MENU

4 de janeiro de 2017 - 18:30Rali Dakar

Argentino González vence a 3ª etapa nos Quads

0019290956

O argentino Gastón González ganhou a 3ª etapa nos Quads, num dia muito complicado para vários líderes e favoritos – entre eles o brasileiro Marcelo Medeiros

RIO DE JANEIRO (atualizado às 23h46) - O dia foi duro para os pilotos de Motocicletas – que dirá para os de Quadriciclos. Estes, então, sofreram como nunca. E na etapa mais massacrante do Rali Dakar 2017, o argentino Gastón González foi o mais rápido nos 364 km cronometrados, com um neutralizado no meio. Foram 780 km entre San Miguel de Tucumán e San Salvador de Jujuy.

O vencedor da especial dos Quads completou a prova de hoje em 5h58min39seg, quatro minutos e 41 segundos mais rápido que o chileno Ignácio Casale, campeão da categoria em 2014 e novo líder da classificação geral na categoria. Josef Máchacek, um dos mais experientes nomes do lote, voltou a imprimir um bom ritmo ao seu equipamento e ficou com a 3ª posição, completando a 9min56seg de González.

Na quarta posição ficou o melhor estreante do dia: Simon Vitse fechou com pouco mais de 15 minutos em relação ao melhor tempo, seguido pelos argentinos Santiago Hansen e Daniel Mazzucco.

Não foi um bom dia para vários competidores. O vencedor da 2ª especial e antigo líder geral, Pablo Copetti, se perdeu completamente no início da especial. E não foi o único: o brasileiro Marcelo Medeiros e o paraguaio Nelson Sanabria Galeano ficaram muito atrasados. Copetti perdeu 29 minutos e conseguiu ainda terminar na 15ª posição. Sanabria perdeu mais de meia hora com problemas entre o WP5 e a chegada ao CP1, ficando mais de 1h atrasado.

Medeiros pintou somente em 14º no CP1, sem ter aparecido em qualquer uma das medições nos Waypoints. Mais tarde, o site oficial do Rali Dakar confirmaria o abandono do piloto maranhense de 27 anos. Uma pena: a segunda participação do vencedor da etapa #1 em 2017 terminou de forma mais prematura que a estreia.

Vida que segue… O pior é que sempre existirá alguém que chamará o Medeiros de ‘perdedor’. Conversa fiada, pois enfrentar um desafio como o deste evento é pra muito poucos.

Resultado da etapa #3
San Miguel de Tucumán-San Salvador de Jujuy
Total: 364 km cronometrados – 780 km

1. #281 Gastón González (Yamaha) – 5h58min39seg
2. #251 Ignácio Casale (Yamaha) – a 4min41seg
3. #252 Josef Máchacek (Yamaha) – a 9min56seg
4. #279 Simon Vitse (Yamaha) – a 16min05seg (incluindo +30seg de penalização)
5. #261 Santiago Hansen (Honda) – a 20min32seg
6. #272 Daniel Mazzucco (Can-Am) – a 20min41seg
7. #256 Walter Nosiglia (Honda) – a 21min14seg
8. #258 Daniel Domaszewski (Honda) – a 21min36seg
9. #262 Bruno Da Costa (Yamaha) – a 21min49seg
10. #280 Axel Dutrie (Yamaha) – a 23min43seg

Classificação geral:

1. Ignácio Casale – 9h58min51seg
2. Gastón González – a 4min37seg
3. Pablo Copetti – a 18min06seg
4. Axel Dutrie – a 18min18seg
5. Simon Vitse – a 19min38seg (incluindo +1min30 de penalização)
6. Josef Máchacek – a 20min00seg (incluindo +1min de penalização)
7. Bruno Da Costa – a 26min48seg (incluindo +1min de penalização)
8. Daniel Domaszewski – a 27min10seg
9. Kes Koolen – a 27min35seg
10. Daniel Mazzucco – a 28min21seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>