MENU

8 de julho de 2016 - 20:40IMSA Weather Tech SportsCar Championship

IMSA: com pista molhada, irmãos Taylor começam na frente em Mosport

070316_WGI_BC103075

Os irmãos Taylor foram os mais rápidos na sexta-feira em Mosport. O Fox Sports 2 transmite a corrida do Weather Tech SportsCar ao vivo neste domingo (Foto: Brian Cleary/BCPix/Sportscar365.com)

RIO DE JANEIRO - Choveu nesta sexta-feira no Canadian Tire Motorsports Park, o que atrapalhou os dois treinos livres da etapa deste fim de semana do IMSA Weather Tech SportsCar Championship. Com três carros a menos em relação aos 40 inscritos, as equipes e pilotos que participarão da 7ª prova do campeonato tiveram que enfrentar as condições traiçoeiras da pista para os primeiros ajustes. E quem ficou na frente foram os vencedores da prova no ano passado: Ricky e Jordan Taylor.

Com o carro #10, Jordan cravou as melhores voltas das duas sessões – 1’11″158 no primeiro treino e 1’11″206 no segundo. A pista melhorou ligeiramente à tarde, o que propiciou o 2º melhor tempo a Christian Fittipaldi, que marcou 1’11″345 a bordo do Corvette DP #5 da Action Express Racing. Dane Cameron foi o terceiro mais rápido – 1’11″483.

O top 5 foi fechado pelos dois Mazda LMP2 da Speedsource: Jonathan Bomarito ficou com o quarto tempo e Joel Miller foi o quinto, ambos virando abaixo de 1’12″. Já o melhor tempo do carro #60 de Oswaldo Negri e John Pew foi registrado logo na primeira tomada – 1’12″421, virando meio segundo mais lento na parte da tarde.

Entre os Prototype Challenge, Renger Van der Zande foi o mais veloz com o #8 da Starworks Motorsport. O holandês fez a melhor volta em 1’12″131, seis décimos abaixo de Colin Braun a bordo do #54 da CORE Autosport. Matt McMurry foi o terceiro no #20 da BAR1, que acabou reconstruído no prazo recorde de 48h para ser embarcado ao Canadá. Brian Alder confirmou que não houve danos ao chassi, o que possibilitou a participação do bólido na etapa de Mosport.

Com o tempo de 1’15″961, Bill Auberlen foi o mais rápido da GTLM com sua BMW M6. O piloto da equipe de Bobby Rahal foi o único a virar abaixo de 1’16″ entre os nove inscritos (a Ferrari #68 da Scuderia Corsa, sem Daniel Serra nesta vez, não foi para o Canadá) da divisão. Oliver Gavin ficou em 2º no grupo com 1’16″132, seguido por Jan Magnussen e Dirk Müller no Ford GT #66. John Edwards, na outra BMW, completou os cinco mais velozes do dia. Vale lembrar que os Ford GT sofreram restrições no BoP da IMSA em relação aos adversários.

Na GTD, que perdeu para esta etapa dois carros – o Porsche #540 da Black Swan Racing (o patrão e piloto Tim Pappas mais uma vez teve problemas pessoais) e o Lamborghini #11 da Change Racing, este sem pilotos – o melhor tempo da sexta-feira – em ambos os treinos – foi do Audi R8 LMS #44 de John Potter/Andy Lally. O carro da Magnus Racing estabeleceu o tempo de 1’17″702 e foi o único a virar abaixo de 1’18″ no Canadian Tire Motorsports Park. Na sequência, dois Lamborghini Huracán GT3: o #48 de Bryan Sellers e o #16 com Spencer Pumpelly. O Dodge Viper de Jeroen Bleekemolen, em sua última temporada na IMSA, ficou em quarto.

Neste sábado, os carros e pilotos voltam à pista de Mosport para a última sessão livre a partir de 11h10 de Brasília, com 60 minutos de duração. A partir de 16h40, também de Brasília, começa a definição do grid – 15 minutos de classificação para as divisões GTD, GTLM, Prototype Challenge e Prototype, pela ordem.

O Fox Sports 2 transmite a etapa do Canadian Tire Motorsports Park neste domingo, a partir do meio-dia, ao vivo. Eu estarei nos comentários ao lado do Sergio Lago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>