MENU

8 de novembro de 2015 - 20:47Asian Le Mans Series

Race Performance bisa no AsLMS

E1X_8168-Sepang

O protótipo Oreca 03R Judd da Race Performance venceu mais uma no AsLMS

RIO DE JANEIRO - A Algarve Pro Racing dominou todos os treinos para a disputa das 3h de Sepang, segunda etapa da temporada 2015/16 da Asian Le Mans Series. Mas quem riu por último foi a rival Race Performance: a equipe suíça venceu a corrida disputada neste domingo, pela segunda vez na temporada, disparando na liderança do campeonato.

O japonês Shinji Nakano e o suíço Niki Leutwiller superaram os rivais Michael Munnemann, James Winslow e Dean Koutsoumidis após 86 voltas, por mais de 46 segundos de vantagem. Apesar da melhor volta do Oreca 03R Judd ter sido quase um segundo e meio mais lenta, a dupla do carro #8 teve um ritmo de corrida melhor e o fato de ter gasto 38 segundos a menos nos três pit stops que vencedor e 2º colocado fizeram ao longo da disputa foi igualmente decisivo.

A Eurasia Motorsport levou o terceiro lugar no pódio. Richard Bradley fez logo a melhor volta da corrida, na segunda passagem. Mas o ritmo dos companheiros Tack Sung Kim e William Lok ficou devendo em relação aos demais rivais da classe LMP2 e o carro do time filipino ficou uma volta atrás.

O quarto lugar na disputa ficou com o vencedor da divisão GT, que assim como o protótipo da Race Performance, alcançou seu segundo triunfo consecutivo no AsLMS. Mok Weng Sun/Keita Sawa/Rob Bell completaram 82 voltas, uma à frente da BMW Z4 GT3 do Team AAI, guiado por Jun San Chen/Dirk Müller/Ollie Millroy. Tatsuya Tanigawa/Yu Lam, também do Team AAI, fizeram boa corrida e terminaram em sexto na geral, terceiro na classe, com o Mercedes-Benz SLS AMG GT3 inscrito de última hora pelo time de Taiwan para suprir a ausência do Addess LMP3 que acabou fora da prova.

E1X_8564-Sepang

Na GT, o McLaren 650S GT3 da Clearwater Racing também levou a melhor pela segunda vez na temporada 2015/16

Por falar em LMP3, esta prova de Sepang foi bem problemática para os dois carros inscritos na categoria, que ficaram bem para trás na classificação geral. Apesar dos contratempos, David Cheng/Ho-Pin Tung/Thomas Laurent chegaram em 15º na geral e levaram os pontos da vitória porque conseguiram completar mais do que os 75% da distância dos vencedores na geral. E ainda terminaram com cinco voltas de avanço sobre o carro de Alex Kapadia/Masataka Yanagida/Ollie Hancock. Uma vitória para o Team AAI e para o construtor alemão, que ainda não tinha conseguido ganhar quilometragem com seu novo carro.

Nas demais classes, o Wolf GB08 da Avelon Formula guiado por Giorgio Maggi/Denis Liam chegou em 12º na pista e levou os 25 pontos do primeiro lugar na categoria de protótipos CN. E o Porsche da KCMG, sem adversários, faturou de novo a vitória na divisão GTAm. Todos os 16 carros viram a quadriculada, fato histórico na curta reexistência do AsLMS.

Agora as equipes só voltam à pista no ano que vem. A 3ª etapa será no dia 10 de janeiro, no circuito tailandês Chang International, em Buriram.

3 comentários

  1. João Ferreira disse:

    Estas equipes recebem algum direito em disputar em Le Mans ou simplesmente correm este campeonato por outro motivo menos nobre?

  2. Fernando Lima disse:

    Aos poucos este campeonato vai sobrevivendo, tomando forma e pode ser grande talvez daqui ha duas temporadas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>