MENU

16 de janeiro de 2016 - 11:20Rali Dakar

Dakar 2016: Price é campeão nas motos

Toby-Price

Em sua segunda participação, Toby Price entra para o seleto círculo de campeões do Rali Dakar, numa categoria que nos últimos anos só via dois pilotos no topo – Despres e Coma

RIO DE JANEIRO - Desde 2005, o Rali Dakar não conhecia outro piloto campeão nas motos que não fosse Cyril Despres ou Marc Coma. Onze anos depois (com um breve intervalo em 2008, quando a prova não aconteceu por motivos alheios à vontade dos organizadores), a página está virada e o australiano Toby Price entra para a história da competição como o grande campeão da categoria Motocicletas.

O piloto da KTM deu também ao construtor austríaco sua 15ª vitória consecutiva no evento, terminando a 13ª e última etapa disputada hoje entre Villa Carlos Paz e Rosário – com 180 km de percurso – em quarto lugar, a 4min22seg do chileno Pablo Quintanilla, que venceu a especial e conquistou um lugarzinho no pódio com o 3º lugar – além de ser o melhor sul-americano da prova.

Price, de 28 anos, já impressionara em 2015 quando terminou em terceiro na sua estréia. Alçado à condição de número #1 da KTM com a aposentadoria de Marc Coma, o nativo de Nova Gales do Sul venceu cinco especiais, assumiu a ponta na geral a partir da 8ª etapa e de lá não saiu mais. Uma conquista merecida, embora muito ajudada pelos problemas de Joan Barreda Bort e principalmente de Paulo Gonçalves, seus principais adversários.

Stefan Svitko conquistou seu melhor resultado de sempre, sagrando-se vice-campeão a pouco menos de 40 minutos de Price. O melhor estreante, após lutar até o fim pelo pódio, foi o argentino Kevin Benavides, que ficou em quarto lugar e foi o melhor piloto Honda, à frente da Yamaha de Hélder Rodrigues. Outros dois estreantes – Adrien Van Beveren e Antoine Meo – figuraram no top 10 final da prova.

Na categoria Maratona, sem possibilidade de troca de peças por parte dos pilotos, o vencedor foi o português Mário Patrão, que completou a dura disputa em 13º na geral. Ao todo, 84 pilotos finalizaram a disputa, de um total de 136 presentes na largada em Buenos Aires, há duas semanas.

Resultado da etapa #13 do Rali Dakar nas motos
Villa Carlos Paz-Rosário (180 km)

1. Pablo Quintanilla (Husqvarna) – 1h51min27seg
2. Kevin Benavides (Honda) – a 1min41seg
3. Hélder Rodrigues (Yamaha) – a 2min37seg
4. Toby Price (KTM) – a 4min22seg
5. Stefan Svitko (KTM) – a 6min24seg
6. Gerard Farres Guell (KTM) – a 10min52seg
7. Ivan Cervantes Montero (KTM) – a 11min50seg
8. Ricky Brabec (Honda) – a 12min43seg
9. Adrien Van Beveren (Yamaha) – a 14min09seg
10. Mário Patrão (KTM) – a 14min43seg

Classificação final extra-oficial

1. Toby Price – 48h09min15seg
2. Stefan Svitko – a 39min41seg
3. Pablo Quintanilla – a 48min48seg
4. Kevin Benavides – a 54min47seg
5. Hélder Rodrigues – a 55min44seg
6. Adrien Van Beveren – a 1h46min29seg
7. Antoine Meo – a 1h56min47seg
8. Gerard Farres Guell – a 2h01min00seg
9. Ricky Brabec – a 2h11min27seg
10. Armand Monleon – a 3h27min49seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>