MENU

8 de janeiro de 2016 - 16:17IMSA

Roar Before The Rolex 24: começou em Daytona!

Dagys_2016_2964

Ozz Negri foi o mais rápido do primeiro treino do Roar Before The Rolex 24 com o Ligier HPD (Foto: John Dagys/Sportscar365.com)

RIO DE JANEIRO - Começou nesta manhã de sexta-feira na Flórida o Roar Before The Rolex 24, teste coletivo com dois dias de duração no Daytona International Speedway, que abre extra-oficialmente a temporada 2016 do IMSA Weather Tech SportsCar Championship. Mais de 50 carros inscritos em quatro categorias, com muitas novidades na pista e um grande campeonato pela frente.

A primeira sessão de treinos teve como o carro mais rápido o Ligier JS P2 HPD – agora com motor de 3,5 litros – da Michael Shank Racing. O brasileiro Oswaldo Negri marcou 1’39″655 na melhor volta do carro #60, que além dele e do parceiro John Pew, terá AJ Allmendinger e Olivier Pla a bordo na Flórida.

2016IMSA_MarshallPruett_Roar1816_400a

Coletiva de imprensa da Michael Shank Racing, confirmando a ida para Sarthe com Laurens Vanthoor anunciado ao lado de Negri e John Pew (Foto: Marshall Pruett/Racer.com)

Como novidade, numa coletiva de imprensa convocada após o primeiro treino, a MSR anunciou que aceitará o convite do Automobile Club de l’Ouest (ACO) para disputar as 24h de Le Mans na classe LMP2, como uma das equipes dos EUA oriundas da série IMSA – assim como a Scuderia Corsa. Junto a Negri e Pew, estará o belga Laurens Vanthoor, que disputou a prova ano passado pela OAK Racing e foi apresentado nesta mesma coletiva. A equipe de Ohio também planeja a viagem para a Bélgica, com o objetivo de disputar as 6h de Spa-Francorchamps, como preparação.

Ricky Taylor foi o segundo mais rápido do treino com o Corvette DP da Wayne Taylor Racing, a 0″856 do tempo de Negri, enquanto o BR01 Nissan da SMP Racing, em sua primeira aparição no circuito da Flórida, ficou com o terceiro lugar à frente do Corvette DP dos bicampeões João Barbosa e Christian Fittipaldi – cujo carro estará reforçado pelos ótimos Filipe Albuquerque e Scott Pruett.

O Ligier JS P2 HPD da Tequila Patrón ESM, que terá entre os pilotos Pipo Derani – estreante em Daytona – ficou com a sexta marca (1’41″687) e o Ford EcoBoost Riley DP da Chip Ganassi, campeão ano passado com Tony Kanaan/Scott Dixon/Jamie McMurray/Kyle Larson, ficou logo atrás – em sétimo.

Na classe Prototype Challenge (PC), Mark Wilkins foi o mais rápido da primeira sessão com 1’42″423, meio segundo abaixo do carro #8 da Starworks Motorsport. Em terceiro, veio o #52 da PR1/Mathiasen Motorsports, seguido do #20 da BAR1 Motorsports e do #38 da Performance Tech Racing.

Dagys_2016_2541

A nova BMW M6 GTLM começou bem: fez o melhor tempo no primeiro treino em Daytona, com Lucas Luhr a bordo

Entre os pilotos e carros da divisão GTLM, Lucas Luhr colocou a nova BMW M6 GTLM no topo da folha de tempos: o alemão marcou 1’45″088, três décimos abaixo do Corvette C7-R de Oliver Gavin/Tommy Milner/Marcel Fässler, que inclusive sofreu um princípio de incêndio durante a sessão, com Milner a bordo. Felizmente, o piloto não se feriu e já foi liberado para voltar aos treinos – enquanto a equipe avalia os danos do carro.

O novo Ford GT com Dirk Müller/Joey Hand/Sébastien Bourdais colocou-se na terceira posição da divisão no primeiro treino, com o segundo Corvette C7-R oficial de fábrica em quarto e a nova Ferrari F488 GTB alinhada pela SMP Racing em quinto. Noutro carro do construtor de Maranello, o trio formado por Daniel Serra/Alexandre Prémat/Alessandro Pier Guidi ficou em oitavo, com a marca de 1’47″404. A BMW que tem o brasileiro Augusto Farfus entre os inscritos não se preocupou com tempos, completando apenas oito voltas e virando voltas muito lentas na Flórida.

Na GTD, repleta de carros e equipes novas, o Porsche de Tim Pappas foi o mais rápido do extenso contingente de inscritos – 22 no total. O piloto de Boston marcou 1’48″822, apenas 0″019 mais rápido que o Audi R8 LMS geração 2 da Magnus Racing. A Stevenson Motorsports, que de última hora anunciou uma nova formação para o carro #9, com Kenny Habul/Dion Von Moltke/Boris Said/Tristan Vautier, ficou com a terceira colocação. O melhor dos novos Lamborghini Huracán foi o #11 da O’Gara Motorsport – que terá além dos titulares Townsend Bell e Bill Sweedler o reforço de Edoardo Piscopo e Richard Antinucci, este último, sobrinho do antigo piloto de F1 e Indy Eddie Cheever.

Ainda hoje, os carros voltam à pista para mais uma sessão de treinos a partir de 15h locais.

Resultado do treino #1 do Roar Before The Rolex 24, aqui.

1 comentário

  1. Fernando Lima disse:

    Bonito o layout do MSR…lembra um pouco os Rebellion do WEC e é bom ver os LMP2 na frente…na GTE, acho que o resultado de hoje não representa o que será a realidade da temorada…sem desmerecer os demais, creio que Ford GT e F488 GTB polarizarão a disputa das vitórias e do título, com a M6 à sombra…Mattar, assim que possível, nos dê “ibagens”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>