MENU

26 de fevereiro de 2016 - 21:22IMSA

IWSC: Pla comanda folha de tempos em Sebring

022616_SebTest_BC_39445

O Ligier da MSR foi o mais rápido no Open Test para as 12h de Sebring (Foto: Brian Cleary/BCPix.com/Sportscar365)

RIO DE JANEIRO - Dois franceses foram os destaques do segundo dia de treinos coletivos da IMSA como preparação para as 12h de Sebring: Olivier Pla e Nicolas Lapierre, com protótipos igualmente franceses, ficaram no topo da folha de tempos na Flórida.

Com o Ligier JS P2 HPD da Michael Shank Racing, Pla cravou 1’51″546 nesta sexta-feira de manhã, apenas 0″115 abaixo do tempo do Oreca 05 Nissan guiado por Lapierre. Aliás, mesmo com pouco tempo de adaptação aos pneus Continental, a Dragonspeed conseguiu ótimo rendimento do novo protótipo que estreia este ano e disputará toda a temporada do European Le Mans Series. O Corvette DP da equipe Spirit of Daytona também andou muito bem hoje e foi o 3º no agregado dos treinos, com o bom trabalho do escocês Ryan Dalziel e do belga Marc Goossens.

2016 IMSA Sebring Test

Rubens Barrichello participará pela primeira vez da clássica prova de Endurance (Foto: Brian Cleary/BCPix.com/Sportscar365)

O tempo da véspera deu a 4ª posição ao carro #5 repartido por Christian Fittipaldi e Filipe Albuquerque durante as quatro sessões de treinos em Sebring, já que João Barbosa não pôde treinar por estar lesionado. Rubens Barrichello fez algumas voltas no #10 da equipe de Wayne Taylor e está mais do que garantido para disputar a lendária corrida pela primeira vez. A tripulação ficou em quinto, seguida do #2 da Tequila Patrón ESM.

A classe Prototype Challenge verá pela primeira vez os seus Oreca FLM09 Chevrolet dotados de controle de tração e upgrades de eletrônica e motor. Nada mudou em relação aos tempos: Colin Braun foi mesmo o mais rápido entre os quatro carros que treinaram em Sebring, com 1’53″888, sete décimos abaixo do #85 que venceu as 24h de Daytona e foi conduzido nos treinos por Chris Miller/Misha Goikhberg/Kenton Koch/Stephen Simpson. Também não houve alterações no topo da classificação entre os GTLM, com a BMW M6 da equipe de Bobby Rahal e David Letterman fechando as atividades na frente da Ferrari #62 da Risi Competitzione, revezada por Toni Vilander e Davide Rigon – já que Giancarlo Fisichella estava ausente, em virtude de um evento de um patrocinador da Ferrari numa estação europeia de esqui. Os Ford GT ficaram devendo em termos de tempos – ou então esconderam o jogo, pois os dois carros do time de Chip Ganassi ficaram a sete décimos do melhor tempo da classe.

2016 IMSA Sebring Test

A BMW foi a melhor entre os que treinaram na divisão GTLM (Foto: Brian Cleary/BCPix.com/Sportscar365)

Na GTD, boa estreia da Ferrari F488 GT3 da Scuderia Corsa: Alessandro Balzan fez o melhor tempo no combinado dos testes, cravando 2’01″342 e superando por 0″173 o Porsche da Park Place Motorsports, conduzido por Matt McMurry e Patrick Lindsey durante os ensaios. A Black Swan Racing ficou em 3º, a 0″277 da Ferrari, seguida por dois Audi R8 LMS – o #6 da Stevenson Motorsports e o #44 da Magnus Racing.

A Dream Racing voltou à pista após o enorme acidente de Lawrence DeGeorge na véspera – mas com um carro reserva. Entre os 17 carros da categoria, o Huracán da nova equipe ficou em 16º. Curiosamente, quatro dos seis piores tempos foram dos Lamborghini – que acabaram punidos por conta de supostas irregularidades no BoP após as 24h de Daytona. Coincidência?

Tempos gerais do Open Test das 12h de Sebring, aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>