MENU

27 de setembro de 2016 - 14:3624 Horas de Le Mans, Mundial de Endurance

Confirmado: BMW no WEC em 2018!

BMW-M6-GTLM-Daytona-24hr-21

Willkomen! A BMW confirma um programa para 2018 no FIA WEC na classe LMGTE-PRO, juntando-se às seis marcas já envolvidas no Mundial de Endurance

RIO DE JANEIRO - O que já fora ventilado pelo jornalista estadunidense John Dagys acabou se confirmando nesta terça-feira: a BMW é o mais novo fabricante a confirmar presença no FIA World Endurance Championship (WEC). A marca bávara entra na competição em 2018, na classe LMGTE-PRO. Modelo e pilotos que integrarão o programa serão divulgados oportunamente.

Sendo assim, o Mundial de Endurance chega a sete marcas com participação oficial de fábrica com a chegada dos alemães. Neste ano, temos Porsche, Toyota, Audi, Aston Martin, Ferrari e Ford. E podem vir mais: o diretor do ACO, Vincent Beaumesnil, garante que outras estão a caminho. Cogita-se Corvette já para 2017 e, para um futuro próximo, McLaren e Lamborghini podem investir em plataformas LMGTE.

Além da presença a tempo inteiro no WEC, a BMW estará de volta às 24h de Le Mans, prova que não disputa desde 2011, quando fazia parte da Intercontinental Le Mans Cup. O melhor resultado foi um 3º lugar na classe LMGTE-PRO, com a trinca Dirk Müller/Andy Priaulx/Joey Hand  - curiosamente, nenhum dos três citados faz mais parte do plantel de pilotos da marca.

Jens Marquardt, o diretor esportivo da marca alemã, garante que a BMW não muda seu foco para os próximos anos. Está mantido o investimento no DTM e também nos programas de clientes da marca para os modelos GT3, assim como a participação no IMSA Weather Tech SportsCar Championship – onde inclusive o novo carro para 2018 também será utilizado. Hoje, o modelo M6 GTLM é homologado somente pela IMSA, o que invalida a participação do carro em Sarthe, por exemplo.

Outra novidade é o envolvimento com a Fórmula E, através de uma parceria tecnológica com a equipe de Michael Andretti.

Assim, a BMW mostra que há vida inteligente fora e além da Fórmula 1. Os alemães, que já estiveram na categoria máxima quando compraram a Sauber, hoje investem no que podem gastar. O WEC é uma ótima plataforma de identificação das marcas com o público, cada vez mais fã da categoria com seus Protótipos espetaculares e Carros Esporte igualmente incrementados.

Willkomen, BMW!

4 comentários

  1. Pedro Ribeiro disse:

    Uma coisa eu não entendi sobre a homologação para GTE: no início do ano eu li que o Balance of Power era bastante próximo entre as homologações GT3 e GTE, a exemplo dos Aston Martin Vantage GT3 (V12) e o Vantage GTE (V8) que compartilham a mesma linha de montagem de chassi e de peças em comum.

    Por que a BMW não conseguiu uma homologação GTE tão facilmente quanto a Aston Martin?

  2. MarcioD disse:

    Caro Rodrigo,

    Ótima a vinda da BMW, o que nunca entendi é porque nesta tentativa de equalização de desempenho que eles fazem a coisa não é feita incrementando-se a potência e reduzindo-se o peso dos mais fracos, mas diminuindo-se a potência e colocando lastro nos que tem desempenho superior. Isto para mim é um contrassenso pois além do carro de corridas ser inferiorizado em relação ao de rua, também colabora para atrapalhar mais ainda os LMP’s na pista, inclusive podendo ser causa de acidentes. Gostaria que me desse uma explicação sobre isto.

    Márcio

    • Rodrigo Mattar disse:

      Márcio, é a fórmula que eles acham mais correta para equalizar os carros, ora mexendo na entrada de ar dos motores ou na pressão do turbo, ora aumentando o tanque de combustível para permitir uma melhor autonomia ou então usando-se do expediente de redução e acréscimo de peso. O ACO acha que é o jeito correto, a IMSA por vezes comete injustiças com os BoP apresentados e algumas equipes ficam insatisfeitas. Sempre haverá alguém insatisfeito, inclusive. Faz parte do esporte. Abraços e obrigado pelos comentários.

  3. Victor disse:

    Engole (já que não posso usar o termo que eu eu gostaria) essa F1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>