MENU

29 de outubro de 2016 - 19:17Asian Le Mans Series

AsLMS: primeira pole do ano é da Algarve Pro Racing

14691989_1286400571390334_7490317222846256016_o-1

De olho na vaga direta da LMP2 ao campeão do Asian Le Mans Series, a Algarve Pro Racing já saiu na frente da concorrência em Zhuhai, assegurando a pole para o primeiro evento da temporada 2016/17

RIO DE JANEIRO - Andrea Pizzitola e a Algarve Pro Racing conquistaram na madrugada deste sábado, pelo horário de Brasília, a pole position para as 4h de Zhuhai, etapa inaugural da temporada 2016/17 do Asian Le Mans Series (AsLMS), que conta com um ótimo grid de 29 carros – considerando, claro, que no início do último campeonato eram apenas 13 máquinas na pista e o nível técnico não era dos melhores.

A categoria asiática de Protótipos e Grã-Turismo ainda está longe de um equilíbrio entre alguns dos carros, mas só de haver quantidade de participantes, o panorama é deveras promissor. Com o Ligier JS P2 Nissan #25, o mesmo que correu no ELMS e também nas 24h de Le Mans, Pizzitola marcou o tempo de 1’38″155 para os 4,308 km do circuito chinês, superando o sino-holandês Ho-Pin Tung por 0″274.

Pizzitola vai dividir o carro com Michael Munnemann e Nicky Catsburg, enquanto Gustavo Menezes será o companheiro de pilotagem de Ho-Pin Tung, já que Thomas Laurent, anteriormente escalado, tem compromissos noutro campeonato.

Só os dois primeiros ficaram dentro do mesmo segundo, pois o outro Ligier JS P2 da Algarve Pro Racing, este com motor Judd, ficou em 3º a 2″385 da pole. A Race Performance completa o grupo dos quatro LMP2 inscritos – o time campeão da série em 2015/16 ficou a mais de três segundos do melhor tempo da sessão.

Na divisão LMP3, Richard Bradley levou o Ligier JS P3 Nissan da Wineurasia à posição de honra e ao 5º posto na geral: o britânico marcou 1’41″346 com o carro #99 que dividirá com William Lok e Philippe Descombes. A boa surpresa foi o 2º lugar do Ginetta da Aylezo Ecotint Racing guiado pelo italiano Giacomo Barri na qualificação. O piloto terá Zen Low e Weiron Tan a dividir a pilotagem durante a disputa.

Outra boa novidade foi o 3º tempo da PRT Racing graças ao rápido escocês Charlie Robertson, superior aos dois Ginetta da ARC Bratislava, da campeã DC Racing with Jackie Chan e também à Tockwith Motorsports, que chegou nesta prova com ares de favorita, dada a boa performance do Ligier da equipe, nas suas participações esporádicas no ELMS.

Com o único CN inscrito – um Ligier JS53 da PS Racing da Finlândia, Akihiro Asai conseguiu se classificar à frente do único ADESS LMP3 inscrito – por coincidência, o outro carro da PS Racing. Eles são os “fecha-raia” entre os Esporte-Protótipos em Zhuhai.

Na classe GT, o italiano Marco Cioci se impôs como o mais rápido. Fez o tempo de 1’42″152 com a Ferrari 488 GT3 da Spirit of Race, que deu a ele e aos parceiros Nayrat Muzayyin e Rui Águas o 11º lugar geral do grid. Em segundo, fracionalmente mais lento que o compatriota, ficou Alessandro Pier Guidi com outra 488 GT3 – esta inscrita pela equipe chinesa BBT. Matt Griffin fechou o 1-2-3 do construtor italiano, conduzindo a #61 da campeã do ano passado, a Clearwater Racing.

O melhor não-Ferrari foi o Audi R8 LMS #2 guiado por Congfu Cheng, a menos de três décimos da pole. Os sete mais rápidos de um total de 15 carros inscritos ficaram dentro do mesmo segundo, com o Lamborghini Huracán da FFF Racing by ACM em quinto, o Audi da Tian Shi Racing Team em sexto e mais uma Ferrari, agora da DH Racing, completando este lote.

Vale lembrar que o AsLMS oferta às equipes campeãs das classes LMP2, LMP3 e GT, convites automáticos às 24h de Le Mans de 2017. Serão expedidos dois para a classe LMP2 e o restante para a divisão LMGTE-AM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>