MENU

16 de julho de 2017 - 13:14World Series V8

Em fim de semana para esquecer, Fittipaldi perde a liderança da World Series V8

NURBURGRING-RACING

Alex Palou fez duas poles e venceu uma corrida em sua estreia na World Series Fórmula V8, em que Pietro Fittipaldi perdeu a liderança da classificação

RIO DE JANEIRO - Pietro Fittipaldi volta a perder a liderança da World Series V8 na temporada 2017. O piloto brasileiro não teve um fim de semana dos mais profícuos em termos de resultados e acabou superado na classificação geral do campeonato pelo russo Mateevos Isaakyan, da SMP Racing by AVF.

A vitória deste, de ponta a ponta, na monótona corrida disputada ontem, não foi a única surpresa do fim de semana. Alex Palou fez as duas pole positions e pelo menos conseguiu tirar partido de uma delas em sua estreia na categoria. Se no sábado ele largou mal e após um toque em Pietro Fittipaldi prejudicou a corrida de ambos, hoje ele conseguiu a vitória às custas de um erro de Isaakyan, que é um piloto que alterna ótimas voltas com tempos pouco inspirados – e algumas patacoadas, também.

Neste domingo, a corrida que fechou a sexta rodada da temporada (de um total de nove) começou disputada com pista molhada, pneus biscoito montados nos carros e em regime de Safety Car. Isso deixou a corrida um pouco mais movimentada e até emocionante em determinados momentos – mas com muitos erros dos pilotos. Houve pelo menos três rodadas e os dois mexicanos, Alfonso Celis Jr. e Diego Menchaca, tiveram problemas.

Com a 7ª posição de ontem e o sexto lugar hoje, Pietro Fittipaldi foi ultrapassado em cinco pontos por Isaakyan, que chegará daqui a perto de dois meses para a etapa do México como o novo líder do campeonato. Menos mal que Pietro não foi o único que sai da rodada de Nürburgring com a cabeça quente. René Binder, que era o vice-líder, teve um fim de semana pavoroso e caiu para sexto na classificação.

Quem sabe a pausa até o início de setembro seja benéfica para que Pietro faça um “turning point” na temporada e chegue de novo à ponta da tabela?

O resultado da prova #1 na Alemanha:

1 – Matevos Isaakyan – SMP by AVF – 25 voltas
2 – Alfonso Celis – Fortec – 6″357
3 – Egor Orudzhev – SMP by AVF – 19″145
4 – Roy Nissany – RP Motorsport – 19″792
5 – Yu Kanamaru – RP Motorsport – 35″361
6 – René Binder – Lotus – 35″828
7 – Pietro Fittipaldi – Lotus – 36″134
8 – Diego Menchaca – Fortec – 42″254
9 – Konstantin Tereschenko – Teo Martin – 43″421
10 – Damiano Fioravanti – RP Motorsport – 55″198

O resultado da prova #2:

1 – Alex Palou – Teo Martin – 20 voltas
2 – Matevos Isaakyan – SMP by AVF – 9″541
3 – Egor Orudzhev – SMP by AVF – 14″319
4 – Konstantin Tereschenko – Teo Martin – 8″692 *
5 – Roy Nissany – RP Motorsport – 20″873
6 – Pietro Fittipaldi – Lotus – 29″918
7 – Yu Kanamaru – RP Motorsport – 41″830
8 – Alfonso Celis – Fortec – 34″482 *
9 – René Binder – Lotus – 1’02″432
10 – Diego Menchaca – Fortec – a 1 volta

* Tereschenko e Celis penalizados com 10 segundos por ultrapassar a linha branca de saída dos boxes

Situação do campeonato após 12 corridas e 6 rodadas:

1. Mateevos Isaakyan – 163 pontos
2. Pietro Fittipaldi – 158
3. Egor Orudzhev – 155
4. Alfonso Celis Jr. – 150
5. Roy Nissany – 148
6. René Binder – 140
7. Yu Kanamaru – 71
8. Konstantin Tereschenko – 57
9. Diego Menchaca – 53
10. Nelson Mason – 42
11. Damiano Fioravanti – 36
12. Alex Palou – 25
13. Giuseppe Cipriani – 10

5 comentários

  1. Claudio disse:

    Como tinha falado, a vitória de um estreante que nada fez de muito espetacular na carreira até hoje, é o atestado da ruindade atual da categoria, que até produz corridas legais. Além disso, tem os carros de design mais bonito das categorias de fórmula da atualidade, na minha opinião. Só que o nível técnico é baixo, uma tristeza para a série que já revelou diversos talentos. Pietro é muito fraco, sua dificuldade em largadas é vergonhosa. Mas como os pilotos do grid são a rapa do tacho, não duvido que seja campeão. Pena que daí pra frente a coisa aperte mais, vide a temporada fraca do Deletraz na F2

  2. Marcelo Soutello disse:

    Pietro é ruim até em largada lançada!!!!!

  3. Fernando Silva disse:

    Sinceramente, como já disse em vários momentos, não boto fé nesse Pietro não…Acho ele um Marco Andretti piorado, só para citar um exemplo de “filho de peixe nem sempre peixinho é”…
    Ou seja, ele vai sentar em um cockpit sempre escorado no nome que a familia fez no automobilismo e enquanto o avô conseguir bancar

    • Claudio disse:

      O avô bancando algo? Emerson pode ser tudo, menos bom pagador haha. A carreira do rapaz é bancada via Telmex. F1 pra ele acredito que não irá rolar, mas nada impede dele seguir carreira no Endurance, como o Cristian

      • Fernando Silva disse:

        O Cristian tem algo que parece faltar ao garoto: Talento.
        E quanto ao fato do Emerson ser mau pagador, certamente algo ainda se consegue com o sobrenome…a fonte vai secando na medida em que fica nítido que o “moleque” não tem braço para ir longe na carreira. O Emerson de fato não paga seus prestadores de serviço nos eventos que organizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>