MENU

22 de julho de 2016 - 16:14Mundial de Endurance

6h de Nürburgring, treinos livres: Porsche e Webber começam na frente

2016-6-Heures-du-Nurburgring-Adrenal-Media-GT7D1960_n

Mark Webber foi o mais rápido da sexta-feira com o Porsche 919 Hybrid nos treinos livres para as 6h de Nürburgring: tripulação do #1 venceu a corrida no ano passado (Foto: Gabi Tomescu/AdrenalMedia.com)

RIO DE JANEIRO - A sexta-feira marcou na Alemanha o início das atividades de pista para a 4ª etapa do Campeonato Mundial de Endurance – as 6h de Nürburgring, disputadas pelo segundo ano consecutivo no circuito conhecido como Inferno Verde, por conta da fama do velho Nordscheleife. E um velho conhecido do traçado usado pela Fórmula 1 foi o mais rápido do dia neste primeiro dia de treinos livres, com duas sessões de 1h30min cada: o australiano Mark Webber, que venceu a corrida do ano passado junto a Brendon Hartley e Timo Bernhard, estabeleceu o melhor tempo do dia com o Porsche 919 Hybrid dotado de nova aerodinâmica, com máximo downforce.

O “Aussie” marcou 1’40″997 na segunda sessão, superando em mais de oito décimos o tempo de Marc Lieb na parte da manhã. Mas Webber teve muito trabalho para cravar a P1: o suíço Marcel Fässler ficou a apenas 0″014 e com a segunda marca do dia. Lucas Di Grassi fez uma ótima volta em 1’41″136 e foi o terceiro – o mais rápido entre os pilotos do Audi #8.

Os vencedores das 24h de Le Mans e líderes do campeonato – Romain Dumas/Marc Lieb/Neel Jani – não melhoraram o tempo da primeira sessão por uma razão bem plausível: o carro #2 teve uma falha num disco de freio com Dumas a bordo e após 11 voltas o piloto francês sofreu um acidente, que impediu o carro de voltar à pista por conta dos extensos danos na seção dianteira do protótipo. Acabaram na 4ª posição ao fim do dia, à frente dos dois Toyota TS050 Hybrid guiados por Stéphane Sarrazin e Sébastien Buemi.

Entre os LMP1 não oficiais, novamente o suíço Mathéo Tuscher impressionou a bordo do #13 da Rebellion Racing e foi o mais veloz do dia com 1’46″790. O #4 da ByKolles se valeu da larga experiência de Pierre Kaffer na pista, para ficar com a oitava melhor marca geral, à frente do #12 guiado por Nick Heidfeld em sua melhor volta. Este carro teve a presença do brasileiro Nelsinho Piquet nas três primeiras provas do Mundial de Endurance.

MOTORSPORT : FIA WEC - 6 HOURS OF SILVERSTONE (GBR) - ROUND 1 04/14-17/2016

Bruno Senna (direita) e o português Filipe Albuquerque trocam informações nos boxes: a RGR Sport by Morand busca sua segunda vitória na classe LMP2 (Foto: Shivraj Gohil/MF2/Divulgação)

Na subclasse LMP2, o alemão René Rast fez um temporal com o Oreca Nissan #26 da G-Drive Racing. Ele marcou 1’48″965 no segundo treino, mais de um segundo inteiro abaixo do surpreendente estreante Lewis Williamson: em sua primeira aparição no WEC, o piloto da Strakka Racing foi o segundo a bordo do único carro Spyder da categoria. O britânico fez 1’50″031, como melhor volta – dois décimos abaixo de Roberto Mehri, da Manor.

Um dos líderes do campeonato, o monegasco Stéphane Richelmi foi o 4º colocado com o Alpine A460 Nissan que não fez tempo no treino matinal. Na sequência, veio o #44 da Manor – que ganhou de última hora a adesão do britânico Matt Howson no lugar do compatriota James Jakes.

E para quem estava fora do Mundial de Endurance há três anos, Antonio Pizzonia fez um excelente trabalho: melhorou mais de um segundo e meio seu ritmo em relação ao primeiro treino e foi apenas 0″3 mais lento que Howson, que tem a mão do carro, já que guiou um igualzinho a temporada inteira da LMP2 pela KCMG ano passado e também nas 24h de Le Mans.

A RGR Sport by Morand, que sofreu uma reestruturação do seu pessoal após a disputa das 24h de Le Mans, ficou com o 7º tempo entre os carros da LMP2. Bruno Senna deu 20 voltas nos dois treinos, com a melhor delas sempre na casa de 1’52″5. A escuderia Tequila Patrón ESM fez uma mudança de última hora para ganhar performance, trocando os pneus Dunlop de seus Ligier JS P2 Nissan pelos Michelin. E por enquanto, parece que não foi o bastante: Pipo Derani foi o 8º colocado da categoria, com 1’51″669, tempo obtido na sessão matinal. O outro carro do time estadunidense fez sua melhor volta em 1’52″089, graças a Johannes Van Overbeek.

2016-6-Heures-du-Nurburgring-Adrenal-Media-GT7D3230-Edit_hd

Richie Stanaway foi o mais rápido no plantel da LMGTE-PRO com o Aston Martin V8 Vantage GTE #97

Na LMGTE-PRO, a Aston Martin parece ter encontrado um caminho graças ao BoP que tirou mais peso do carro britânico: Richie Stanaway estabeleceu a melhor marca da sexta-feira em 1’56″908, somente 0″074 melhor que a Ferrari #51 pilotada pelo italiano Gianmaria Bruni. Sam Bird foi o 3º colocado com a #71 da AF Corse e Nicki Thiim foi o quarto no Aston “Dane Train”. Só então é que vem o Ford GT #66 com Olivier Pla, um dos líderes do campeonato. O francês virou em 1’57″461, pouco mais de dois décimos abaixo do próprio companheiro de equipe, Stefan Mücke.

Emmanuel Collard foi o mais veloz dentre os pilotos da LMGTE-AM com a Ferrari F458 Italia #83 da AF Corse: o experiente francês rodou em 1’59″200 na sua melhor volta no FP2, com o italiano Paolo Ruberti – de volta após contusão – a 0″123 do rival da AF Corse. Patrick Long ficou com o 3º tempo no Porsche #88 da Abu Dhabi Racing-Proton, seguido pelo Aston Martin #98 do português Pedro Lamy. Adam Carroll e Wolf Henzler fecharam a raia entre os 33 carros que treinaram nesta sexta-feira.

Os pilotos voltam à pista neste sábado para o 3º treino livre, marcado para as 4h15 de Brasília, com duração de 1h. A qualificação começa às 9h15 pelo nosso horário, com os carros das classes LMGTE-PRO e LMGTE-AM, depois entrando os LMP1 e LMP2. O Fox Sports 2 transmite AO VIVO e NA ÍNTEGRA as 6h de Nürburgring neste domingo às 8h da manhã com o trio Hamilton Rodrigues, Sergio Lago e Rodrigo Mattar – vulgo eu.

Prestigiem! Assistam! Curtam! Confiram!

3 comentários

  1. Diney De Lellis disse:

    Boa tarde Rodrigo,
    Que os Toyotas se recuperem após Le Mans e vençam, de preferência. Estarei acompanhando e churrasqueando. Ótima transmissão. Abraços.
    Diney

  2. Antonio Vidal disse:

    Olá galera….olá Rodrigo…

    Alguém saberia me dizer quais são as modificações aerodinâmicas introduzidas nos 919 para esta prova?
    Será mais uma prova disputadíssima, onde a TOYOTA vem com tudo para apagar o fiasco em LE MANS, já a AUDI, precisa mostrar que o novo projeto é competitivo e vencedor….praticamente não “andaram” em LE MANS.
    Já a atual campeã, a PORSCHE( 18 vitórias em LE MANS) sabe que não tem este ano um protótipo imbatível, é rápidíssimo em treinos, mas nas carreras, não consegue manter o rítmo como nas classificações.
    Vai ser uma corridaça….bora galera….força RODRIGO….estaremos com vc…. na boa: … Edgar(Rei da Biaba) de Mello Fº poderia participar da transmissão….

  3. luigi disse:

    Bem ,eu acho que a Toyota ,não foi um fiasco e sim uma fatalidade que já aconteceu a muitas outras equipes tão qualificadas quanto a Toyota , fiasco seria uma pane seca ,um pneu que se solta por falha na troca . más a quebra ou soltura de um dispositivo ,na minha opinião ,esta mais para fatalidade , ainda mais após quase 24 h de corrida . Mas isto também faz parte da corrida . E como já disse Fangio com todo seu conhecimento do assunto :” corridas são corridas , e só termina com a bandeirada final”
    Bom final de semana a todos , Boa transmissão ao pessoal do Fox Canal , na minha opinião quem gosta de ver carros de verdade e corridas onde ultrapassagens não sejam forjadas por “D S R´s” deverão prestigiar a transmissão do Fox Canal , com sua equipe de experientes conhecedores de automobilismo que não costumam falar “Pérolas e abobrinhas” durante a transmissão ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>