MENU

18 de janeiro de 2016 - 18:12IMSA

Especial 24h de Daytona – equipes GTD

RIO DE JANEIRO - O blog A Mil Por Hora começa hoje uma série de quatro postagens especiais com a apresentação das equipes e pilotos que vão disputar a edição 2016 das 24h de Daytona, abrindo a temporada do IMSA Weather Tech SportsCar Championship.

Disputada pela primeira vez no atual formato em 1966, com exceção dos anos de 1972 (a corrida teve 6h de duração) e de 1974, quando não foi realizada em decorrência da crise energética provocada pela guerra do Yom Kippur, as 24h de Daytona abrem a temporada estadunidense de automobilismo e trazem uma grande novidade para este ano – a classe GTD em novo formato.

Ao contrário dos dois últimos anos, a GTD se apresenta para este campeonato e os próximos com carros baseados no regulamento FIA GT3. Isso significa que os pilotos e equipes terão à disposição mais recursos de eletrônica, principalmente os freios ABS e sistemas de controle de tração. Isso significa um ganho no consumo de pneus e uma evolução no desempenho de alguns pilotos – ainda pouco íntimos com esses recursos. O freio ABS vai ajudar ao pessoal a ter confiança na frenagem.

Com a nova regra, também vieram novos carros e fabricantes. Uma das atrações é o novo Lamborghini Huracán, que de imediato conquistou várias equipes. Mas nem todos os 22 inscritos – o contingente mais numeroso da abertura da temporada – terão carros novos na primeira prova do ano. A Ferrari F488 GT3, substituta da F458 Italia, por exemplo, só fará sua estreia nas 12h de Sebring.

Chega de papo. Vamos conhecer todas as equipes inscritas para as 24h de Daytona na classe GTD.

STEVENSON MOTORSPORTS
Sede: Jacksonville, Carolina do Norte

Proprietário: John Stevenson
Chefe de equipe: Mike Johnson
Chefe de mecânicos: Michael Hoffman

Carro: Audi R8 LMS
Motor: Audi 5,2 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #6 – Andrew Davis (prata)/Robin Liddell (ouro)/Matt Bell (prata)/Lawson Aschenbach (ouro)
Carro #9 – Boris Said (prata)/Tristan Vautier (ouro)/Dion Von Moltke (prata)/Kenny Habul

Tempos no ROAR – 1’47″949 (#6) e 1’48″321 (#9)

2016_WTSC_Roar_12

A Stevenson Motorsports faz sua estreia no IMSA Weather Tech SportsCar Championship na temporada 2016

A Stevenson Motorsports finalmente faz sua estreia no IMSA Weather Tech SportsCar Championship após passar as últimas temporadas disputando o Continental Tire SportsCar Challenge, no qual Andrew Davis e Robin Liddell conquistaram o vice-campeonato em 2015 com três vitórias. E após vários anos vinculada à Chevrolet (leia-se Camaro), a equipe da Carolina do Norte rompeu com a marca da gravatinha e buscou uma nova parceria para 2016.

audi-9

O segundo carro terá uma mescla de pilotos, entre eles o veterano Boris Said e o australiano Kenny Habul, que já competiu na Nascar

Neste ano de primeira participação na classe GTD, a equipe terá à disposição dois dos novos Audi R8 LMS geração 2 a tempo inteiro no IWSC. Para as 24h de Daytona, John Stevenson e o chefe de equipe Mike Johnson fazem a chamada aposta de risco. No carro #6, estarão todos os pilotos titulares da temporada 2016 – os fiéis recrutas Andrew Davis e Robin Liddell – além de Matt Bell e Lawson Aschenbach. No #9, estarão o veterano Boris Said (53 anos de idade), o australiano Kenny Habul, o sul-africano Dion Von Moltke e o francês Tristan Vautier.

No ROAR Before The Rolex 24, evento que marcou a pré-temporada em Daytona, há alguns dias, os dois carros andaram razoavelmente bem e o #6 saiu-se melhor, com a marca de 1’47″949 – terceira melhor dos testes.

O’GARA MOTORSPORT
Sede: Beverly Hills, Califórnia

Proprietário: Tom O’Gara
Chefe de equipe: Shane Seneviratne
Chefe de mecânicos: Kerry Dunn
Engenheiro: Gerald Tyler

Carro: Lamborghini Huracán GT3
Motor: Lamborghini 5,2 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #11 – Bill Sweedler (bronze)/Townsend Bell (ouro)/Edoardo Piscopo (ouro)/Richard Antinucci (prata)

Tempos no ROAR – 1’48″253

2016_WTSC_Roar_4

Subindo de categoria: a O’Gara Motorsport estreia no IWSC após uma boa campanha no Lamborghini Blancpain Super Trofeo dos EUA

Egressa do Lamborghini Blancpain Super Trofeo, a O’Gara Motorsport faz sua estreia no IWSC a partir desta temporada, com o modelo Huracán GT3 e os atuais campeões de pilotos da categoria GTD como titulares: Townsend Bell e Bill Sweedler deixaram a Scuderia Corsa para este novo desafio na carreira. O chefe de equipe Tom O’Gara anunciou a participação do italiano Edoardo Piscopo e de Richard Antinucci, sobrinho do antigo piloto de F1 Eddie Cheever, campeão das 500 Milhas de Indianápolis em 1998.

Como todos os Huracán inscritos no ROAR, o carro #11 da nova escuderia teve bom desempenho. A marca de 1’48″253, obtida na quinta das sete sessões de treinos realizadas na Flórida, foi a melhor do fim de semana da O’Gara em seu primeiro teste pra valer contra as adversárias da temporada 2016.

CHANGE RACING
Sede: Concord, Carolina do Norte

Proprietário: Eddie Littlefield
Chefe de equipe: Robbie Benton

Carro: Lamborghini Huracán GT3
Motor: Lamborghini 5,2 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #16 – Spencer Pumpelly (ouro)/Corey Lewis (bronze)/Justin Marks/Kaz Grala

Tempos no ROAR – 1’48″559

lambo-16

A nova escuderia Change Racing tem como principal novidade o experiente Spencer Pumpelly

Outra nova escuderia no IMSA Weather Tech SportsCar Championship – e por conseguinte da divisão GTD – a Change Racing vem sob o comando de Robbie Benton para o maior desafio de sua história. O experiente Spencer Pumpelly e Corey Lewis, campeão do Lamborghini Blancpain Super Trofeo na divisão GT-A, serão os titulares do ano inteiro, reforçados por  Justin Marks e Kaz Grala (o mais jovem dos inscritos, com apenas 17 anos) na primeira prova do campeonato. Austin Cindric, filho do presidente da Penske Tim Cindric, também andou no ROAR Before The Rolex 24 pela equipe, mas não foi confirmado para as 24h de Daytona.

O Huracán da equipe é um dos chassis que pertenceu à Grässer Motorsport no ano passado, durante o Blancpain Endurance Series. Mostrou ser um carro veloz, mas a equipe teve alguns problemas de confiabilidade e não treinou tanto quanto as adversárias. Fechou o ROAR com a marca de 1’48″559.

KONRAD MOTORSPORT
Sede: Verl, Alemanha

Proprietário: Franz Konrad
Chefe de equipe: Franz Konrad

Carro: Lamborghini Huracán GT3
Motor: Lamborghini 5,2 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #21 – Emanuele Busnelli/Jim Michaelian (bronze)/Joseph Toussaint (bronze)/Phillip Bloom
Carro #28 – Franz Konrad (bronze)/Fabio Babini (platina)/Rolf Ineichen (prata)/Lance Willsey (prata)/Marc Basseng (ouro)

Tempos no ROAR – 1’51″157 (#21) e 1’48″309 (#28)

lambo-21

A Konrad Motorsport terá dois carros nas 24h de Daytona

Após anos de vínculo com a Porsche, a Konrad Motorsport aposta suas fichas numa parceria com a Lamborghini para brilhar nas competições de Grã-Turismo em 2016. O primeiro desafio foi nas 24h de Dubai e a equipe – que contará com o reforço do brasileiro Ricardo Divila na parte técnica – vem para a abertura da temporada do IWSC em Daytona com dois carros, visando uma participação integral na Tequila Patrón North American Endurance Cup (NAEC) – competição paralela que engloba as quatro provas longas da temporada: 24h de Daytona, 12h de Sebring, 6h de Watkins Glen e Petit Le Mans. O próprio Franz Konrad, fundador, chefe de equipe e piloto – isso tudo aos 64 anos de idade! – afirma que só não vai fazer o campeonato completo porque não dispõe do orçamento necessário para todas as corridas.

Charlotte Panoarmas

Aos 64 anos, Franz Konrad mostra disposição de sobra para comandar sua equipe e guiar o novo Lamborghini Huracán nas 24h de Daytona

Mesmo assim, o time do austríaco, hoje sediado em Verl, na Alemanha, vai com força total para a prova de abertura da Flórida. No ROAR, o carro #28, único com tripulação 100% confirmada, andou forte e rápido. Já o #21, que deve disputar três das quatro etapas do NAEC, ficou com o pior tempo entre os 22 inscritos da categoria.

ALEX JOB RACING
Sede: Tavares, Flórida

Proprietários: Alex e Holly Job
Chefe de equipe: Alex Job
Chefe de mecânicos: Greg Fordahl (carro #22) e Phil Pierce (carro #23)

Carro: Porsche 911 GT3-R
Motor: Porsche 4 litros Flat 6
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #22 – Leh Keen (ouro)/Cooper McNeil (prata)/Dave McNeil (bronze)/Shane Van Gisbergen (ouro)/Gunnar Jeannette (prata)
Carro #23 – Ian James (prata)/Mario Farnbacher (prata)/Alex Riberas Bou (prata)/Wolf Henzler (platina)

Tempos no ROAR – 1’47″852 (#22) e 1’48″119 (#23)

12507184_931734843571435_5201744718476293757_n

A Alex Job Racing fez o melhor tempo do ROAR Before The Rolex 24 na classe GTD com o Porsche #22

Tradicional participante das provas de Endurance nos EUA, a equipe de Alex e Holly Job está de volta com o mesmo esquema de sempre – só que desta vez, com o novo Porsche GT3, elogiado por pilotos e pela equipe. “O carro é muito mais divertido de guiar”, avalia o alemão Mario Farnbacher.

porsche-23

Uma das atrações da AJR será o experiente Wolf Henzler no carro #23

No ROAR Before Rolex 24, o carro #22 terá o reforço do excelente Shane Van Gisbergen, estrela do V8 Supercars na Austrália, junto ao pai do titular Cooper McNeil, o também piloto Dave McNeil. Gunnar Jeannette e o rápido Leh Keen completam o time – que fez o melhor tempo da categoria nos testes de pré-temporada, no início do mês. O #23, alinhado em parceria com o Team Seattle, conta com Ian James e Mario Farnbacher para toda a temporada – reforçado (e muio bem) em Daytona por Alex Riberas e pelo experiente Wolf Henzler, que ficara a pé após o fim do Team Falken. Nos treinos preliminares, a equipe fechou com a marca de 1’48″119.

FRIKADELLI RACING
Sede: Barweiler, Alemanha

Proprietário: Klaus Abbelen

Carro: Porsche 911 GT3-R
Motor: Porsche 4 litros Flat 6
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #30 – Sabine Schmitz/Klaus Abbelen/Patrick Huisman (prata)/Frank Stippler (platina)/Sven Müller (ouro)

Tempos no ROAR – 1’47″963

Dagys_2016_3507

“Great Meatball”: a Frikadelli Racing disputará sua primeira edição das 24h de Daytona, trazendo como atração a “Rainha de Nürburgring”, a alemã Sabine Schmitz

A história desta equipe alemã que vai disputar as 24h de Daytona é, no mínimo curiosa e rende boas risadas. O piloto e proprietário Klaus Abbelen, açougueiro no passado, abriu uma companhia de alimentos que levava seu sobrenome, ganhando o apelido de Frikadelli (almôndega, em alemão). O apelido pegou e a equipe passou a ser conhecida como “Great Meatball”.

Abbelen, de 55 anos, conquistou uma grande parceira: a compatriota Sabine Schmitz, que de tanto andar no Inferno Verde, com qualquer tipo de carro – seja de competição ou de passeio, passou a ser chamada de “Rainha de Nürburgring”. São eles que lideram a tripulação do carro #30 que disputará as 24h de Daytona pela primeira vez, com bons reforços. Destaque para o experiente Patrick Huisman, de longa carreira com os modelos de Stuttgart. Os outros pilotos que completam o time são alemães – Frank Stippler e Sven Müller, antigo piloto júnior da Porsche.

No ROAR, com Sabine Schmitz de fora por problemas particulares, Connor de Philippi treinou em seu lugar. O desempenho do carro foi bom, virando 1’47″963, um dos melhores tempos de todo o teste na classe GTD.

RILEY MOTORSPORTS
Sede: Mooresville, Carolina do Norte

Proprietário: Bill Riley
Chefe de equipe: Greg Jones
Engenheiro: Vince Wood

Carro: Dodge Viper GT3-R
Motor: Chrysler 8,3 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #33 – Jeroen Bleekemolen (platina)/Ben Keating (bronze)/Dominik Farnbacher (ouro)/Marc Miller (bronze)
Carro #93 – Ben Keating (bronze)/Damien Faulkner (ouro)/Eric Foss (prata)/Gar Robinson (bronze)/Jeff Mosing (bronze)

Tempos no ROAR – 1’48″000 (#33) e 1’47″960 (#93)

jpeg (1)

A Víbora está de volta, com Ben Keating e Jeroen Bleekemolen disputando a temporada completa na GTD

Após muito disse-me-disse, a Riley Motorsports chegou a ensaiar a passagem para o WEC com o velho Viper GTS-R na classe LMGTE-AM. Mas depois que a IMSA confirmou a Dodge como “motorsport partner” para 2016, a temporada completa no Mundial foi trocada por mais uma presença nas 24h de Le Mans e o campeonato completo do IWSC.

Com Ben Keating inscrito nos dois carros e financiando a temporada, a equipe de Bill Riley vai mais uma vez desfilar a potência do motor 8,3 litros V10 da “Víbora”, levando dois carros na abertura da temporada, com possibilidade de disputar a Tequila Patron North American Endurance Cup em sua totalidade com o #93 que terá também Damien Faulkner, Eric Foss, Gar Robinson e Jeff Mosing.

jpeg (2)

O britânico Damien Faulkner será uma das atrações do Viper #93 na abertura do campeonato

No #33, Keating vai de novo correr ao lado do holandês Jeroen Bleekemolen e na Flórida terão o reforço de Marc Miller e Dominik Farnbacher. Os tempos dos carros foram muito próximos no ROAR e o #93 bateu o #33 por apenas 0″040 nos testes do início do ano.

MAGNUS RACING
Sede: Tooele, Utah

Proprietário: John Potter
Chefe de equipe: John Bedell
Engenheiro: Lars Giersing

Carro: Audi R8 LMS
Motor: Audi 5,2 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #44 – Andy Lally (ouro)/John Potter (bronze)/Marco Seefried (prata)/Rene Rast (platina)

Tempos no ROAR – 1’48″070

audi-44

O Audi R8 LMS geração 2 é a nova arma da Magnus Racing para a disputa do título na classe GTD

A Magnus Racing é mais uma equipe da divisão GTD que muda seu pacote técnico para 2016, após anos de vínculo com um fabricante – no caso, a Porsche – contudo, sem sair do eixo do Volkswagen Auto Group (VAG). O time sediado no estado de Utah vai de Audi para a próxima temporada do IWSC e está otimista após o ótimo desempenho no ROAR.

Andy Lally e John Potter (proprietário do time) serão os titulares a tempo inteiro, com o velocíssimo Rene Rast e o bom Marco Seefried completando o plantel para as 24h de Daytona. Rast correrá apenas na primeira prova do ano e Seefried disputará todas as corridas do NAEC neste ano.

FLYING LIZARD MOTORSPORTS WITH KROHN RACING
Sede: Sonoma, Califórnia

Proprietário: Darren Law
Chefe de equipe: Eric Ingraham
Chefe de mecânicos: Tommy Sadler

Carro: Audi R8 LMS
Motor: Audi 5,2 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #45 – Nic Jönsson (prata)/Tracy W. Krohn (bronze)/Pierre Kaffer (platina)/Christopher Haase (platina)

Tempos no ROAR – 1’48″871

2016_WTSC_Roar_6

A Krohn Racing entra na disputa das 24h de Daytona em parceria com a Flying Lizard e com um Audi R8 LMS antigo

Numa inédita parceria com a Krohn Racing, os “Lagartos Voadores” não vão ficar de fora da festa de abertura da temporada 2016 do IWSC. Mesmo com um modelo R8 LMS da Audi já defasado em relação às demais clientes da marca dos quatro anéis que já dispõem do modelo geração 2, a Flying Lizard traz no seu carro #45 o tradicional verde claro do time do bilionário texano Tracy W. Krohn, emprestando também sua estrutura – agora comandada a seis mãos por Darren Law, Eric Ingraham e Tommy Sadler.

Ao lado de Krohn e de seu fiel escudeiro Nic Jönsson, estarão os alemães Pierre Kaffer (novo reforço da Audi para as competições de Grã-Turismo) e Christopher Haase. No ROAR, o desempenho do carro foi OK e a equipe conseguiu virar tranquilamente abaixo de 1’49″, mesmo com um carro inferior em relação ao resto do lote.

PAUL MILLER RACING
Sede: Buford, Geórgia

Chefe de equipe: Mitchell Simmons
Chefe de mecânicos: Matt Barbaree
Engenheiro: Dave Fullerton

Carro: Lamborghini Huracán GT3
Motor: Lamborghini 5,2 litros V10
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #48 – Mirko Bortolotti (platina)/Bryce Miller (prata)/Bryan Sellers (ouro)/Madison Snow (prata)

Tempos no ROAR – 1’47″881

lamborghini48

O veloz alemão Mirko Bortolotti fez o 2º melhor tempo do ROAR com o #48 da Paul Miller Racing

 

A Paul Miller Racing também promoveu mudanças para 2016: trocou de fornecedor, saindo a Audi para entrar a Lamborghini. E, consequentemente, os pilotos também são novos. Vieram Bryan Sellers e Madison Snow para as vagas de Dion Von Moltke e Christopher Haase, vinculados à casa de Ingolstadt. Bryce Miller disputará as provas do NAEC pela equipe de propriedade de seu pai e o veloz italiano Mirko Bortolotti, piloto oficial Lamborghini, participará da primeira prova do ano.

Mais familiarizado com o carro, Bortolotti mostrou muita velocidade na pista da Flórida e deixou a equipe bem otimista após os testes do ROAR. Tanto que o carro #48 foi o melhor dos Lamborghini nos treinos e ficou com a segunda posição geral na categoria.

SPIRIT OF RACE
Sede: Brescia, Itália

Proprietário: Amato Ferrari (AF Corse)

Carro: Ferrari F458 Italia GT3
Motor: Ferrari 4,5 litros V8
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #51 – Peter Ashley Mann (bronze)/Raffaele Gianmaria (ouro)/Matteo Cressoni (prata)/Marco Cioci (ouro)

Tempos no ROAR – 1’48″335

1960062_932754986802754_8612241429396168401_n

Braço da AF Corse, a Spirit of Race volta a disputar as 24h de Daytona após dois anos, com a sempre confiável Ferrari F458 Italia GT3

Um dos múltiplos braços da tradicional escuderia italiana AF Corse, a Spirit of Race estará nas 24h de Daytona com a boa e velha Ferrari F458 Italia GT3 – o que já estava previsto, ao contrário da Scuderia Corsa, que contava estrear o carro novo. A equipe disputará apenas duas das quatro provas longas do NAEC (Daytona e Sebring), sendo que na primeira prova do ano terá quatro pilotos – os italianos Raffaele Gianmaria, Matteo Cressoni e Marco Cioci, mais o gentleman driver Peter Ashley Mann – que é quem paga a conta, ora essa…

Nos testes do ROAR, o desempenho foi dentro das expectativas, como era de se supor, já que o carro é mais defasado que a grande maioria dos novos modelos apresentados na Flórida. Mas a equipe ficou satisfeita com a marca de 1’48″335 alcançada na derradeira das sete sessões de treinos – além de ter registrado a melhor volta numa das práticas do primeiro dia.

SCUDERIA CORSA
Sede: Beverly Hills, Califórnia

Proprietários: Giacomo Mattioli e Art Zafiropoulo
Chefe de equipe: Eric Bachelart
Diretor Técnico: Roberto Amorosi
Engenheiro: Joseph LaJoie
Chefe de mecânicos: Wiliam Mendez

Carro: Ferrari F458 Italia GT3
Motor: Ferrari 4,5 litros V8
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #63 – Christina Nielsen (prata)/Alessandro Balzan (ouro)/Jeff Segal (prata)/Robert Renauer (prata)

Tempos no ROAR – 1’48″266

12508902_992593554117258_2273271704331026340_n

A volta de Alessandro Balzan e a estreia de Christina Nielsen são as novidades da Scuderia Corsa para 2016

Sem poder – por enquanto – dispor da nova Ferrari F488 GT3, por problemas de homologação, a Scuderia Corsa vai alinhar a velha e confiável F458 Italia pelo menos nas 24h de Daytona, esperando estrear o novo brinquedo em Sebring. A dinamarquesa Christina Nielsen, vice-campeã dos pilotos na GTD ano passado, defendendo a TRG-AMR, é uma das novidades do time, junto ao regresso de Alessandro Balzan, que já defendera o time fundado por Giacomo Mattioli e Art Zafiropoulo – que ganhou o reforço de Eric Bachelart na chefia geral de pista.

O estadunidense Jeff Segal e o austríaco Robert Renauer serão os reforços do #63 para as 24h de Daytona. No ROAR, a equipe focou nos ajustes de corrida e o tempo de 1’48″266 foi considerado muito bom pelos integrantes do corpo técnico da equipe.

PARK PLACE MOTORSPORTS
Sede: Santa Bárbara, Califórnia

Proprietário: Patrick Lindsey
Chefe de equipe: Brock Wagner
Chefe de mecânicos: Gary Biehl
Engenheiro: Gary Horton

Carro: Porsche 911 GT3-R
Motor: Porsche 4 litros Flat 6
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #73 – Patrick Lindsey (prata)/Jörg Bergmeister (platina)/Matt McMurry (prata)/Norbert Siedler (ouro)

Tempos no ROAR – 1’48″186

porsche73

A Park Place ficou com o 8º melhor tempo nos testes preliminares de Daytona, no início do mês

A equipe do piloto-proprietário Patrick Lindsey teve um fim de semana atribulado no ROAR Before The Rolex 24, na estreia do seu novo equipamento. Após uma violenta saída de pista numa das sessões realizadas no segundo dia de ensaios (um sábado), o carro voltou à pista no dia seguinte e teve desempenho razoável, com a melhor volta em 1’48″186. Mesmo assim, a equipe não ficou satisfeita, porque foi perdido muito tempo com reparos, quando poderiam conhecer melhor o Porsche 911 GT3-R.

Um dos bons reforços da equipe é o experiente alemão Jörg Bergmeister, confirmado ao lado de Lindsey para toda a temporada. O jovem Matt McMurry correrá nas quatro provas do NAEC e Norbert Siedler está confirmado apenas para as 24h de Daytona.

TURNER MOTORSPORT
Sede: Amesbury, Massachusssets

Proprietário: Will Turner
Chefe de equipe: Will Turner
Diretor de competições: Shawn Passen
Chefe de mecânicos: Kevin Holmes (#96) e Don Salama (#97)

Carro: BMW M6 GT3
Motor: BMW 4,4 litros V8
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #96 – Bret Curtis (bronze)/Jens Klingmann (ouro)/Ashley Freiberg (prata)/Marco Wittmann (platina)
Carro #97 – Michael Marsal (prata)/Markus Palttala (ouro)/Jesse Krohn (prata)/Maxime Martin (platina)

Tempos no ROAR – 1’48″207 (#96) e 1’48″307 (#97)

Dagys_2016_3111

A BMW M6 GT3 é uma das novidades em termos de carros novos na divisão GTD

A Turner Motorsport é mais uma equipe que aposta em um dos novos carros para 2016 – no caso, um dos mais novos de todos, a BMW M6 GT3, dotada de motor V8 com 4,4 litros de capacidade cúbica. E neste ano, o time do estado de Massachussets vai em ataque total na divisão GTD com dois carros a tempo inteiro. No #96, Bret Curtis terá a companhia de Jens Klingmann e no #97, os pilotos serão os mesmos do ano passado – Michael Marsal e Markus Palttala.

Como grande novidade para as 24h de Daytona, o time traz a piloto Ashley Freiberg para completar o time ao lado de Marco Wittmann, campeão do DTM em 2014. Jesse Krohn, que fez boa figura no ELMS ano passado pela extinta Marc VDS Racing, estará no outro carro completando a tripulação com o experiente Maxime Martin.

Charlotte Panoarmas

O time de Will Turner terá dois carros em toda a temporada do IWSC

No ROAR, treino de pré-temporada no início do mês, os dois carros tiveram desempenho muito próximo e o #96 levou vantagem por apenas um décimo de segundo.

ASTON MARTIN RACING
Sede: Banbury, Oxfordshire (Grã-Bretanha)

Prodrive CEO: David Richards
Chefe de equipe: John Gaw

Carro: Aston Martin Vantage GT3
Motor: Aston Martin 6 litros V12
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #98 – Paul Dalla Lana (bronze)/Mathias Lauda (prata)/Pedro Lamy (platina)/Richie Stanaway (ouro)

Tempos no ROAR – 1’48″911

2016_WTSC_Roar_11

A Aston Martin Racing estará presente nas 24h de Daytona e 12h de Sebring com sua equipe oficial de fábrica, só que na classe GTD

Contrariando previsões anteriores, a Aston Martin Racing optou por alinhar um modelo Vantage GT3 com suporte de fábrica, ao invés de uma inscrição da divisão GTLM. O carro #98, visto no ROAR sem o patrocínio da petrolífera Gulf e na cor branca, será guiado por três dos titulares de uma das inscrições LMGTE-AM do ano passado – no caso o canadense Paul Dalla Lana, o austríaco Mathias Lauda (filho da lenda Niki Lauda) e o português Pedro Lamy – reforçados pelo neozelandês Richie Stanaway.

A equipe será vista nas 24h de Daytona e também nas 12h de Sebring. E nos treinos do ROAR, fizeram o 20º tempo entre os 22 carros da divisão, com 1’48″911.

TRG-AMR NORTH AMERICA
Sede: Petaluma, Califórnia

Proprietário: Kevin Buckler
Chefe de equipe: Weston Farmer
Chefe de mecânicos: Jeff Milan

Carro: Aston Martin Vantage GT3
Motor: Aston Martin 6 litros V12
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #007 – James Davison (ouro)/Santiago Creel (prata)/Lars Viljoen (bronze)/Ricardo Perez De Lara/Antonio Perez

Tempos no ROAR – 1’49″175

astonmartin007

Arriba, México! A TRG-AMR terá suporte financeiro mexicano, graças ao envolvimento do piloto de F1 Sergio Perez no projeto

Com uma forcinha financeira do mexicano Sergio Perez, piloto da Force India na Fórmula 1, a TRG-AMR conseguiu o dinheiro necessário para alinhar a tempo inteiro no IWSC em 2016 na classe GTD, com pelo menos um carro. Mesmo inscrito no ROAR ao lado do irmão Antonio e do primo Ricardo Perez De Lara, Sergio era esperado no lineup das 24h de Daytona - e embora a hipótese de sua participação pareça pouco provável, ele está incluído na tripulação do Aston Martin #007 na prova da Flórida. Se ele vai correr, aí já é outra história.

Enfim, a equipe de Kevin Buckler contará também com um terceiro mexicano – Santiago Creel – e com o britânico Lars Viljoen, que foram vistos nos treinos de pré-temporada. A equipe ficou com o penúltimo tempo dos testes, marcando sua melhor volta em 1’49″175.

BLACK SWAN RACING
Sede: Boston, Massachussets

Proprietário: Tim Pappas
Chefe de equipe: Edwin Lammertink
Diretor técnico: Mark Fernstein
Engenheiro: Reid Allen

Carro: Porsche 911 GT3-R
Motor: Porsche 4 litros Flat 6
Pneus: Continental

Pilotos:

Carro #540 – Tim Pappas (prata)/Nicky Catsburg (ouro)/Patrick Long (platina)/Andy Pilgrim (prata)

Tempos no ROAR – 1’48″281

10628181_1193759093987135_2092881292286741239_n

Cisne Negro: a Black Swan estreia na GTD com o Porsche da foto

De volta às competições sancionadas pela IMSA, após um período no Pirelli World Challenge, a Black Swan Racing reaparece na divisão GTD com o novo Porsche 911 GT3-R. A equipe do cisne negro, do piloto-proprietário Tim Pappas, foi bem no ROAR Before The Rolex 24, marcando 1’48″281 – 13º melhor tempo entre os 22 inscritos.

Para esta campanha de regresso no IWSC, o holandês Nicky Catsburg – também contratado da Lada no WTCC – será o piloto em toda a temporada. Patrick Long correrá pelo menos em Daytona e em Sebring, enquanto o veterano Andy Pilgrim, expatriado da Cadillac no PWC, vai reforçar o carro #540 nas quatro provas do NAEC.

11 comentários

  1. Luciano Barcelos disse:

    Divisão GTD bastante animada e forte pra 2016.

  2. Aleluia !

    Teremos V10 8 litros !!!

    PÁU NELES VIPER !

    HEEHEHEHEHEH

  3. Derci Reiche disse:

    Belo trabalho Mattar, tudo bem explicado.
    Agora é só esperar e ver se será transmitido pele TV a cabo.
    Abraços.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Vai sim. Só não sabemos quantas horas teremos de transmissão.

      • Fabiano disse:

        Aposto que faria as 24 horas facim facim… e quando estiver nos minuto finais da prova irá dizer… Ué mais já!!!! Vamos torcer pra umas 12 horas de transmissão! Exagerado eu sei… mas… não custa sonhar

  4. Fernando Kesnault disse:

    Otimo artigo amigo…obrigado….é uma satisfação contar com pessoas que apreciam as mesmas categorias que nós……

  5. TARCISIO FRASCINO FONSECA disse:

    Só faltou carro da Ford e da Chevrolet para a festa ficar completa.

  6. Diego Ximenes disse:

    A equipe do Chico Longo não participará este ano?

  7. Ricardo Divila disse:

    A notar que nao temos ainda o BOP para as Lambos nas 24h, sera decidido ate segunda que vem.

    A mudanca do BOP em Dubai foi a principal razao da falta de noticias de la. Do peso basico da Lambo FIA de 1260 kgs, nos levaram a 1330 kgs, e com a reducao dos restritores a 38mm.

    A perda de potencia e capacidade de curva, aceleracao e freada fez que usavamos a sexta marcha muito pouco, e o aviso tardio nao nos deu a possibilidade de trazer uma serie de relacoes da Italia em tempo.

    Mesmo assim estava quase garantido um segundo lugar, a despeito da Black Falcon ter um BOP ´ajudado” depois de uma performance media das Mercedes.

    Do BOP das Audi nem vamos falar. A unica alteracao foi a reducao de 5 litros na capacidade dos tanques a despeito de virar na casa dos 1:57. Quase um segundo mais rapido que todos outros carros. As vezes ajuda ter um peso politico….

    Ressalte-se a performance do veterano Alain Ferte na Audi vencedora, com quem fiz o meu primeiro pole position em Le Mans nos idos de 1994 na Courage C90. O velinho acelera ainda!

    Abracos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>