MENU

29 de julho de 2016 - 01:07Automobilismo Nacional

Mais uma vitória do MC Tubarão no Endurance Brasil

13738204_1168776926477326_5661690746990244397_o

O MC Tubarão #78 de Tiel de Andrade/Franco Pasquale venceu pela 3ª vez neste ano no principal campeonato de Endurance do país (Foto: Endurance Brasil/Divulgação)

RIO DE JANEIRO - Os amigos leitores do Rio Grande do Sul hão de me perdoar. Com a correria pré-Olimpíadas, o blogueiro anda sem muito tempo para atualizar este espaço e só mesmo nos raros momentos de descanso tem me sobrado oportunidades. Mas não esqueci do Endurance Brasil, que no mesmo domingo das 6h de Nürburgring do WEC teve corrida em Tarumã.

Na quarta etapa da temporada, mais uma vez o MC Tubarão IX de Tiel de Andrade/Franco Pasquale levou a melhor na corrida que teve 3h de duração. Nos treinos, a dupla do carro #78 foi muito rápida e conseguiu uma volta abaixo da casa de um minuto – mais precisamente, 59″270. A dupla da equipe de Campo Bom foi 1″320 melhor que os sul-matogrossenses Nilson e José Ribeiro, autores de duas poles neste ano.

A corrida teve 29 bólidos, contando com a estreia do belíssimo MCR Grand-Am Lamborghini V10. Projeto do engenheiro e antigo piloto Luiz Fernando Cruz, o carro alinhado pela Mottin Racing largou de 5º sem forçar muito o ritmo e na corrida, Fernando Poeta/Andersom Toso/Fernando Fortes conseguiram um ótimo 3º lugar. Ao fim de 131 voltas, Pasquale/Tiel receberam a quadriculada com somente 9″129 de vantagem para o MRX #75 de Eduardo Padron/Henrique Assunção, que venceram na categoria P2 e também estavam inscritos na divisão GP1, a principal do certame.

Vencedores na etapa anterior em Santa Cruz do Sul com o MR18 de motor Honda, Eduardo Dieter/Francesco Ventre chegaram em 5º lugar dessa vez. A dupla Marcelo Vianna/Júlio Martini fez ótima prova com outro protótipo MC Tubarão e levou a melhor na divisão P3, com duas voltas de avanço sobre Miguel e Leo Mallaco, que competem com o protótipo 1R.

Na GT1, André Senger/Humberto Giacomello tiveram bom desempenho e levaram a melhor na classe, com o 7º lugar na geral – duas voltas à frente de Telmo Tecchio/Ricardo Mendes. Roberto Lacombe/Arthur Caleffi faturaram mais uma na GT2 com o bom e velho Maserati Trofeo. E na Turismo, Ricardo e Ike Halmenschlager, com o sempre rápido e eficiente VW Gol, cravaram a vitória na classe.

A prova teve a estreia de mais um protótipo – o MRX #8 fez sua primeira aparição na classe P3 com Marcelo e Elton Giacomello ajudados por Matheus Stumpf, que competiu no extinto GT Brasil e também nas séries Blancpain, na Europa. O trio conquistou um lugar no top 10 nos treinos, mas na prova o carro se retirou após completar 62 voltas – dez a mais que os sul-matogrossenses da NC Racing. Já o MRX de Oswaldo/Eduardo/Guilherme Scheer, outro forte concorrente, fez a volta mais rápida da disputa até abandonar com quebra da caixa de marchas.

O Endurance Brasil volta a Guaporé para a 5ª etapa do campeonato no dia 28 de agosto. E depois os pilotos gaúchos interessados em participar dos 500 km de São Paulo certamente vão dar aquele pulinho no Velo Cittá, em Mogi-Guaçu, para a 3ª etapa do Festival Brasileiro de Endurance. A tradicional corrida paulista acontece no dia 18 de setembro.

O resultado final das 3h de Tarumã:

1º #78 Tiel de Andrade/Franco Pasquale
Protótipo MC Tubarão IX – categoria GP1
131 voltas em 3h00min13s310

2º #75 Eduardo Padron/Henrique Assunção
Protótipo MRX – categoria P2/GP1
a 9s129

3º #18 Fernando Poeta/Andersom Toso/Fernando Fortes
Protótipo MCR Grand-Am Lamborghini V10 – categoria GP1
a 1 volta

4º #5 Marcelo Vianna/Júlio Martini
Protótipo MC Tubarão – categoria P3
a 3 voltas

5º #110 Eduardo Dieter/Francesco Ventre
Protótipo MR18 Honda – categoria GP1
a 4 voltas

6º #128 Miguel Mallaco/Leo Mallaco
Protótipo 1R – categoria P3
a 5 voltas

7º #17 André Senger/Humberto Giacomello
Chevrolet Sonic – categoria GT1
a 5 voltas

8º #43 Gustavo Frey/Gustavo Tomazini
Protótipo Spyder – categoria P3
a 7 voltas

9º #155 Telmo Tecchio/Ricardo Mendes
Ferrari Challenge – categoria GT1
a 7 voltas

10º #2 Carlos Rabello Neto/Walter Konrad
Protótipo Spyder – categoria P3
a 7 voltas

1 comentário

  1. Gustavo disse:

    E tem uma turma da região sudeste, me incluo nela, que torce pela vinda da Endurance Brasil para Minas Gerais, no Circuito dos Cristais, na cidade de Curvelo.

    Uma excelente notícia relacionada é o projeto de integração regional aéreo, que vai conectar Curvelo a Belo Horizonte (notícias no link que segue), facilitando em muito a vida de quem vem de longe.

    http://www.voeminasgerais.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>