MENU

5 de janeiro de 2017 - 17:20Rali Dakar

Dunas complicam favoritos e Nosiglia vence 4ª especial nos Quads

nosiglia

Chegando à terra natal: Walter Nosiglia ganhou a 4ª etapa nos Quads e subiu para quarto na classificação de sua categoria no Rali Dakar

RIO DE JANEIRO - As dunas no caminho a Tupiza, fora a altitude superior a 3.600 metros acima do nível do mar, foram o grande complicador da 4ª etapa do Rali Dakar que partiu hoje de San Salvador de Jujuy com destino à Bolívia. E na chegada ao terceiro país do evento em 2017, nada como uma vitória de um piloto da casa: Walter Nosiglia, 3º colocado em 2015 na sua categoria, triunfou nesta quinta-feira um dia após o seu aniversário de 45 anos. O piloto do Quad Honda TRX700XX completou os 416 km de trecho cronometrado num total de 6h06min22seg.

Nosiglia assumiu a ponta na especial a partir do sexto waypoint e conseguiu uma vantagem de 11min28seg para o russo Sergey Karyakin, que alcançou seu melhor resultado até aqui no evento. Daniel Domaszewski, com outro quadriciclo Honda, liderou parte da especial, mas perdeu terreno no fim e terminou com o 3º tempo, pouco mais de 19 minutos pior que o vencedor do dia.

O holandês Kees Koolen fez uma especial “on fire”. Era o 22º na lista de pilotos a entrar na trilha e acabou na quarta posição, à frente do novato Axel Dutrie, que vem se transformando na boa surpresa da categoria dos Quadriciclos nesta primeira semana de Rali Dakar. O francês compete com um modelo Yamaha de 450cc, bem menos potente – mas bem mais maleável – que os demais Quads que têm 700cc de capaciade cúbica

Vencedor da 3ª etapa, o argentino Gastón González teve uma péssima especial: perdeu 16 minutos logo no início, chegou a fazer o 5º melhor tempo, mas perdeu mais 19 minutos e fechou a etapa a 44min29seg de Nosiglia. Ignácio Casale, campeão do Rali Dakar em sua categoria no ano de 2014 e líder da classificação geral até o momento, também teve problemas. Perdeu 33min22seg e foi o nono colocado. Com isto, o chileno foi superado por Karyakin na liderança geral após quatro etapas – por margem mínima, é verdade: apenas 28 segundos!

Outro que não se saiu bem fom o argentino Pablo Copetti, vencedor da 2ª etapa, que perdeu mais de 1h30min ao longo da especial.

Resultado da etapa #4
San Salvador de Jujuy-Tupiza
Total: 416 km cronometrados – 521 km

1. #256 Walter Nosiglia (Honda) – 6h06min22seg
2. #254 Sergey Karyakin (Yamaha) – a 11min28seg
3. #258 Daniel Domaszewski (Honda) – a 19min12seg
4. #267 Kes Koolen (Barren Racer) – a 20min41seg
5. #280 Axel Dutrie (Yamaha) – a 22min46seg
6. #279 Simon Vitse (Yamaha) – a 23min38seg
7. #261 Santiago Hansen (Honda) – a 29min19seg
8. #250 Rafal Sonik (Yamaha) – a 31min33seg
9. #251 Ignácio Casale (Yamaha) – a 33min22seg
10. #272 Daniel Mazzucco (Can-Am) – a 36min08seg

Classificação geral:

1. Sergey Karyakin – 16h18min42seg
2. Ignácio Casale – a 28seg
3. Simon Vitse – a 3min (incluindo +1min30seg de penalização)
4. Walter Nosiglia – a 3min30seg
5. Axel Dutrie – a 4min17seg
6. Daniel Domaszewski – a 7min46seg
7. Daniel Mazzucco – a 30min59seg
8. Gastón González – a 35min37seg
9. Rafal Sonik – a 37min07seg
10. Bruno Da Costa – a 39min12seg (incluindo +1min de penalização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>