ganassi vai manter o carro dela na Prototype ou a tendencia e só correr com o ou os Ford GT.

  3. Fabiano disse:

    Caro Rodrigo?

    A prova passou no FoxSports?? se não vai ter VT??

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>