MENU

8 de abril de 2017 - 23:36IMSA Weather Tech SportsCar Championship

IMSA: caos e final bizarro em mais uma vitória do Cadillac DPi

Carro-LongBeach

Mais uma vitória dos “irmãos Metralha”, dessa vez nas ruas de Long Beach: três seguidas em três provas da temporada 2017

RIO DE JANEIRO - Estamos sem manchete: o Cadillac DPi-V.R da Wayne Taylor Racing conquistou neste sábado sua 3ª vitória consecutiva no IMSA Weather Tech SportsCar Championship. Mas o GP de Long Beach, disputado nas ruas daquela cidade da Califórnia teve um pouco de tudo. Também pudera: com 34 carros na pista, sendo 16 da classe GTD, a tendência era de muitos incidentes.

E eles aconteceram. Foram cinco bandeiras amarelas e logo na primeira volta, um dos favoritos à vitória em sua classe ficou fora de combate. Uma carambola envolvendo o Nissan DPi de Ed Brown, o Ford GT EcoBoost de Joey Hand e a Ferrari 488 GTE de Toni Vilander mandou o carro do finlandês para o muro. A Tequila Patrón ESM perdeu rapidamente um de seus protótipos.

Outra confusão envolveu o brasileiro Christian Fittipaldi. O piloto da Mustang Sampling/AX Racing vinha em 3º na perseguição ao pole e líder Ricky Taylor e a Tristan Nunez, que ultrapassara o brasileiro na primeira volta, quando tentou superar a Mercedes-AMG GT3 de Gunnar Jeannette e foi abalroado na curva 9. Christian nada pôde fazer e seu Cadillac DPi-V.R foi destruído de encontro à barreira de pneus.

“Fiz a ultrapassagem no meio da reta, voltei pra linha normal e, na freada pra curva, não sei se ele freou mais tarde, e acabou batendo atrás de mim. Eu rodei, bati e estragou bastante o carro”, comentou o piloto, que foi obrigado a fazer um pit stop de emergência com os boxes fechados. Fittipaldi e o português João Barbosa foram punidos com um time penalty de 1 minuto e acabaram duas voltas atrás dos vencedores, na 7ª colocação da classe.

Não seria o dia da AX Racing, pois na segunda metade da disputa, o #31 de Eric Curran/Dane Cameron, com este último a bordo, acabou também se acidentando. Cameron errou uma tomada de curva e foi direto ao muro, inclusive deslocando a barreira de proteção. Enorme prejuízo para os atuais campeões da série na classe Prototype.

chess

Patacoada: o acidente triplo entre os GTD na última volta tirou de Antonio Garcia a vitóriia na GTLM. Tommy Milner qualificou a manobra de “xeque-mate” sobre o próprio companheiro de equipe

A corrida também foi repleta de patacoadas, rodadas e na última volta o caos se instaurou no circuito urbano da Califórnia. No afã de ultrapassar dois adversários na luta pelo 6º lugar da classe GTD, Robert Alon mergulhou por dentro com o Lexus RC-F da 3GT Racing e fez uma cagada sem tamanho, batendo no Acura NSX-GT3 de Jeff Segal (companheiro do brasileiro Oswaldo Negri) e na BMW M6 GT3 de Jens Klingmann.

Ficou parecendo congestionamento na Av. 23 de Maio. Enquanto o público vibrava e aplaudia, o couro comia entre os GTLM que brigavam pela vitória e a bizarrice do acidente no apertado hairpin de Long Beach provocou uma situação inusitada: o espanhol Antonio Garcia, que liderava com seu Corvette, embicou o carro para o lado errado da curva. Com a passagem bloqueada, o primeiro carro que conseguiu abrir caminho deixou uma brecha pela qual Garcia não pôde passar.

Aí aconteceu que Tommy Milner, parceiro de Oliver Gavin na dupla campeã da série ano passado em sua categoria, agradeceu o presente e venceu, trazendo a reboque o Ford EcoBoost de Richard Westbrook/Ryan Briscoe e o Porsche de Laurens Vanthoor/Kévin Estre. A BMW andou finalmente bem, mas o #24 de Martin Tomczyk/John Edwards teve problemas elétricos enquanto liderava e a dupla Bill Auberlen/Alexander Sims ainda salvou o quarto lugar depois da última volta caótica.

Também chamou a atenção a ausência de critério dos comissários liderados pelo sr. Beaux Barfield, o diretor de prova. Enquanto o Porsche #911 de Dirk Werner/Patrick Pilet levou um pênalti por tirar um dos Ford do seu caminho, a Mercedes de Gunnar Jeannette/Cooper Macneil passou incólume. Das duas uma: ou a direção de prova achou que não foi dolosa a manobra do piloto do carro #50, ou ficaram com medo de desagradar o carro patrocinado pelo title sponsor da série – que acabou vencendo a disputa na GTD, com Jeroen Bleekemolen/Ben Keating completando a dobradinha para a Riley Motorsports-AMG. Vai vendo…

Além da vitória dos “irmãos Metralha” na geral, destaque para o 2º lugar de Scott Sharp/Ryan Dalziel, que chegaram a ocupar a liderança com o escocês a bordo e dando show com o Nissan DPi #2. Tristan Nunez/Jonathan Bomarito salvaram um desejado pódio para a Mazda, depois que a equipe fez uma enorme bobagem nos boxes quando não trocou direito um dos pneus do outro DPi do time, de Joel Miller/Tom Long.

Apesar de uma saída de pista logo no início, que também provocou uma bandeira amarela, Misha Goikhberg/Stephen Simpson ainda arrebataram a quarta colocação geral, com boa vantagem sobre Will Owen/Tom Kimber-Smith.

A próxima prova do IMSA Weather Tech SportsCar Championship é em maio, no Circuit of The Americas (COTA) em Austin, capital do Texas. As quatro categorias correrão juntas e a previsão é de um grid de cerca de 40 carros para o evento.

4 comentários

  1. Luiz disse:

    Não vejo sentido em realizar corridas em circuitos de rua que destroem os carros e estragam o espetaculo num país repleto de magnificos autódromos. O resultado vira uma roleta russa, conforme vimos ontem em Long Beach. Lamentável!

  2. Eu particularmente adoro corridas em circuitos temporários. As batidas e toques ocorrem, independente de haverem provas em autódromos ou circiutos de rua. A não punição ao #50 até penso que foi um erro. Não quero crer que foi apoio, à Weatertech. Se fora isso, seria uma paspalhada gigantesca. A prova com 16 GTD’s deu uma pitada a mais, no grau de dificuldade, no já traiçoeiro traçado de em Long Beach. Perdõe o palavrão, mas não é de hoje que a IMSA realiza provas do caralh*!

  3. Gustavo disse:

    Prova sensacional,sem fugir das corridas de endurance eu queria perguntar se o fox sports transmitirá as 6 horas de Silverstone semana que vem ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>