MENU

3 de março de 2016 - 17:03Fórmula 1

Barcelona, dia #7

Cco7MnhXIAEO5qh

RIO DE JANEIRO - Penúltima sessão da pré-temporada da Fórmula 1 em Barcelona. E a Ferrari, que foi a melhor em três das quatro sessões na primeira semana, voltou a figurar no topo da folha de tempos. Kimi Räikkönen foi o mais rápido com o tempo de 1’22″765, registrado de manhã.Mas o que mais chamou a atenção foi o teste do “Halo” (não, não é a canção da Beyoncé e sim o arco de proteção que poderá ser introduzido nos carros em 2017).

2016331240144_GettyImages-513462154_II

O tal do “Halo” parece tira de sandália havaiana, igual a que muitos usam (eu, inclusive). Não achei legal. Esteticamente, deixa os Fórmula 1, que já não são bonitos, horrorosos (Foto: Getty Images/Grande Prêmio)

O negócio é muito esquisito e feio. Piadas e memes já começaram e até concordo. Vista de frente, a SF16-H parece uma sandália havaiana, igual as que eu e milhares de brasileiros (e também gringos) usamos. Não sei se realmente é a melhor das soluções para a proteção da cabeça dos pilotos. Tem a questão da visibilidade, que fica seriamente prejudicada. Mas espero que essa conversa evolua. Pior do que está essa situação do “Halo”, não pode ficar.

Kimi fez seu melhor tempo com os ultramacios, os pneus da Pirelli de banda roxa, também usados hoje eventualmente por Nico Hülkenberg em sua Force India e pela Toro Rosso de Max Verstappen. Mas quem destacou-se foi Felipe Massa, que bateu as marcas do alemão e do holandês com compostos macios montados em sua FW38. O brasileiro ficou a 0″428 da marca de Räikkönen.

Felipe Nasr conseguiu um bom 6º tempo com a Sauber, também dispondo de macios – mas bem distante de Nico Rosberg, que mesmo de pneus médios ainda virou em 1’24″126. O brasileiro do time helvético foi mais rápido que a McLaren de Fernando Alonso e a Manor de Pascal Wehrlein, que aproveitou para tentar fazer um tempo razoável com pneus ultramacios. Faltou, porém, quilometragem: o alemão deu somente 48 voltas.

A destacar que pelo terceiro dia consecutivo a Haas teve problemas. Pelo menos Romain Grosjean ainda completou 78 voltas. Mas ver o VF-16 em último novamente é, no mínimo, preocupante.

3 comentários

  1. Marchi disse:

    Quero ver o que os patrocinadores nos capacetes dos pilotos vão achar disso.

  2. Renan disse:

    uma espécie de para-brisas, todo transparente, não seria melhor? lógico que no caso do acidente do jules não resolveria nada (aliás nem esse halo), mas no caso do justin teria salvado a vida dele.
    ou põe logo um cockpit todo fechado, como de algumas simulações…

  3. Gustavo disse:

    Ainda prefiro cockpit fechado…

    https://www.youtube.com/watch?v=e87HIlOIYFA

    Chique!!!

    :-))

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>