MENU

11 de julho de 2017 - 11:36IMSA Weather Tech SportsCar Championship

Confirmado: Penske e Honda em projeto DPi para 2018 na IMSA

Acura NSX and TLX to Race Up Pikes Peak; New TLX A-Spec Makes Ra

RIO DE JANEIRO (Onisuaquisólamento!) - Quem achou que era caô do blogueiro quebrou a cara. Como diz a genial carnavalesca Rosa Magalhães, onisuaquisólamento. Só lamento!

Desde novembro a gente já cantava a pedra, com a informação de fontes verídicas: a Penske estará no IMSA Weather Tech SportsCar Championship em 2018 em aliança com a Honda (leia-se Acura) num novo projeto Daytona Prototype International (DPi) com a plataforma do protótipo Oreca 07 e a equipe chamar-se-á Acura Team Penske.

Os japoneses, através de sua “brand” ianque, se tornam a quarta fábrica envolvida na competição ao lado da Cadillac, Nissan e Mazda. Algo já esperado: a Honda tinha um motor específico de LMP2 que equipou os carros da Michael Shank Racing nas duas últimas temporadas e, mesmo desenvolvendo um carro para a classe GTD dentro do regulamento FIA GT3, estava na cara que voltariam aos protótipos em breve. E nada como uma parceira de peso para dar suporte e expertise.

O carro se chamará Acura ARX-05 e terá o motor AR35TT biturbo com 3,5 litros de capacidade cúbica e arquitetura V6. Os detalhes serão conhecidos no Monterey Car Week, em agosto, no circuito californiano de Laguna Seca. Testes vão ser iniciados o quanto antes para que o carro esteja pronto para o primeiro desafio, que será – logo de cara – as 24 Horas de Daytona, previstas para janeiro do próximo ano.

“Estamos felizes por juntar forças com a família Honda Performance Development e representar a marca Acura com dois protótipos em 2018″, confirmou o fundador e chefão do Team Penske, Roger Penske.

Pois é: não haverá apenas um carro na pista. Serão dois!

“As corridas de Carros Esporte são uma parte integral da herança do Team Penske, desde nossa primeira corrida em 1966 (24h de Daytona) até a American Le Mans Series nos anos 2000 (onde a equipe tinha o Porsche RS Spyder, que dava trabalho aos Audi Turbodiesel LMP1)”, disse Roger.

“Reviver um programa dessa natureza com o Team Penske sempre foi um objetivo nosso, mas tínhamos que estar ao lado de parceiros fortes e bem-sucedidos feito a Honda e a Acura. É espetacular poder estender nossas relações das concessionárias (N. do blog: Roger Penske é dono de várias concessionárias da marca nos EUA) às pistas e nós estamos bastante excitados por voltar às competições IMSA e estar no Weather Tech SportsCar Championship”, finalizou o dirigente.

O programa será administrado em parceria entre a Penske e a Honda Performance Development (HPD), o braço de competição da Acura Motorsports e da Honda Racing na América do Norte. Cabe lembrar que a Honda tem um passado de muito sucesso nas provas de Endurance dos EUA, inclusive tendo vencido as classes LMP1 e LMP2 no extinto certame American Le Mans Series em 2009, sem contar uma vitória nas 24 Horas de Le Mans com a Strakka Racing e outra com a Starworks Motorsports, bem como o título de 2012 na classe LMP2 no atual formato do WEC com a equipe de Peter Baron.

Antes, nos anos 1990, os protótipos Acura Spice venceram de forma consecutiva três campeonatos do IMSA Camel Lights, sempre com Parker Johnstone a bordo.

E por falar em pilotos, embora não tenham sido revelados, podem aceitar que é 99,9% certo que uma das duplas será formada por Hélio Castroneves e Juan Pablo Montoya. Se não correrem juntos – o que seria demais – Roger Penske coloca cada um num carro e traz pilotos do mais alto gabarito para compor as duplas. Aliás, material humano não falta no mercado e não duvidaria se o dirigente trouxesse de volta alguns dos nomes que correram para a equipe no projeto da Penske com a Porsche nos anos 2000.

Alguém aqui pensou em Romain Dumas?

20 comentários

  1. Sergio Milani disse:

    Meu medo é o Nick Wirth botar a mão no projeto….#rezemos

    • Rodrigo Mattar disse:

      Fique tranquilo porque possivelmente não haverá Nick Wirth. O chassi será o Oreca 07 e acho que ele não estará envolvido nessa história.

      • Sergio Milani disse:

        Todo caso, é bom rezar. Afinal, ele foi o cara que concebeu o aerokit original da Honda na Indy…

  2. Rafa Catelan disse:

    Pensando aqui um carro com Helio e Montoya e o Simon Pagenaud fazendo as provas longas
    Agora imagina no outro Dumas e imagina se traz o Timo Bernhard de volta as corridas americanas … seria algo de outro mundo a reedição da dupla e pra fechar com chave de ouro pinta um tal de Fernando Alonso nas corridas de longa duração !

  3. Bernardo disse:

    Boa tarde Rodrigo Mattar!
    E o senhor, hein? Discípulo de Américo Teixeira Jr? Hehehe…
    Brincadeiras à parte, o que não falta na Penske é um excelente plantel, a galera da Indy e Nascar (+Ryan Blaney), além de gente q já trabalhou pro ‘Seu’ Roger, tem tudo pra começar o campeonato no topo, se o conjunto HPD/Oreca se mostrar competitivo e confiável logo de cara.

  4. Tiago Carvalho disse:

    Ótimo ver a Penske de novo no endurance! Se tio Roger formar a dupla com Montoya/Castroneves, não vai ser brincadeira. O Montoya testou com a Porsche no Bahrein se não me engano de LMP1 e foi muito bem. Acho que o Pagenaud também vai aparecer, pois foi campeão com o Gil de Ferran.

    Agora queria ver o Pipo Derani em um desses carros, acho que está sem contrato para 2018 e se juntar ele e o Dumas (ou Lapierre) no outro carro, vai ser páreo duro, vai ser o bicho. Quem também poderia se aventurar em um carro desses era o Keselowski, talvez nas 24 horas de Daytona.

  5. Luigi disse:

    Tomara que a associação Penske Honda seja mais feliz que McLaren Honda, ,que supostamente era uma associação de muito peso também…

  6. Fern Kesnault disse:

    Maravilha, a IMSA de vento à popa…..muitas marcas, otimos pilotos, belos carros e patrocinadores e, corridas em circuitos de “babar” que nao devem nada à fora-de-moda f-1……

    Fico muito feliz por isso, pois sou um fanzaço das provas de prototipos e gts desde que me entendo por gente.

  7. andre lima disse:

    Quem sabe o Derani abocanha uma das vagas… pensando a longo prazo, seria uma grande chance ele se vincular ao grupo Penske

  8. Diogo disse:

    A Penske vai correr de Honda na IMSA e corre de Chevy (concorrente da Honda) na Indy, e ainda de Ford (concorrente da Chevy) na Nascar.

    Não rola nenhum tipo de conflito entre as diferentes marcas no relacionamento com a equipe?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Diogo, se fosse assim o Chip Ganassi nunca teria parceria com a Honda na Indy e nem com a Ford na IMSA e WEC, certo?

      O Roger Penske é antes de tudo um empresário, um negociante de muito sucesso. Tem uma holding que pode se gabar de ser concessionária de várias marcas. Até empresa de transporte e de aluguel de veículos ele tem. Então, o homem é uma potência. Digo mais: um gênio.

      • Fernando disse:

        Sim mas é realmente bizarro essa mescla, pelo menos pra mim, mas interessante ver essas tres marcas em 3 categorias grandes desse tipo, o automobilismo ainda respira.

        Penske Indy – Chev
        Penske Nascar – Ford
        Penske IMSA – Honda

        Ganassi Indy – Honda
        Ganassi Nascar – Chev
        Ganassi IMSA – Ford

        É aquele ditado se combinar todo mundo transa.

    • Rafa Catelan disse:

      interessante isso

      Penske Indy – Chev
      Penske Nascar – Ford
      Penske IMSA – Honda

      Ganassi Indy – Honda
      Ganassi Nascar – Chev
      Ganassi IMSA – Ford

      Ganassi e Penske tem acordos com Ford, GM e Honda isso sim é ser empresários de sucesso, gênios na verdade, pena que não temos nenhuma das categorias correndo no BR, acho que a IMSA podia fazer uma expansão e fazer algumas corridas pela América do SUL, se bem que o BR não é um pais serio para receber nenhuma categoria internacional, aqui todo mundo quer levar vantagem….. vamos a AMERICA !!! abraços

  9. Fernando disse:

    Desculpa mas ngm aqui pelo menos achou q era caô até pq o boato era tão velho e tão repetido como vc mesmo disse, q ja era certo pra muita gente antes mesmo de confirmar.

    A unica duvida é Helinho deixar a Indy FULL SEASON pra correr no IMSA, ainda mais numa temporada totalmente positiva, e que ele vem provando ser tão rapido quanto sempre foi, nisso eu eu ainda tenho minhas duvidas… puro achismo, assim como é puro achismo vc bater o martelo e dizer q ele nao com ctza nao corre em 18. Enfim só o tempo e o proprio Helio vai tirar essa duvida.

    E por mais que eu ache o IMSA uma categoria sensaconal, a Indy pra mim ainda é maior e mais interessante, por isso gostaria de continuar vendo o Helinho lá, por mais um ano pelo menos.

  10. Felipe disse:

    Vão transformar o Oreca 07 em um DPi? Logo, teremos Oreca 07 na DPi e LMP2?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Se o regulamento permite, vão transformar sim, como Dallara, Riley e Ligier foram transformados em protótipos DPi e nesse caso o carro da Penske será o Acura ARX-05.

  11. Felipe disse:

    Outra coisa, os vídeos Sights and Sounds estão incríveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>