MENU

29 de fevereiro de 2016 - 16:03Automobilismo Nacional

Casa da Mãe Joana

201512131641184_9N2A0862_II

RIO DE JANEIRO - O automobilismo brasileiro é mesmo a Casa da Mãe Joana. A Folha de S. Paulo, nesta matéria assinada por Paula Cesarino Costa, coloca mais um dedo na purulenta ferida de um esporte que agoniza neste país.

A ser verdade tudo o que é relatado nas trocas de mensagens via WhatsApp, relatadas pela reportagem, é de enojar. Por mais que tenha sido uma “molecagem”, como diz um dos envolvidos, mexe com coisas sérias do passado. Reabre suspeitas e coloca em descrédito a atuação dos comissários da egrégia Confederação Brasileira de Automobilismo, a mesma em que dirigentes se locupletam por anos e cuja principal fonte de lucro, hoje, é a emissão de carteirinhas de piloto. A entidade também reagiu passivamente, é sempre bom lembrar, ao fim de três autódromos – Jacarepaguá, Brasília e Pinhais.

Cacá Bueno se coloca no papel de vítima e fala que o diálogo é “repugnante”. Mas se eu pudesse aconselhá-lo, diria para deixar o coitadismo de lado (até porque fazer papel de coitado nem sempre pega bem, especialmente entre os haters), pegar o boné e ir embora. O cara já ganhou tudo o que pôde aqui e ainda tem fòlego, idade e mercado para emplacar uma bela carreira internacional – sem esquentar a cabeça com suspeitas ou suspeições. Se não está satisfeito, se manda. Mas parece que aqui a grana é boa…

Do lado da Vicar, Maurício Slaviero teria se manifestado pela exclusão sumária dos envolvidos na troca de mensagens que – dizem – vai trazer mais coisas à tona. Teve gente da CBA que pôs panos quentes: na matéria da Folha, Nestor Valduga fez questão de elogiar os envolvidos, mas um comunicado enviado pela assessoria da entidade afirma que os comissários foram “preventivamente afastados”. E que irá abrir inquérito administrativo “para apurar supostas irregularidades”, além de encaminhar a matéria para a apreciação da Procuradoria do STJD da CBA, “ante a gravidade do narrado”.

Mas, conhecendo a turma como a gente conhece, sabendo quem está à frente da entidade, não vai dar em nada. Os envolvidos seguirão elogiados pelos dirigentes e o automobilismo morre um pouco mais a cada dia no país. Como diz o filósofo, mais um gol da Alemanha, outro 7 x 1 na nossa cara. O detalhe é que a temporada 2016 está para começar: a primeira rodada da Stock é no próximo domingo, com a Corrida de Duplas, em Curitiba.

Acho que está mais do que na hora dessa palhaçada terminar de CBA e comissários fazendo o que bem dá na telha terminar. Ou os patrocinadores, promotores e demais interessados tomam uma atitude, ou tudo continuará como dantes no Quartel de Abrantes. Urge a criação de ligas para gerir o esporte. Por que a Nascar deu certo? Porque é uma organização INDEPENDENTE do jugo de qualquer confederação ou clube nos EUA. E se sustenta no seu modus operandi há quase 60 anos.

Só que há uma diferença abissal: lá, são os EUA. Aqui, ainda tem gente que acha que a Stock Car deveria ser chamada de “Nascar Brasileira”.

Sabem de nada, inocentes.

17 comentários

  1. Ricardo Talarico disse:

    Infelizmente nosso automobilismo está tão destruído que essa notícia, por ter um jeitão de escândalo, será muito mais divulgada na mídia do que qualquer corrida de automóvel.
    Notícia sensacionalista “vende” mais do que esportiva.
    Abrax !!

    • Isidio Cristóvão disse:

      Brasil sendo Brasil cara, terra do arrumadinho, do favorzinho ou uma mão lava a outra onde o povo só vê a plim plim dona da verdade. 77 x 11 for dream team !

    • Guilherme TW disse:

      Amigo entendo que o tom usado no texto não é dos mais sérios, mas e conteúdo não tem nada de sensacionalista, é desagradável mas é real toda essa situação, e a mediocridade do automobilismo brasileiro atualmente se deve em maior parte a CBA. Aquilo é uma máfia caça-níqueis, mas como ela minou todas as categorias possíveis, sobrevive agora do lucro por emissão de carteirinhas.

  2. Gustavo disse:

    E o automobilismo, como fica?

  3. Carlos Pereira disse:

    Se, a Stock Car aceitar ficar sob a tutela da CBA, me desculpem, mas estarão assinando que não se importam e aceitam o automobilismo como está. Eles devem sair debaixo das asas da CBA e criarem uma nova entidade para gerir corridas.
    Palhaçadas como essa, deveriam por um fim à entidade e aos que nela estão, atrás das grades.
    Mas é Brasil … já viu.

  4. Marco Paiva disse:

    Vivi os anos dourados do automobilismo no Brasil e afirmo que a formação de ligas ou clubes se faz necessário devido à arrogância de pessoas que se julgam “donos” de alguma determinada categoria.
    Entendo que a CBA tenha lá suas maçãs podres, porém não é correto afirmar que o cesto está condenado.
    Precisamos antes de mais nada, nos conscientizar do principal do esporte, a essência dele, O AMOR A VELOCIDADE.
    Aqui em Campo Grande, MS, estamos tentando fazer com que o esporte renasça como antigamente.
    Permitindo que pessoas com poucos recursos também possam participar desta emoção.
    Fazer com que o apoio de entidades beneficentes seja uma forma, não só de ajudar a estas, mas também, fazer da repercussão desta atitude um modo de divulgar o esporte como ele deve ser; PURO !!!!!!
    Perdoem o desabafo, mas a meu ver, enquanto o esporte não deixar de ser visto exclusivamente uma forma de ganhar dinheiro, teremos estas situações acontecendo pelo país.
    Desta forma, caso haja interesse em nos conhecer e à nossa filosofia, estamos inteiramente à disposição!!!!
    Abraços a todos
    renegade.racingms@gmail.com

  5. Granito disse:

    Concordo com 90% do seu texto. Por exemplo Cacá deixar de coitadismo, afinal é um nome histórico na Stock ( que tb é uma baita categoria , histórica para o automobilismo brasileiro e nunca deve cair na tentação de mudar para Nascar brasileira). Agora, sendo um nome histórico , gostem dele ou odeiem , ele sendo ajudado ou prejudicado , numa categoria com pares de igual ou até maior relevância para o automobilismo brasileiro ( Rubinho só para citar um, Zonta para não dizerem q era só o primeiro) , acho que se ele é melhor remunerado por aqui , por que ir fazer carreira internacional?
    Ainda quanto a Stock ele deveria seguir mais o exemplo da Nascar , onde as punições tentam interferir o menos possível no resultado da disputa que tomar por exemplo a F1 que pune se o cara olhar feio e suspirar ou preventivamente o Pastor por ser ele kkkkk. Afinal , para um bom torcedor de arquibancada o que vale é que quando a canalhada está correndo , o último que chegar é mulher do padre é um abraço para o gaiteiro …

  6. Helio disse:

    O FUTURO dos esportes em Geral, principalmente do automobilismo será como a maioria nos EUA, as LIGAS e uma SUPERLIGA, não adianta forçarem o adiamento dessa decisão de definitivamente tirar das mãos dos mesmos os interesses únicos de alguns!!

  7. Fernando Lima disse:

    Vou procurar e ler esta reportagem, para tomar conhecimento do que se trata, mas em se tratando da Stock Car, da Vicar sua promotora, da CBA e do Sr Carlos Eduardo dos Santos Galvão Bueno Filho, vulgo Cacá Bueno, ótimo piloto porém o maior mala-sem-alça da história, imagino que deve ser merda (perdão pelo termo…).
    Apenas uma observação: Estive em Interlagos em dezembro último (não tinha nada melhor para fazer…) e só comprovei o que venho dizendo…a cada corrida a Stock Car se torna pior…tá feio demais…e infelizmente, para esta categoria, foi a última vez que dispus meu tempo -e dinheiro- in loco.

  8. Pessoal, peço desculpas pelas palavras abaixo mas:

    É o fim da picada !!!!

    Esta bosta de gente safada, querendo botar o ego na frente dos outros e querendo dizer que tem o pau maior…. bando de safados !

    Se fosse comigo Eu já teria ido até estes vagabundos e saído no braço ! Não por mim, mas pela Equipe inteira que é quem sofre com isso…

    Bando de safados !!!!

    Não interessa se é brincadeira… já era e agora quero ver a merda feder até chegar onde todos queremos:

    REFORMULAÇÃO JÁ !

    BOTEM O PIQUET, O INGO, O ANDRÉ RIBEIRO, OU ALGUM OUTRO FACA NA BOTA PRA REVOLUCIONAR ESTA BOSTA !

    CAMBADA DE SAFADOS !!!

    Mesmo que quem quer que seja faça maracutaias no carro ou seja chato como disseram, nenhuma punição deve levar o fator “gostar ou não do cara ” ou seja o que for. Mesmo que o cara seja Dick Vigarista ( seja quem for ) e leve punição todas as Etapas por estar fora ou estar sempre burlando ou querendo enganar, esta pessoa deve ser punida na regra, sem nenhum outro fator pesando nisso…

    Isso aí é coisa de guri, coisa de piá cagado, invejoso, mal caráter.

    SAFADOS !!!!!

    • Jose Wanderson disse:

      Fabiano, tu parece ser alguem que entende de automobilismo ou trabalha na area, entao aproveita e pede para o inocente do caca comentar quando detectaram uma irregularidade técnica nos freios do carro dele. Vai saber quantas provas ele não ganhou até alguém descobrir, ou mesmo até foi campeão conseguindo burlar o regulamento?
      A matéria foi tendenciosa e escrita por alguém que nem conhece como funciona o automobilismo, o jogo de gato e rato entre pilotos tentando burlar as regras para levar vantagem um sobre o outro.

  9. Jéferson Menezes disse:

    Imagina quem vai investigar o Sr Nestor Valduga é piada esse cara é outro pilantra no RS a moral dele é zero, imagina que seriedade vai ter, é como colocar o lobo para cuida das ovelhas haha

  10. Moacir Costa disse:

    Quanto a relação CBS / Stock Car (ou outra categoria qualquer) tenho a seguinte opinião:
    “Quem é conivente é cúmplice…”

  11. Olhem mais da conversa…

    Molecagem ????

    Cadeia é pouco…

    http://www.theracingbugler.blogspot.com.br/

  12. Wanderson,

    Bom dia.

    Entendo, participo como piloto e já fui Coordenador de Categoria aqui no RS.

    É claro que sei que ninguém é santo num autódromo. Porém, a(s) categoria(s), na parte técnica, é baseada em um regulamento que diz como devem ser os carros. Porém, nenhum regulamento é escrito de forma clara e sempre algum ou alguns artigos ficam incompletos ou faltando alguma coisa.

    E é claro que quem fabrica ou monta um carro de corridas ( seja o piloto mecânico/preparador ou uma equipe ) sempre vai olhar o regulamento ( ler o regulamento são poucos que fazem ) pra ver onde as idéias dele ( preparador, etc… ) podem se encaixar para ser mais rápido que o concorrente, ou levar vantagem.

    Se as regras são mal escritas ou deficientes ou interpretativas, as vistorias estão aí pra isso e cabe a quem fiscaliza e vistoria apontar não só uma não conformidade de tal carro, mas apontar a falha na regra e concertar ( Adendos e etc… )…

    Resumo: Sempre existirá possibilidade de 5 carros bolarem uma solução diferente uns dos outros e estarem dentro da regra, interpretativa e falha. E sempre um deles vai ser o mais rápido ou o que menos quebra, seja por competência de quem prepara e monta, seja por competência de quem pilota, seja por condição da corrida ou falha dos outros concorrentes.

    OK?

  13. carlos souto disse:

    Vocês precisam ver o que esta mafia faz no kart

  14. CBA, CBF, PT, PSDB, PMDB, STJD… Rapaz, é muita sigla pra foder com o brasileiro. #TaQueParéuuu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>