MENU

1 de maio de 2017 - 18:30Automobilismo Internacional

Mais um pódio brasileiro no Euroformula Open em Portugal

310911_700436_0817_34_67

Thiago Vivacqua chegou ao primeiro pódio no Euroformula Open com a 3ª posição, na prova de domingo disputada no Estoril (Foto: Fotospeedy/Divulgação)

RIO DE JANEIRO - A corrida que fechou neste domingo a rodada inaugural do Euroformula Open teve mais um brasileiro subindo no pódio: o carioca Thiago Vivacqua, da Campos Racing, repetiu o resultado do compatriota Matheus Iorio e terminou a prova em 3º lugar, resultado que apagou a frustração da véspera, quando seu carro quebrou no início da 2ª volta.

“Hoje a minha corrida foi boa. Eu larguei bem, ganhei três posições, mas fiquei muito tempo preso atrás do Yan Leon Shlom e acabei perdendo tempo em relação ao segundo colocado. Depois que eu passei, eu estava andando mais rápido do que o segundo, mas foi um trabalho bem feito. Consegui recuperar alguns pontos importantes para o campeonato”, avaliou o piloto do carro #2 da Campos Racing. “Agora é trabalhar nas próximas etapas para tentar classificar sempre para sair nas duas primeiras filas, assim o caminho fica mais livre para brigar pelas primeiras posições”, completou.

Vivacqua tem razão: largar na frente ou mais à frente no Euroformula Open é fundamental e o britânico Harrison Scott mostrou isso. Venceu no sábado com um pouco de sufoco, mas na prova #2 o britânico da RP Motorsport deitou e rolou. Assim que superou o pole position Nikita Troitskiy, não foi mais incomodado – nem mesmo depois da entrada do Safety Car. Scott venceu com 11″467 de vantagem para Troitskiy e chegou a 52 pontos nas duas corridas.

Com dois quartos lugares, o alemão Jannes Fittje é o vice-líder da pontuação, seguido por Ameya Vaidyanathan com 20. Troitsky está em quarto, com 19.

Além de Thiago Vivacqua, Matheus Iorio conseguiu terminar no top 10 e salvar pontos importantes. Mas dessa vez, o campeão brasileiro de Fórmula 3 teve que “ralar” um bocado para conseguir ficar no top 10.

“Na largada toquei com outro piloto. Fiquei com o pneu dianteiro esquerdo furado e tive de ir para o box. Caí lá para trás, mas vim me recuperando e consegui chegar em nono, com ótimas ultrapassagens, corrida muito legal de fazer. Uma pena o resultado não ter sido tão bom como o de ontem, sabíamos que o carro estava rápido. Mas é cabeça para cima, ver os bons pontos que somei, que a corrida foi rápida de pilotagem”, avaliou o 5º colocado no campeonato, logo à frente de Vivacqua.

Christian Hahn não conseguiu repetir o resultado do sábado e terminou em 11º lugar com o carro #12 da Drivex School. Pedro Cardoso, que se acidentou no sábado, foi o décimo-terceiro colocado.

A próxima rodada do Euroformula Open é em Spa-Francorchamps, no mesmo final de semana do International GT Open.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>