MENU

29 de agosto de 2017 - 14:26International GT Open

GT Open volta com 26 carros em Silverstone

prev-SIL

Mais um bom grid para uma etapa do GT Open: os organizadores divulgaram uma lista provisória com 26 carros. Allam Khodair e Nonô Figueiredo estarão de volta na rodada de Silverstone

RIO DE JANEIRO - Após dois meses de intervalo, em que muitos aproveitaram para tirar férias e outros para trabalhar, principalmente em testes específicos ao longo dos últimos dias em vários circuitos europeus, o International GT Open está de volta no próximo fim de semana com a 5ª rodada do campeonato marcada para a tradicional pista de Silverstone.

A pista de 5,891 km de extensão vai ter duas corridas – uma no sábado com 70 minutos de duração e outra no domingo, com 60 – que vão definir os rumos da classificação e que pilotos vão de fato brigar pelo título da temporada. A lista de entradas conta provisoriamente com 26 carros e com o retorno de dois pilotos brasileiros: Allam Khodair retorna ao volante do Mercedes-AMG #16 da Drivex School ao lado de Marcelo Hahn, que competiu em Paul Ricard e no Hungaroring ao lado de Alan Hellmeister. Flávio Nonô Figueiredo também regressa ao #12 da Sports & You com que competiu nas duas primeiras corridas com Márcio Basso. O argentino Jose Manuel Balbiani ocupou o cockpit na ausência do atual campeão do Brasileiro de Marcas.

wessex

Após os danos sofridos em Spa, o Lamborghini Gallardo R-EX da Wessex Vehicles está pronto para mais uma prova do International GT Open

Entre os inscritos, as novidades estão no regresso do Lamborghini Gallardo R-EX da equipe Wessex Vehicles de Nigel Mustill, que terá a bordo Craig Dolby e Riki Christodoulou. A equipe trabalhou para pôr novamente em ordem o carro após o acidente sofrido em Spa-Francorchamps. Outra aquisição da casa é a Mercedes-AMG da escuderia Lee Mowle, para Phil Keen/Ryan Ratcliffe. A Imperiale Racing tem planos de alinhar um terceiro Lamborghini Huracán GT3, mas não confirmou ainda os pilotos que guiariam o carro #63.

Ausentes em Budapeste, duas equipes voltam após resolver os problemas mecânicos de seus carros, que falharam em Paul Ricard. A Jordan Racing colocou seu Bentley Continental em ordem para a dupla Jordan Witt/Michael Meadows, enquanto Francesco Sini/Mauro Calamia terão à disposição o Aston Martin da Solaris Motorsport. Andrea Caldarelli e Tom Onslow-Cole também retomam os seus lugares nas equipes SF Racing e SPS Automotive Performance, após não participarem da rodada dupla da Hungria. O português Antônio Félix da Costa, após os compromissos com a equipe Amlin Andretti na Fórmula E, assume novamente o lugar no carro #51 da Teo Martin Motorsport compondo a tripulação com o compatriota Lourenço Beirão da Veiga. E “Super” Mario Farnbacher estará de volta ao Lexus RC-F #55 que divide com o mano Dominik.

LMM-web_1

Novidade na Inglaterra: a equipe Lee Mowle alinhará uma Mercedes-AMG para Ryan Ratcliffe/Phil Keen

Após quatro rodadas e oito corridas, a classificação tem um empate em pontos: Giovanni Venturini/Thomas Biagi somam os mesmos 60 pontos alcançados por Miguel Ramos/Mikkel Mac Jensen, com a diferença que os italianos têm dois segundos lugares contra um da dupla da Spirit of Race. Logo atrás, vêm Victor Bouveng/Fran Rueda, que venceram duas vezes e somam 58 pontos. Albert Costa/Phillip Frommenwiler estão em quarto, com 51.

Entre os brasileiros, o mais bem colocado é Marcelo Hahn – 13º na tabela com 20 pontos. Alan Hellmeister está em décimo-quinto com 16. Nelsinho Piquet, que fez uma participação isolada em Spa-Francorchamps, aparece em 22º na tabela com oito. Allam Khodair é o vigésimo-sexto, com quatro.

Na divisão Pro-Am, Marco Cioci/Piergiuseppe Perazzini são os ponteiros, com 42 contra 40 de Rob Bell/Shaun Balfe e 34 de Côme Ledogar/Alexander West. Hahn está em situação melhor aqui, pois ocupa o 4º lugar na tabela com 33. Alan Hellmeister é o oitavo colocado com 22 e Allam Khodair está em 13º somando 11 pontos.

A subclasse Am tem o comando de Martin Konrad/Alexander Hrachowina, que têm 26 pontos – um a mais que os portugueses Luis Silva/Antônio Coimbra (que não vão disputar a etapa de Silverstone). Davide Rizzo/Alex Moiseev, que devem disputar o campeonato até o fim, estão em 3º, seguidos por Márcio Basso. Nonô Figueiredo é o sexto, com oito pontos.

3 comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Apesar de pouco usual, com a corrida 1 sendo mais longa que a 2, gosto muito deste formato de rodadas duplas do GT Open…com a entrada de alguns brasileiros e argentinos no grid, será que os organizadores não se animariam em fazer uma corrida por aqui?? Sonhar ainda é de graça…

  2. Felipe disse:

    Não conhecia este Lamborghini Gallardo R-EX, belo carro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>