MENU

15 de novembro de 2015 - 11:24Super GT

É tetra: Quintarelli vence de novo o Super GT

RIO DE JANEIRO - Mais uma vez, não deu para o brasileiro João Paulo de Oliveira e seu parceiro Hironobu Yasuda. Líderes do campeonato ao chegar na decisão deste fim de semana em Twin Ring Motegi, a dupla do Nissan #12 da Calsonic Team Impul infelizmente não conseguiu manter a diferença de dois pontos para os rivais Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda.

Com o 4º lugar, “Oribeira” teve que se contentar com o vice-campeonato – e olha que a diferença entre os cinco primeiros na quadriculada, ao fim de 53 voltas percorridas nos 4,801 km do circuito nipônico, foi de pouco mais de três segundos. A vitória no evento final de 2015 foi do Lexus de Andrea Caldarelli/Ryo Hirakawa, da D’Station Keeper Team Tom’s, que largara da pole position.

Mesmo largando de uma modesta décima-segunda posição, contra o quinto posto dos rivais que lideravam a temporada, o segundo posto ficou com Quintarelli/Matsuda, que assim somaram 15 pontos na prova de Motegi contra oito de Oliveira/Yasuda. Como evidentemente sete é maior do que dois, a dupla da equipe Motul Autech conquistou o título com cinco pontos de vantagem (79 a 74). Esta é a quarta vez em que Quintarelli, de 36 anos, é campeão do Super GT na classe GT500. Ele ganhou dois títulos em parceria com Masataka Yanagida e os outros dois com Tsugio Matsuda. E foi também o segundo bicampeonato da carreira do piloto italiano.

O pódio foi completado pelo Honda da Raybrig, com Naoki Yamamoto/Takuya Izawa, igualmente encerrando a temporada em 3º lugar. As três marcas participantes ficaram, portanto, nos três primeiros lugares na etapa final do Super GT na classe GT500.

Já campeão antecipado na GT300, o luso André Couto terminou a prova de encerramento da temporada em 6º lugar com o Nissan da Gainer Tanax, ao lado de Katsumasa Chiyo – que acabou com o vice. A vitória final foi do Toyota Prius de Koki Saga/Yuichi Nakayama, seguidos pela Mercedes dos antigos campeões Nobuteru Taniguchi/Tetsuya Kataoka e por Björn Wirdheim/Katsuyuki Hiranaka.

Classificação final do Super GT 2015

Classe GT500

1. Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda – 74 pontos
2. João Paulo de Oliveira/Hironobu Yasuda – 69
3. Naoki Yamamoto/Takuya Izawa – 60
4. Yuji Tachikawa/Hiroaki Ishiura – 59
5. Andrea Caldarelli/Ryo Hirakawa – 56
6. Satoshi Motoyama/Masataka Yanagida – 50
7. Daisuke Ito/James Rossiter – 49
8. Koudai Tsukakoshi/Hideki Mutoh – 39
9. Kazuya Oshima/Yuji Kunimoto – 32
10. Daiki Sasaki/Michael Krumm – 31

Classe GT300

1. André Couto – 94
2. Katsumasa Chiyo – 74
3. Koki Saga/Yuichi Nakayama – 69
4. Kazuki Hoshino/Mitsunoru Takaboshi – 61
5. Katsuyuki Hiranaka/Björn Wirdheim – 52
6. Shinichi Takagi/Takashi Kobayashi – 49
7. Jörg Müller/Seiji Ara – 47
8. Ryuchiro Tomita – 45
9. Haruki Kurosawa/Naoya Gamou – 41
10. Takeshi Tsuchiya/Takamitsu Matsui – 35

1 comentário

  1. Fernando Kesnault disse:

    Creio que ao assistir essas duas provas do campeonato a Calsonic Impul perdeu esse titulo por culpa da displicência de Yasuda na sua volta dos boxes nas duas provas e comprovando que nao é piloto para ser campeão. Vejamos:

    _na prova de Autopolis voltou com 30 segundos de vantagem sobre o 2º colocado na prova que era a Nissan #1 e nessa volta perdeu nao so a vantagem como a liderança da prova….e apesar da pressao depois na Nissan #1 nao tinha competencia para tal;

    _na prova de Twin Ring voltou à frente da Honda #100 e do Lexus da Zent que estavam à sua frente antes dos pit-stop de ambas e como sempre…parece que esta dormindo….descontrole total do carro e mais uma vez perde a posição para a honda #100 e só nao perdeu para a Lexus da Zent que essa estava mais longe e pior, a Nissan #1 que estava à 7 segundos atras de JPO volta dos boxes na volta seguinte à frente de ambos ;;entao perdeu ja aí…e acabou o campeonato para a Calsonic #12

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>