MENU

10 de janeiro de 2016 - 10:19Asian Le Mans Series

Vitória na estreia

12419017_739915069444075_7262624967306715897_o-728x409

Serviço completo: na prova de estreia, Sean Gelael e Antonio Giovinazzi fizeram o máximo de pontos em Buriram, na 3ª etapa do Asian Le Mans Series

RIO DE JANEIRO - Grand Slam na estreia: Sean Gelael e Antonio Giovinazzi, na primeira corrida da dupla no Asian Le Mans Series (AsLMS), levaram tudo o que puderam, a bordo do carro inscrito pela Eurasia Motorsport com patrocínio da Jagonya Ayam (leia-se KFC Indonesia) – pole position nos treinos, melhor volta na corrida e vitória, após 113 voltas no circuito Buriram International, na Tailândia, que recebeu um público fora do normal na 3ª etapa do campeonato.

Apesar de um furo de pneu logo no início, que relegou o Oreca 03R Nissan #9 ao fim do pelotão, a dupla se recuperou muito bem e não só venceu a corrida como venceu bem – 30 segundos à frente do Ligier JS P2 Nissan da Algarve Pro Racing, com Michael Munnemann/James Winslow/Dean Koutsoumidis, que ainda sofreu um time penalty de 15 segundos por ter excedido o limite de velocidade na saída dos pits durante uma das paradas de rotina.

A terceira posição na prova deu a Niki Leutwiller a liderança do campeonato e o piloto helvético está com a mão na taça entre os pilotos. Com 66 pontos, ele dificilmente será alcançado. Correndo desta vez com Oliver Webb, ele deve ajudar a Race Performance a conquistar uma vaga automática nas 24h de Le Mans na classe LMP2 neste ano. O outro Oreca da Eurasia, com William Lok/Nico Pieter de Bruijn/Richard Bradley chegou em quarto, com duas voltas de atraso.

Na LMP3, que tinha três inscritos, só dois carros alinharam e – que novidade! – vitória da DC Racing, conquistando assim o título antecipado da temporada 2015/2016. David Cheng/Ho-Pin Tung/Thomas Laurent terminaram em quinto na geral, com um total de 109 voltas – quatro a mais que o ADESS 03 do Team AAI guiado por Ryohei Sakaguchi/Masataka Yanagida/Tanart Sathienthirakul, que pelo menos viu a quadriculada. A classe CN não teve quorum ao final: os dois Wolf GB08 inscritos foram os únicos carros a abandonar a prova.

Assim como a Race Performance na LMP2, a Clearwater Racing perdeu sua invencibilidade na classe dos GT. O McLaren dos líderes do campeonato Keita Sawa/Rob Bell/Mok Weng Sun largou da pole na divisão, somando mais um pontinho na temporada. Mas o trio do carro #3 acabou apenas em quinto lugar na classe, perdendo uma volta em relação aos primeiros. O triunfo sorriu para a Nexus Infinity: Joshua Hunt/Dominic Ang ganharam a primeira no AsLMS, com quase oito segundos de vantagem para o Audi R8 LMS de Jeffrey Lee/Alessio Picariello/Adderly Fong, alinhado pela Absolute Racing. O trio do Team AAI formado por Jun San Chen/Ollie Millroy/Nobuteru Taniguchi fechou o pódio.

Único carro inscrito na GT AM, o Porsche de Paul Ip/Martin Rump/Yuan Bo terminou a disputa pelo menos à frente de dois dos sete inscritos da GT. Sem concorrência, a KCMG já levou o título da temporada. Assim como a classe CN, a GT AM não prevê inscrições automáticas para Sarthe. O campeão da GT tem direito a uma vaga na LMGTE-AM e a equipe vencedora da LMP3 está garantida na classe LMP2 em Le Mans.

A temporada 2015/2016 do AsLMS termina em Sepang, na Malásia, daqui a duas semanas. O promotor do campeonato, Cyrille Taesch-Wahlen, prevê um total superior a 20 carros na última rodada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>