MENU

12 de outubro de 2016 - 13:08European Le Mans Series

ELMS: decisão em Portugal com 37 carros

unnamed (2)

RIO DE JANEIRO - No próximo dia 23, o Autódromo do Estoril vai receber – por enquanto, pela última vez – a decisão do European Le Mans Series (ELMS), já que no próximo ano o circuito escolhido para sediar a etapa lusa é o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão. Os patrícios que acompanham automobilismo não gostaram muito: a chance das arquibancadas ficarem vazias na final de 2017 é grande. Mas a pista algarvia é ótima – não que a do Estoril, de doces lembranças para o torcedor brasileiro, não tenha desafios.

A pista inaugurada em 1972 e com projeto do brasileiro Ayrton “Lolo” Cornelsen tem hoje 4,182 km de extensão e 13 curvas. Tem trechos rápidos, outros sinuosos e a desafiante curva Parabólica, em que já vimos um certo Jacques Villeneuve ultrapassar por fora um tal de Michael Schumacher, na última corrida de F1 em Portugal. Uma das curvas foi batizada por Ingo Hoffmann, protagonista de uma senhora capotada numa etapa do Europeu de F2 em 1977.

A lista de inscritos divulgada hoje pela organização do ELMS nos confirma que 37 carros vão ao Estoril para a final nas classes LMP2 e LMGTE, já que o título da LMP3 foi confirmado com antecedência na etapa de Spa-Francorchamps, a última disputada. Serão 10 protótipos LMP2, dezenove LMP3 e oito LMGTE.

Em relação à corrida da Bélgica, a principal classe do campeonato tem algumas ausências: a Algarve Pro Racing – que é o time local – abdicou da disputa para embalar seus equipamentos rumo a China, pois na semana seguinte correrá na abertura do Asian Le Mans Series (AsLMS). Com seu Oreca 03R danificado num acidente, a Murphy Prototypes também fica de fora. A ausência da WRT, que se inscreveu apenas para Spa, não se constituiu propriamente numa surpresa.

Três carros chegam ao Estoril com chance de título na LMP2: o #46 da Thiriet by TDS Racing colecionou três sucessos em sequência nas cinco provas anteriores, o que deixa Pierre Thiriet e Mathias Beche em boa situação. Os dois somam 92 pontos – catorze à frente da trinca do #38 da G-Drive Racing guiado por Harry Tincknell/Simon Dolan/Giedo Van der Garde. Andreas Wirth e Stefano Coletti, da SMP Racing, possuem chances mais remotas. Os pilotos da SMP Racing estão com 24 pontos a menos que os líderes e dependem de um milagre para chegar ao título. Na prova do Estoril, o ex-Fórmula 1 Vitaly Petrov estará a bordo do carro #32.

Na classe LMP3, poucas novidades: a Tockwith Motorsports segue o exemplo da Algarve Pro Racing e se prepara para o AsLMS na China, ausentando-se portanto da prova final do ELMS em Portugal. Campeão da série asiática entre os pilotos na temporada passada, Niki Leutwiller estreia na divisão com a Race Performance ao lado de Bert Longin e Giorgio Maggi. O vice-campeonato será disputado por franceses: Eric Trouillet e Pierre Petit somam 78 pontos. Como o 3º colocado é Enzo Guibbert – que divide o carro da Graff Racing com eles – a batalha será contra David Hallyday e Dino Lunardi, que têm 60.

A LMGTE tem como única alteração em relação ao evento anterior a aparição de Ben Barker no Porsche 991 RSR #88 da Proton Competition, que dividirá com Gianluca Roda e Christian Ried. Com relação à disputa pelo título, Rory Butcher/Andrea Bertolini/Robert Smith têm boa vantagem: 20 pontos separam o trio da JMW Motorsport da turma do #99 que terá Alex MacDowall/Andrew Howard/Darren Turner na decisão.

A lista de inscritos para as 4h do Estoril está AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>