MENU

21 de dezembro de 2015 - 09:34Automobilismo Internacional

Bebu bicampeón

0160

Uno más: Girolami é bicampeão do Super TC2000 na Argentina

RIO DE JANEIRO - Eram sete os pilotos que podiam ganhar o título do Super TC2000 neste domingo, no circuito Rosendo Hernández, em San Luis – por sinal, o único a receber duas corridas em todo o campeonato. Mas deu a lógica: Néstor “Bebu” Girolami venceu a 12ª e última etapa da temporada 2015 com seu Peugeot e levou um justo e merecido bicampeonato.

Mas nada foi fácil: Leonel Pernía, segundo no grid, deu trabalho a Girolami. Liderou a primeira volta com seu Renault Fluence e “Bebu” teve que pôr seu repertório em ação para poder superar o rival. Os dois até chegaram a se tocar e o piloto do Peugeot 408 #1 foi advertido pelos comissários. No oitavo giro, Pernía errou a trajetória na curva 3 e Girolami fez a ultrapassagem que lhe valeu o título.

A preocupação na parte final da disputa era quanto aos pneus – que poderiam estourar face a altíssima temperatura ambiente e do asfalto do seletivo circuito de San Luis. Entretanto, o único problema registrado foi com Facundo Chapur, que tinha chances remotas de ser campeão e acabou apenas em vigésimo por conta do furo de um pneu que precisou ser trocado.

Com Pernía sob controle, “Bebu” completou as 27 voltas previstas pouco mais de um segundo e oito décimos à frente do adversário, com o companheiro de equipe Agustín Canapino fechando não só o pódio mas o top 3 de todo o campeonato. Matías Rossi e José Manuel Urcera, quarto e quinto da última etapa, também concluíram a temporada nestas mesmíssimas colocações.

Em 2016, o bicampeão do Super TC2000 estará também na Stock Car Brasil. defendendo a equipe de Carlos Alves. “Escolhi correr na Stock para sair da zona de conforto”, afirmou o argentino em entrevista ao brother Fernando Silva, do Grande Prêmio.

5 comentários

  1. Romulo Dias disse:

    Sensacional!
    O locutor parece narrar para o rádio e não para a TV.
    Que motores esses carros usam? O som não é nada parecido com algo que já tenha visto.

    • andre lima disse:

      Desde a temporada de 2012, o motor é um radical v-8, que nada mais é que a junção de dois motores 4 cilindros de moto ( da hayabusa, se não estou enganado), que gera uma potencia de 430cv; mas vi em algum site portenho que ano que vem eles pretendem voltar aos motores “normais” de 4 cilindros, iguais aos Berta usados por aqui no brasileiro de marcas e f-3 Brasil….

      • Rodrigo Mattar disse:

        Exato. Só confirmando, a cilindrada é 2,7 litros com a junção desses dois motores Suzuki Hayabusa de 1.350cc cada, com quatro cilindros em linha. Fundidos, formam um propulsor V8 que gira altíssimo, talvez um dos roncos de motor mais legais hoje no automobilismo mundial.

      • Romulo Dias disse:

        Valeu!
        Seria legal se ocorresse justamente o contrário! Esse V8 ser utilizado no brasileiro de marcas!

  2. Felipe Cezar disse:

    Merecia sentar em um carro melhor aqui na StockCar, Bebu acelera muito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>