MENU

4 de fevereiro de 2017 - 10:44Automobilismo Internacional

12h de Bathurst: Maranello Motorsport é pole em Mount Panorama

Vilander-pole-770x480

Toni Vilander cravou a pole para as 12h de Bathurst e se emocionou ao receber o Troféu Allan Simonsen oferecido ao autor do melhor tempo em Mount Panorama

RIO DE JANEIRO - Deu Ferrari na disputa pela pole position da 16ª edição das 12h de Bathurst que acontece neste domingo em Mount Panorama, na Austrália: a Maranello Motorsport conquistou a posição de honra do grid que terá mais de 50 carros na disputa pela vitória em quatro categorias.

O finlandês Toni Vilander, que terá como companheiros os ases do V8 Supercars Jamie Whincup e Craig Lowndes, foi o mais rápido no Pirelli Top 10 Shootout, para levar o Allan Simonsen Trohpy, concedido ao mais rápido na pista. Com a marca de 2’02″861, ele superou Chaz Mostert a bordo da BMW da equipe MARC Cars Australia por apenas 0″194 – este último levou a pole da divisão A-Am.

“Confesso que me emocionei muito quando vi o troféu”, disse o piloto de 36 anos. “Conheci Allan Simonsen em 1994 quando corria na Dinamarca e naquela 24h de Le Mans em que ele morreu (em 2013) conversamos no grid, antes da largada. Não é um momento fácil”, disse Vilander.

“A volta foi realmente muito boa, mas as condições estavam muito difíceis por conta do calor”, completou o pole. Realmente, a temperatura estava bastante alta – ao redor de 35ºC na hora da qualificação.

Com sete marcas diferentes disputando a pole no top 10, a BMW conseguiu emplacar outro carro na linha de frente: Marco Wittmann, bicampeão do DTM, ficou com a 3ª posição a bordo do #60 da Steve Richards Motorsport. A grande surpresa do Shootout foi o quarto tempo do Aston Martin V12 Vantage da Miedecke Stone Motorsport, guiado por Ashley Walsh.

A bordo do Bentley Continental GT3 da M-Sport, Maxime Soulet abre a terceira fila do grid, seguido pelo McLaren da Tekno Autosports guiado pelo português Álvaro Parente. A equipe tenta defender o título conquistado ano passado na prova australiana.

O australiano Matt Campbell, um dos novos pilotos do programa júnior da Porsche, fez ótimo trabalho a bordo do #12 da Competition Motorsports: levou o carro para o top 10 e com o 9º tempo geral, conquistou a pole na classe A Pro-Am.

Das marcas representadas na classe A (GT3), Nissan, Lamborghini e Mercedes-Benz não tiveram qualquer carro classificado para o Shootout. Os “Godzilla” do time oficial de fábrica largam juntos na 6ª fila e o melhor Lambo ficou com a 13ª posição do grid. A Mercedes #22 da Scott Taylor Motorsport decepcionou e larga apenas em 17º, com Shane Van Gisbergen como uma das atrações.

90I2812-770x480

A estreia do KTM X-Bow GT4 em solo australiano não poderia ter sido melhor: a equipe Interlloy M Motorsport conquistou a pole position da classe C, para os modelos dentro do regulamento GT4

A pole da classe B, como era de se esperar, ficou com o Porsche #4 da Grove Motorsport, com uma performance muito positiva de Ben Barker, que virou em 2’08″532 – mais de dois segundos mais veloz que qualquer outro carro da mesma categoria.

No grupo C, com os problemas do Ginetta G55 #55, o novo KTM X-Bow da Interlloy M Motorsport acabou com o melhor tempo – 2’17″713, com Glen Wood. O Dodge Viper da Daytona Sportscars também confirmou o favoritismo e registrou a pole da divisão Invitational – 2’09″619.

As 12h de Bathurst começam às 5h45 na Austrália, 16h45 pelo horário de Brasília. Você pode assistir AQUI a prova na íntegra!

1 comentário

  1. PAULO disse:

    Ótimo trabalho Rodrigo.
    Grato
    Daqui a pouco ´reparo o cockpit em frente o monitor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>