MENU

7 de dezembro de 2016 - 10:53Automobilismo Internacional

12h de Bathurst: 58 carros na lista de inscritos

competition-770x480

A Competition Motorsports volta às 12h de Bathurst com Marc Lieb e Patrick Long dividindo o carro com David Calvert-Jones no circuito de Mount Panorama: a equipe terá um Porsche entre os 58 carros confirmados para a prova de 2017

RIO DE JANEIRO - Marcada para 5 de fevereiro do próximo ano, a edição 2017 das 12h de Bathurst, disputadas no sensacional circuito Mount Panorama, na Austrália, contam com extensa lista de inscritos – divulgada hoje pelos organizadores. O plantel final só será conhecido a partir do dia 16, mas os fãs podem esfregar as mãos: um total de 58 carros de nada menos que 15 marcas diferentes poderão fazer parte da prova que tem largada no fim da madrugada e a presença de “convidados” estranhos como os cangurus que, do nada, podem atravessar a pista e atrapalhar os planos de equipes e pilotos.

Trinta e cinco carros e vinte e sete escuderias deverão tomar parte do grid para a classe A, que ainda será dividida em três subcategorias conforme a graduação dos pilotos. A divisão será desmembrada em A-Pro (para pilotos profissionais), A-Pro/Am (mesclando profissionais e pilotos de menor graduação) e A-Am (evidentemente, para os menos graduados).

Com boa presença de equipes da Austrália e de vários times do exterior, a divisão terá dois Aston Martin V12 Vantage, sete Audi R8 LMS, dois Bentley Continental GT3, duas BMW M6 GT3, duas Ferrari 488 GT3, dois Lamborghini Gallardo R-EX e um Huracán, três McLaren 650S GT3, três Mercedes-AMG GT3 e mais duas SLS AMG GT3, quatro Nissan GT-R GT3 e cinco Porsche 911 GT3-R.

Campeã da última edição das 12h de Bathurst, a Tekno Autosports está ausente da prova em 2017. Mas a Nismo, que ganhou o evento em 2015 e chegou em 2º no ano passado, retorna com força total e dois carros oficiais de fábrica, afora a presença da Wall Racing/Hobson Motorsport com outros dois bólidos.

A M-Sport, equipe representante da Bentley, é outra que persegue a vitória em Mount Panorama, assim como a Craft-Bamboo Racing, que trocou desde o início do ano o modelo Aston Martin pelo Porsche – a equipe entra com dois carros na prova deste ano.

O construtor de Weissach terá também a Competition Motorsports e um timaço de pilotos de fábrica a bordo: Patrick Long e Marc Lieb se juntam a David Calvert-Jones na empreitada. Esse carro já podemos dizer que é da classe A-Pro/Am.

Sempre forte nas provas de Endurance, a Audi terá seis times a representando e dezenas de pilotos do programa Audi Sport Customer Racing serão certamente escalados para o evento. As BMW da Steven Richards Motorsport vão com outro timaço: num dos carros, participarão Mark Skaife/Russel “Enforcer” Ingall/Tony Longhurst. No outro, o próprio Steven Richards terá a companhia do atual campeão do DTM Marco Wittmann e de ninguém menos que Timo Glock, que esteve na Fórmula 1 e também é do DTM alemão.

Craig Lowndes e Jamie Whincup estão confirmados com a Ferrari 488 GT3 da Maranello Motorsport e o atual campeão do V8 Supercars, Shane Van Gisbergen, estará a bordo de uma das Mercedes-AMG GT3 confirmadas para as 12h de Bathurst – provavelmente no carro da Scott Taylor Motorsport junto a Craig Baird e um terceiro piloto a ser definido.

Nas demais divisões, o plantel está assim: três carros na classe B – todos Porsche Cup; oito na classe C e doze na Invitational. Na classe C, as novidades são as estreias do McLaren 570S e do KTM X-Bow que venceu neste ano o Pirelli World Challenge na classe GTS. São aguardados também quatro Porsche Cayman. E na Invitational, além do espetacular Daytona Coupé, haverá o ronco incrível do motor do Mazda RX-7, vários MARC Cars (cinco Focus e três Mazda3), uma BMW 335i e um Aston Martin Vantage GT8.

A Pirelli será o único fornecedor de pneus para a edição do próximo ano das 12h de Bathurst e a marca italiana patrocina também o Shootout que define a pole position, do qual participarão os 10 carros mais rápidos dos treinos classificatórios. O autor da melhor volta – cada piloto terá direito a uma única tentativa – ganha o Troféu Allan Simonsen. Nos últimos anos a honra coube a Maro Engel (2014), Laurens Vanthoor (2015) e Shane Van Gisbergen (2016).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>