MENU

25 de abril de 2016 - 14:42Rali

A consagração de Hayden Paddon

80046419-98b4-4b06-a39c-4d9ef5075c8f

Hayden Paddon deu show nas estradas da região de Córdoba e arrebentou no Power Stage, para conquistar sua primeira vitória no WRC

RIO DE JANEIRO - O Mundial de Rali (WRC) conheceu um novo vencedor para os compêndios. Sem se deixar levar por nenhum tipo de pressão, o neozelandês Hayden Paddon conquistou um feito e tanto na semana de seu 29º aniversário. Com seu Hyundai i20, o Kiwi faturou de forma incontestável o Rali da Argentina, 4ª etapa da temporada 2016. Ele era a grande sombra na liderança do finlandês Jari-Matti Latvala – e quando o nórdico da Volkswagen sofreu mais um de seus costumeiros acidentes, Paddon herdou o comando com a vitória na SS14 e chegou ao último dia com cerca de 30 segundos de vantagem para Sebastién Ogier.

O francês vislumbrou uma chance lógica de emplacar sua terceira vitória em quatro eventos na atual temporada. No domingo, tirou sete segundos do rival na primeira passagem entre El Condor e Copina e quase 20 na especial entre Mina Clavero e Giulio Cesare. Mas Paddon não é Latvala: apesar de ter apenas 2″6 segundos a seu favor antes de entrar na pista para o último estágio – o Power Stage – novamente entre El Condor e Copina, o neozelandês guiou o fino e não deu hipóteses a ninguém. Venceu a especial relegando Dani Sordo, seu companheiro de equipe, a incríveis onze segundos. Ogier foi batido por 11″7 e contentou-se com o 2º lugar geral e um pontinho extra – o que mantém o francês ainda mais sólido na liderança do Mundial de Pilotos.

Paddon deu à Hyundai o segundo triunfo do construtor sul-coreano (vice-líder dos Construtores, com 81 pontos) após o retorno da marca ao WRC. De quebra, os 28 pontos somados na Argentina deixam o piloto na vice-liderança do Mundial entre os pilotos, ainda que bem longe de Ogier. Andreas Mikkelsen cumpriu à risca o plano inicial e, mesmo com uma performance bastante discreta, levou seu VW Polo ao 3º lugar na geral.

Dani Sordo destacou-se em alguns trechos, mas faltou consistência ao experiente piloto espanhol, que abocanhou a quarta posição, seguido pelo Ford de Mads Østberg e por um Thierry Neuville cada vez mais relegado a segundo plano dentro da equipe de WRC da Hyundai. O belga também é outro que vem devendo – e muito – neste início de campeonato.

O argentino Marcos Ligato teve à disposição um Citroën DS3 WRC e fez uma boa prova. Foi disparado o melhor entre os sul-americanos e terminou o Rali na 7ª colocação. Eric Camilli sentiu enfim o gostinho dos primeiros pontos na turma de cima, chegando em oitavo com o Ford Fiesta da M-Sport. Henning Solberg chegou num razoável nono posto com o Ford da Adapta Motorsport e o último ponto ficou com Nicolás Fuchs, bom piloto peruano que venceu também entre os inscritos da WRC2. Líder da divisão com duas vitórias, Elfyn Evans desta vez não teve a menor condição de brigar por pódio e chegou na quarta posição na categoria, atrás do polonês Hubert Ptaszek e do catari Abdulaziz Al-Kuwari. Evans tem 20 pontos de frente (62 a 42) para Ptaszek.

Classificação final do Rali da Argentina:

1. Paddon-Kennard (Hyundai i20 Wrc) – 3.40’52”9
2. Ogier-Ingrassia (VW Polo Wrc) + 14”3
3. Mikkelsen-Jaeger (VW Polo Wrc) + 1’05”2
4. Sordo-Marti (Hyundai i20 Wrc) + 1’17”1
5. Østberg-Floene (Ford Fiesta RS Wrc) + 4’56”7
6. Neuville-Gilsoul (Hyundai i20 Wrc) + 9’29”5
7. Ligato-Garcia (Citroen DS3 Wrc) + 9’39”2
8. Camilli-Klinger (Ford Fiesta RS Wrc) + 10’16”0
9. H.Solberg-Minor (Ford Fiesta RS Wrc) + 10’48”5
10. Fuchs-Mussano (Skoda Fabia R5) + 24’42”8

Classificação do WRC após a 4ª etapa:

1. Sebastién Ogier – 96 pontos
2. Hayden Paddon – 57
3. Mads Østberg – 52
4. Andreas Mikkelsen – 48
5. Dani Sordo – 44
6. Jari-Matti Latvala – 27
7. Ött Tanak – 24
8. Thierry Neuville – 23
9. Stéphane Lefévbre – 10
10. Henning Solberg – 8
11. Martin Prokop, Marcos Ligato e Elfyn Evans – 6
14. Lorenzo Bertelli, Eric Camilli e Craig Breen – 4
17. Teemu Sunninen – 3
18. Esapekka Lappi – 2
19. Armin Kremer, Valeriy Gorban, Nicolás Fuchs e Kris Meeke – 1

2 comentários

  1. Herik disse:

    Justiça seja feita, desta vez o Latvala teve muito azar ao passar por um trecho aparentemente sem problema e estourar a suspensão do seu carro. Aliás, é bem estranho como isto tem ocorrido algumas vezes com os VW. Certas pancadas nas suspensões dianteiras o amortecedor simplesmente vaza pelo capô do carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>