MENU

6 de julho de 2017 - 01:44Blancpain GT Series Endurance

24 Horas de Spa: 66 carros anunciados

Team-Berhnhard-Porsche-2017-Spa-24-Test-Day

O Porsche da equipe de Timo Bernhard, um dos vencedores da recente 24 Horas de Le Mans, foi o mais rápido do Journée Test para as 24 Horas de Spa-Francorchamps, que acontecem no último fim de semana deste mês

RIO DE JANEIRO - No último fim de semana de julho, será realizada a 70ª edição de uma das mais tradicionais provas do Endurance mundial: as 24 Horas de Spa-Francorchamps, inauguradas em 1924 – portanto, somente um ano depois da estreia das 24 Horas de Le Mans – fazem mais uma vez parte do calendário do Blancpain GT Series Endurance Cup, constituindo-se portanto na prova mais importante da temporada e decisiva para qualquer equipe ou piloto que sonha com o título em 2017.

E pela importância da corrida é que se vê mais uma vez um plantel repleto de competitividade e carros – foram anunciados pelos organizadores nada menos que 66 bólidos, dos quais 65 apareceram no Test Day realizado há dois dias na Bélgica. Após oito horas de treinos, o carro mais rápido foi o Porsche 911 GT3-R do Team 75 Bernhard. Com uma trinca absolutamente estelar formada por Michael Christensen/Kévin Estre/Laurens Vanthoor, o time do piloto do WEC e atual campeão das 24 Horas de Le Mans Timo Bernhard fechou as atividades de pista com o tempo de 2’19″451, apenas 0″086 mais veloz que a Ferrari da Kaspersky Motorsport da trinca James Calado/Giancarlo Fisichella/Marco Cioci.

E desses 65 carros, dentre os quais figuraram até carros do British GT (foram três) e do Lamborghini Blancpain Super Trofeo, bem como os dois Porsches 911 GTE do FIA WEC, que aproveitaram a ocasião para fazer testes visando as 6h de Nürburgring, foram onze dentro do mesmo segundo e mais de 40 bólidos ficaram na faixa de dois segundos. Equilíbrio a toda prova.

test-day-24h-spa-2017-2-066

Atual campeã da disputa, a ROWE Racing é um dos destaques das 24 Horas de Spa-Francorchamps na classe Pro

A divisão Pro, a principal do Blancpain GT Series Endurance Cup, responde por nada menos que 36 dos 66 carros aguardados para a disputa na Bélgica. Entre as novidades, a presença de uma equipe japonesa: o ex-piloto de Fórmula 1 Ukyo Katayama vai comparecer com sua Mercedes-AMG que terá entre os pilotos ninguém menos que “Kobazilla”. É isso mesmo, Kamui Kobayashi lidera a trinca do carro #00 junto a Tatsuya Kataoka e Nobuteru Taniguchi, que disputam o Super GT na divisão GT300 pela mesma escuderia.

Equipe da casa, o Belgian Audi Club Team WRT terá quatro carros nessa subclasse e os alemães da Black Falcon vão com somente um. A Bentley terá um terceiro carro extra – inscrito pela equipe ABT da Alemanha, esse bólido vem com Jordan Pepper/Nico Verdonck/Christer Jöns para a prova. Outros times que vêm com força total são a Strakka, com três McLaren 650S GT3 e a HTP Motorsport, engrossando o time de Mercedes-AMG nas 24 Horas de Spa-Francorchamps. Embora inscrita, a #48 de Patrick Assenheimer/Indy Dontje/Kenneth Heyer não completou uma única volta no Journée Test realizado na última terça-feira.

Tal como nos 1000 km de Paul Ricard, a escuderia tcheca ISR volta a contar com dois Audi R8 LMS e a equipe francesa AKKA-ASP aumenta o total de Mercedes na divisão principal com outros dois bólidos. A ROWE Racing, campeã do ano passado, comparece com mais duas BMW M6 GT3 e a escuderia de Timo Bernhard vai representar a Porsche praticamente com um esquema oficial de fábrica, com os pilotos acima mencionados.

test-day-24h-spa-2017-2-108

Dore Chaponik deu uma senhora porrada com uma das Mercedes-AMG da Black Falcon durante os treinos da última terça-feira

Na Pro-Am, com 23 bólidos, destaque para a presença maciça da Black Falcon com quatro Mercedes-AMG – e uma delas terá que ser inteiramente reconstruída, em razão de uma senhora porrada do piloto Dore Chaponik durante o Journée Test: o carro #15 ficou destruído e os mecânicos vão trabalhar na base da hora extra para colocar a máquina em condições de competir.

AF Corse e Spirit of Race são as principais representantes da Ferrari nesta divisão, sem esquecer da presença dos helvéticos da Kessel Racing, com mais um carro da marca de Maranello. A britânica Barwell Motorsport tem condições de brigar de igual para igual com suas duas Lamborghini Huracán e outro destaque é a Oman Racing with TF Sport, alinhando o único Aston Martin Vantage da competição.

Mas é bom ficar de olho na Herberth Motorsport, que vem bem no International Endurance Series by Hankook e reuniu um time forte para as 24 Horas de Spa-Francorchamps, alinhando dois carros com auxílio oficial de fábrica: o #911 terá o reforço de Marc Lieb junto a Jürgen Häring, Alfred e Robert Renauer, com o #912 sendo conduzido por Mathieu Jaminet/Sven Müller/Daniel Allemann/Ralf Böhn.

Na subclasse Am, a disputa pela vitória ficará entre cinco equipes diferentes: Walkenhorst Motorsport (BMW), Garage 59 (McLaren), Rinaldi Racing e Kessel Racing (Ferrari) e HB Racing (Lamborghini). Tal como no ano passado, a prova terá também carros inelegíveis para pontos no Blancpain GT Series Endurance Cup: são dois Porsche Cup inscritos pelas escuderias RMS e Speedlover, tradicionais concorrentes da prova de Spa.

test-day-24H-spa-2017-22-061

A Bentley busca a primeira vitória do construtor britânico em Spa-Francorchamps e seus pilotos vão à Bélgica como líderes do campeonato

Neste momento, com a vitória alcançada nos 1000 km de Paul Ricard, a trinca Vincent Abril/Maxime Soulet/Andy Soucek (Bentley) chega à Bélgica com a liderança no campeonato entre os pilotos da classe Pro com apenas um ponto de vantagem para Mirko Bortolotti/Andrea Caldarelli/Christian Engelhart (Lamborghini). Na Pro-Am, a ponta está com Jonathan Adam/Ahmad Al Harty (Aston Martin) e na divisão Am o comando é de David Perel/Jacques Duyver/Marco Zanuttini (Ferrari), somando 52 pontos.

Nas 24 Horas de Spa, a pontuação é diferente das demais etapas e também dos 1000 km de Paul Ricard, que ofertaram 33 pontos ao vencedor de cada classe naquele evento. Por conta da distância a ser percorrida, há uma pontuação em separado após seis e depois de 12 horas. Pontuam os nove primeiros em cada divisão e o vencedor leva 12 pontos em cada trecho. Se alguém conseguir a façanha de liderar em cada uma das classes nas pontuações paralelas e também na classificação geral final, um máximo de 49 pontos será ofertado aos que alcançarem esse feito – daí a importância de um grande resultado para os rumos do campeonato.

3 comentários

  1. André Fonseca disse:

    Mattar,

    A Fox vai transmitir?

  2. Luis Bezerra disse:

    Os tempos foram altos. Na hora do vamos ver vão virar em 2:18 baixo e até capaz de 2;17 alto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>