MENU

20 de outubro de 2015 - 10:02Fórmula E

Força Elétrica

nelsinho-largou-na-16-colocacao-na-segunda-prova-do-fim-de-semana-em-londres-e-acabou-no-oitavo-lugar-1435510717747_956x500

Primeiro campeão da Fórmula E, Nelsinho Piquet parte em busca do bi na abertura da temporada em Pequim, na China. Lucas Di Grassi e Bruno Senna completam o time de brasileiros no campeonato

RIO DE JANEIRO - Vai começar! No próximo sábado, madrugada aqui no Brasil, a Fórmula E dará a largada para a segunda temporada de sua história. Após um primeiro ano literalmente eletrizante, com o título histórico de Nelsinho Piquet ao superar os principais rivais Lucas Di Grassi e Sébastien Buemi, a categoria dos monopostos elétricos começa sua segunda jornada bianual no circuito de rua de Pequim, na China.

Será uma temporada ainda mais interessante de se acompanhar, pelas mudanças ocorridas em relação ao primeiro campeonato – principalmente no que concerne ao papel das equipes, agora igualmente construtoras e responsáveis pelo desenvolvimento de seus trens de força. A Virgin não perdeu tempo e já ao fim do primeiro campeonato, fechara uma parceria com a Citroën. Obviamente, a Audi, que tem muito conhecimento no desenvolvimento de sistemas híbridos para seu protótipo do WEC, fincou mais pé com a equipe ABT, pela qual corre o brasileiro Lucas Di Grassi, numa parceria com a Schaeffler. E muitos outros times vão buscar know-how para fazer da F-E melhor e mais competitiva.

Os treinos também vão mudar, com a adoção de uma Superpole para os cinco mais rápidos e as corridas, começando por Pequim, deverão ter uma volta a mais, obrigando os pilotos a dosarem a energia das baterias dos carros – ainda haverá o pit stop obrigatório para a troca de carro, coisa que a F-E espera extinguir em alguns anos. E pela primeira vez, um campeão mundial de F1 estará a bordo de um dos monopostos da categoria: Jacques Villeneuve, aos 44 anos, regressa às pistas como a grande atração da escuderia Venturi, ao lado do experiente francês Stéphane Sarrazin.

O Grande Prêmio trouxe um alentado guia da categoria, belo trabalho – aliás – do PH Marum e do Gabriel Curty, para o espectador e o internauta não perderem nada sobre mais uma temporada da F-E. E as provas, anotem aí, continuam sendo transmitidas ao vivo pelos canais Fox Sports.

4 comentários

  1. Cuca Beludo disse:

    Espero que a categoria cresça a tal ponto da TV aberta transmitir as corridas, nem que seja em VT no dia seguinte a realização da prova como a RedeTV! fazia em 2014 nas provas do Blancpain Sprint Series.

  2. Wallace Michel disse:

    Vai comentar a corrida Rodrigo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>