MENU

6 de janeiro de 2017 - 15:05Rali Dakar

Mau tempo encerra 5ª etapa antes do fim… e a competição de Motos no Dakar tem um novo líder

ng8099099

A vitória na 5ª especial, encurtada pelo mau tempo em Oruro deu a Sam Sunderland a liderança geral nas Motos no Rali Dakar 2017

RIO DE JANEIRO - Sexta-feira de mau tempo em território boliviano. E temos portanto a primeira especial do Rali Dakar que acaba antes do total de quilômetros previsto na rota idealizada pelo diretor esportivo do ASO, Marc Coma. A especial teria 447 km cronometrados e 692 km no total, incluindo o neutralizado entre as duas partes da etapa e os trechos de ligação. As intempéries obrigaram os organizadorea a declarar a 5ª etapa como encerrada ao fim da 1ª parte, após 219 km percorridos.

Isto posto, o britânico Sam Sunderland foi o mais rápido do dia. O piloto da KTM fez o tempo de 2h21min51seg, pouco mais de sete minutos à frente do português Paulo Gonçalves. E com a especial ruim do chileno Pablo Quintanilla, que perdeu pouco mais de 15 minutos e não teve mais como se recuperar, a liderança da classificação geral entre os motociclistas muda de mãos mais uma vez. A vantagem favorável a Sunderland é de exatos 12 minutos.

A 3ª colocação na etapa foi do francês Adrien Van Beveren, da equipe oficial de fábrica da Yamaha, seguido pela Sherco-TVS do espanhol Juan Pedrero Garcia, que está muito atrasado na classificação. Franco Caimi, um dos seis pilotos da Honda punidos por reabastecimento irregular em suas máquinas, completou o top 5.

Muitos outros pilotos tiveram um dia para esquecer: Matthias Walkner, que estava com a vice-liderança da classificação geral e poderia ascender à ponta, perdeu 24 minutos antes da passagem pelo quarto waypoint. O austríaco ficou apenas com a 20ª colocação. Joan Barreda Bort não conseguiu recuperar terreno nenhum: ficou 37 minutos atrás de Sunderland e foi apenas 22º. O espanhol da Honda HRC pareceu não ter assimilado o golpe da punição imposta aos pilotos do construtor japonês…

O brasileiro Ricardo Martins fez uma ótima especial e conseguiu seu melhor resultado na primeira semana do Rali Dakar. Foi o 31º colocado na etapa (60º na geral), com o tempo de 3h06min04seg, muito melhor que diversos pilotos mais experientes no evento e com melhor equipamento – incluindo aí o vice-campeão de 2016 Stefan Svitko, que teve uma especial pavorosa e chegou somente com o 39º tempo. Richard Fliter fechou em 56º lugar (57º na geral), com a marca de 3h31min05seg. Gregório Caselani foi o 110º colocado, fazendo a etapa em 4h59min24seg. Na geral, o novato é 101º colocado.

Um dos pilotos que não terminou a etapa de hoje foi o eslovaco Ivan Jakes, que anteontem foi atingido por um raio enquanto tentava completar a especial até San Salvador de Jujuy. O piloto de 40 anos, 4º colocado no Rali Dakar em 2013, chegou a passar em 21º num dos waypoints logo no início da especial, mas não apareceu mais na cronometragem.

Resultado da etapa #5
Tupiza-Oruro
Total: 447 km cronometrados (reduzidos para 219 km) – 692 km

1. #14 Sam Sunderland (KTM) – 2h21min51seg
2. #17 Paulo Gonçalves (Honda) – a 7min07seg
3. #6 Adrien Van Beveren (Honda) – a 7min29seg
4. #12 Juan Pedrero Garcia (Sherco-TVS) – a 9min40seg
5. #67 Franco Caimi (Honda) – a 12min13seg
6. #8 Gérard Farres Guell (KTM) – a 15min07seg
7. #3 Pablo Quintanilla (Husqvarna) – a 18min12seg
8. #87 Cristian España Munoz (KTM) – a 21min32seg
9. #32 Juan Carlos Salvatierra (KTM) – a 23min44seg
10. #82 Daniel Oliveras Carreras (KTM) – a 24min29seg

Classificação geral:

1. #14 Sam Sunderland – 15h22min05seg
2. #3 Pablo Quintanilla – a 12min
3. #6 Adrien Van Beveren – a 16min07seg
4. #8 Gerard Farres Guell – a 20min57seg
5. #16 Matthias Walkner – a 29min01seg (incluindo +5min de penalização)
6. #23 Xavier De Soultrait – a 36min06seg (incluindo +1min de penalização)
7. #2 Stefan Svitko – a 48min43seg
8. #31 Pierre-Alexandre Renet – a 54min45seg
9. #34 Diego Duplessis – a 1h04min55seg (ASO devolveu 20min21seg ao piloto)
10. #17 Paulo Gonçalves – a 1h08min21seg (incluindo +1h de penalização)

2 comentários

  1. Basílio disse:

    O portuga Paulo Gonçalves vai levar o caneco para casa. Sem Price e com o Barreda Bort punico o gajo vai tirar a Honda da fila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>