MENU

29 de dezembro de 2016 - 17:32Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (352)

morenomclarenzm0.jp

RIO DE JANEIRO - Um seguidor deste que vos escreve disse no Twitter que Roberto Pupo Moreno é garantia de ótimos posts aqui no blog. E aqui vai mais um: a foto que ilustra este túnel do tempo era por mim desconhecida.

Até hoje.

Ou melhor: se eu soube disto na época, já não lembrava mais porque a memória começa a falhar. A imagem nos mostra o Moreno a bordo da McLaren Honda MP4/6 em 1991, num teste no circuito japonês de Suzuka. O “Baixo” andou no carro do futuro tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna – por indicação do próprio, segundo consta.

Moreno fez o teste com o McLaren após a polêmica demissão do piloto da Benetton, que aceitou uma oferta do tipo “pega agora ou larga” de US$ 300 mil da Mercedes-Benz através de Jochen Neerspach, diretor de competições da marca da estrela de três pontas, praticamente entregando um certo Michael Schumacher no colo de Flavio Briatore.

“Física e mentalmente inapto”, nas palavras de um fax enviado pela equipe das cores unidas que sacramentou sua saída, Moreno usou parte do saldo da indenização que recebeu da Benetton para disputar os GPs da Itália e Portugal pela Jordan. Depois, ele ainda correria naquele mesmo ano pela Minardi, no GP da Austrália.

E agradeço também ao Arthur, o @tucca07 no Twitter, pela dica excepcional da foto do Moreno na McLaren.

Há 25 anos, direto do túnel do tempo.

9 comentários

  1. José Roberto disse:

    Taí um cara que admiro muito, seja por suas histórias na indy ou na F1. É um fenômeno.

    Feliz ano novo a todos.

  2. Marcio disse:

    O Moreno um piloto com 59 kgs, teoricamente 0,5 segundo mais rápido do que um piloto de 70 kgs (Piquet, Senna), e 1,0 segundo mais rápido do que pilotos de 80 kgs (Mansell), mas o que se viu na prática é que ele levava pau de Berger na Ferrari (Moreno piloto de testes) em 1989 , apanhava de um Piquet com 38 anos na Benetton, nos testes do Japão de McLaren em 1991 fez tempos bem abaixo de Senna e Berger. Moreno quando correu junto com o Gugelmin com seus mais de 80 kgs andava igual ao Moreno…Por que será que a mídia endeusa tanto este piloto? Será porque ele é simpático? Baixinho? Sempre foi piloto pagante. Foi ajudado por Emerson , Senna e principalmente Piquet e mesmo assim foi mal na F1. Sei que você não vai publicar isto, mas é a verdade.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Piloto pagante? Não me faça rir, Marcio. Que dinheiro o Moreno teve para pagar por vaga alguma em sua categoria, rapaz? Sem provas, você não pode o acusar levianamente.

      • João Sérgio disse:

        Essa de Moreno “piloto pagante”, só pode se piada. O cara viveu a vida toda vendendo almoço pra comprar a janta

    • Mauricio Pequim Jr disse:

      Marcio, me perdoe, mas você foi de uma infelicidade imensa.
      Olhando pelo seu prisma, Ayrton seria péssimo piloto pois tomou mais de 1s do Piquet nos testes da Brabham em 1983… (sem a intenção de comparações)
      Lembrando que o papel do Moreno na Ferrari sempre foi de desenvolvedor e não de quebrador de recordes.
      Moreno foi um dos pilotos de maior talento e com menos chances na F1.
      Quando as teve (1990 e 1991) mandou bem.
      Flavio Briatore não ia deixar 300 mil doletas mercedênicas voarem pelos ares.
      Ah.. não é só o peso do piloto que influencia nos tempos de volta… qualquer piloto de videogame sabe disso…

  3. moisesimoes disse:

    - Legal a menção! Eu fiquei sabendo depois de ter fuçado o blog do Rianov.
    O baixinho classificou uma Andrea Moda! Sem mais.

  4. ags disse:

    Esse Marcio nem sabe quem ´é o pai dele..quanto mais falar do Chaverinho..
    Primeiro..
    Pupo Moreno é um piloto que o que tiver 4 rodas ele anda..
    Moreno é sem duvida o que mais viveu bastidores dias antes de provas, sem saber se ia sentar na baratinha..e pior fazia milagre..
    Moreno.. se o pais teve escola de pilotos..esse é talez o último da escola..pois depois veio Barrica..Pigmeu.. burti lento… etc etc

  5. Gustavo disse:

    Ainda que não tivesse feito mais nada da vida em termos de automobilismo, apenas o campeonato da F-3000 já colocaria Moreno no hall dos grandes.

    Aliás, a história daquele campeonato é digna de registro.

    Um ótimo 2017 a todos.

    Muita saúde e paz.

    • TARCISIO FRASCINO FONSECA disse:

      Este campeonato eu tenho em fita cassete.
      Preciso passar para DVD.
      Téo José (quando transmitia a Fórmula Indy) chamava Roberto Moreno de
      “Operário da Velocidade”
      É bem por aí.

      Feliz 2017 a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>